Mais Piada: Roberto Jefferson ainda acha que Temer foi vítima de uma trapaça

Roberto Jefferson

Jefferson, na contramão, faz a defesa de Temer

Isadora Peron
Estadão

Pivô do escândalo do mensalão, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, saiu nesta sexta-feira, 19, em defesa do presidente Michel Temer. Para Jefferson, Temer foi vítima de uma “trapaça” armada pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS. No entendimento de Jefferson, o presidente não se comprometeu ao receber o empresário e manteve uma “conversa social” com Joesley. “Não se pode exigir do presidente uma conduta diferente da que ele teve. Ninguém teria uma conduta diferente. Foi uma conduta social adequada para a desagradável visita que recebeu”, disse. Ele afirmou ainda que o PTB vai continuar na base do governo e que só não foi ao Palácio do Planalto dar um abraço em Temer porque está em Portugal.

O que o sr. achou da gravação entre Temer e o dono da JBS?
Uma trapaça. Uma trapaça. Uma coisa do pior gabarito. Não tem nenhum crime, o presidente não pediu para ninguém para fazer nada. Você ouve a gravação, duas, três, quatro, cinco vezes e vê nitidamente que é uma trapaça. Uma trapaça que tem, a meu ver, o objetivo de lucrar no mercado financeiro. Foi um ataque especulativo ao Tesouro nacional, à moeda nacional. Você joga a Bolsa para baixo e lucro US$ 400 milhões na subida de 8% que deu no dólar. Isso é uma trapaça.

Mas o presidente não deveria ter tomado alguma atitude diante da informação de que Joesley tinha relação com juízes e um procurador com o objetivo de obstruir ações da Justiça?
Mas o Temer agora é polícia? O Temer não tem que se meter nisso. Tem muita gente que conversa comigo, e eu digo que está tudo bem, o cara está falando, mas eu não estou entrando na conversa. Eu não vou dizer: “Cala a boca, senão eu mando te prender”. Você está ouvindo, está dizendo tudo bem, mas você não concorda, você está dando uma atenção social, mas não está se comprometendo moralmente com a pessoa. Uma coisa é você dar atenção social, outra coisa é você se comprometer moralmente.

Não houve nada de errado na conduta do presidente?
Ele deu uma atenção social, cumpriu uma agenda, aturou um cara, porque um homem desse você atura, você não tem prazer em receber…

O inquérito aberto contra Temer no Supremo Tribunal Federal (STF) pode influenciar no processo que pede a cassação da chapa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE)?
O TSE vai se tornar em um tribunal para punir as conversas do Temer? Todo mundo viu que foi uma trapaça. O cara tenta o tempo todo fazer o presidente falar algo errado, ele jogou o tempo todo. Eu ouvi três vezes a gravação. O cara tenta 40 minutos que o presidente dê uma escorregada, e o presidente não dá nenhuma escorregada.

E a parte em que eles falam do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). É certo o presidente dizer para que que o empresário continue ajudando o peemedebista, que está preso?
Cunha é uma cobra venenosa. Pode machucar a qualquer momento. Se sou eu, digo a mesma coisa. “Isso mesmo, ajuda o Cunha lá”.

Mas o presidente não vira cúmplice da armação ao fazer isso?
Cúmplice? Isso é uma interpretação que eu divirjo. Vai dizer não ajuda? Aí o Joesley, que é um trapaceiro, intrigueiro, vai lá no Cunha e diz: “Fui lá no presidente e ele falou para eu não te ajudar. E agora, o que nós vamos fazer?”

Então não há nada de errado nesse ponto da conversa?
Não se pode exigir do presidente uma conduta diferente da que ele teve. Ninguém teria uma conduta diferente. Foi uma conduta social adequada para a desagradável visita que recebeu. Ele não estava ali em uma agenda presidencial, foi uma agenda social, então socialmente ele falou o que tinha que falar, aquilo são saídas sociais. E, além disso, gravaram a agenda social do presidente, é um negócio terrível. Quem mandou gravar? O equipamento é oficial? É do Joesley? Ele foi como pau mandado? Ele foi fazer aquela trapaça com o presidente por encomenda judicial? Alguém do Judiciário pediu? É um negócio gravíssimo. É muito grave.

