Mais um escândalo: Diretor da ANS se demite após omitir dados em currículo

Andreza Matais e Fábio Fabrini 

Estadão
Elano Figueiredo, diretor da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), pediu exoneração do cargo nesta quinta-feira, 3, após a Comissão de Ética Pública da Presidência da República recomendar sua destituição. O processo foi aberto com base em reportagem do jornal o Estado de S.Paulo que revelou, no dia 3 de agosto, um dia depois de ele tomar posse, que ele omitiu do currículo público a informação sobre ter trabalhado para a operadora de saúde Hapvida.

O currículo foi encaminhado pela Presidência da República ao Senado no processo de sabatina e é uma das referências dos senadores para avaliação do nome. A revelação do jornal provocou uma série de manifestações de órgãos de defesa do consumidor que pediram a saída de Elano. É a primeira vez que um diretor da ANS deixa o cargo sob questionamentos éticos.

O jornal também revelou que Elano assinou dezenas de ações em defesa da Hapvida, quando trabalhou para a empresa com carteira assinada, contra a ANS. Ele havia justificado que não incluiu o trabalho para a operadora porque apenas advogou para a empresa, mas o jornal revelou que ele foi diretor, com carteira assinada.

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Apenas mais um escândalo. A verdade é que as agências reguladoras, que deveriam defender os interesses dos cidadãos, estão sob controle das grandes empresas e das concessionárias, servindo também para grandes negociatas (que envolveram até a segunda-primeira-dama de Lula, Rosemary Noronha) e se consolidando com gigantescos cabides de empregos. Simples assim. (C.N.)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

4 thoughts on “Mais um escândalo: Diretor da ANS se demite após omitir dados em currículo

  1. Gostaria de constatar a promiscuidade existente nessa Agência
    Reguladora que se diz proteger os cidadãos contra os planos de saúde. Meu dia de morrer é fatal, igual ao meu dia de nascimento. Eles vão ter que me aturar com todo respeito e educação.

    Fatos.

    Entrei com uma reclamação junto a essa Agência pois a CASSI ( Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil), nega meu pedido de exame de hemocromatose hereditária dada por uma médica hematologista,de um hospital credenciado por este plano, e eles