E o dinheiro entregue ao deputado Rodrigo Rocha Lures (PMDB-PR), que é um aliado muito próximo de Temer?
Rocha Lures fez o que ele queria fazer para ele mesmo… E, ao que me consta, ele só levou uma (mala com R$ 500 mil)? E as outras? Não eram semanadas de R$ 500 mil? Interrompeu por quê? Se era para mostrar a continuidade, porque não gravaram outras vezes, porque aí ficava uma prova consistente. Uma só não sustenta a versão.

O PTB continua na base do governo?
Claro. O presidente tem que retomar as reformas, com força. O nosso projeto é com o Brasil, o nosso compromisso é com o Brasil. As reformas precisam avançar, não dá mais para voltar atrás.

Mas a governabilidade não vai ficar comprometida? Já houve manifestações contra o presidente.
A população que quer que o Temer caia é a população do PT, é aquela faixa de eleitores do PT, dos fanáticos pelo Lula, porque a nossa gente, quem pensa o Brasil democraticamente, quer que as reformas avancem.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGDesta vez, será particularmente difícil escolher a Piada do Ano. A criatividade dos humoristas é impressionante. Mesmo distante, fazendo turismo em Portugal, Roberto Jefferson faz questão de participar, com uma série de anedotas de grande impacto, como a trapaça sofrida por Temer e o fato de uma mala com R$ 500 mil não caracterizar propina, porque as mesadas semanais não foram filmadas. Realmente, Jefferson é impagável (em todos os sentidos). Temer precisa nomeá-lo urgentemente para o Ministério, enquanto ainda está de posse da caneta. (C.N.)

19 thoughts on “Mais Piada: Roberto Jefferson ainda acha que Temer foi vítima de uma trapaça

  1. Coitado! foi um mal necessario, mas agora esta contabilizando quanta grana perdeu nos negocios, pois se F…. por causa de mixaria. kkkkkkkk

  2. O advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira , contratado ontem por Michel Temer disse ao Estadão ter “informações seguras” sobre a existência de adulteração e montagem no áudio da conversa entre Michel Temer e Joesley Batista.

    Ele avisou que pedirá a pericia da gravação divulgada pelo STF.

    PF,PGR,STF e Globo terão que se explicar

    Fonte: Blog do jornalista Políbio Braga.

    Pergunto Será?

    • Amigo César Cavalcanti,

      Não acredito nessa conversa do advogado de Temer. Trabalhei 25 anos em TV, assisti a várias gravações, não vi nenhuma edição. É conversa fiada, medida diversionista, como se dizia antigamente.

      Abs.

      CN

      • Sr. CN boa noite, hoje de tarde falei com um amigo do Rio que é um simples rapaz que faz vídeos para internet via youtub. Entramos na politica ele falou, que tinha escutado as gravações que tinha baixado, e afirmou que identificou 11 edições, eu rir e falei esta escutando bem. Mas como somos amigos e não partidários não seguimos adiante do assunto. Mas agora à noite recebo um link da folha que afirma que tem mais de 50 edições, sinceramente tenho que voltar e pedir desculpas ao meu amigo, um simples rapaz que identificou 11 edições.

  3. Ainda gastando dinheiro roubado!
    Adula o temer pra que não volte as portas da justiça.
    Quem acredita que seu pecado se restrinja a quatro milhões?
    Do antigo MDB temer e roberto são “raposas políticas” do tempo que se roubava menos…
    Quem defende criminoso tem culpa no cartório não é mesmo deputado?

    sanconiaton

  4. Editaram, suprimiram, tornaram inaudíveis apenas os nomes de mencionados envolvidos que, por resolução do Faquim ou seja la quem manda nessa bagaça, não podem estar disponíveis ao publico no momento….

    Semana que vem: PRISÃO desses Caciques ???

    Acho que a Veja acertou na capa, nao consegui ler o texto sobre a bandeira, mas achei a chamada corretíssima:

    BASTA

  5. Confirma apenas que Jefferson continua sendo um bandido, nunca deixou de ser, está na sua alma a marca da corrupção. E ainda tem gente que acha que ele entregou o Mensalão por patriotismo, quando todos sabemos que brigou com o Dirceu por causa de dinheiro. Só uma palavra: bandido, deveria ainda estar na cadeia.

  6. A guerra de informações na Internet do Temer está forte, também com o dinheiro da JBS é fácil pagar a tropa cibernética para colocar em dúvida as provas cabais contra este bandido.

  7. Que credibilidade este meleante dedo duro declarado e este partido de fachada ( facção criminosa ) tem para opinar sobre algum fato , são pares que sempre viveram dos assaltos cometidos contra a nação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *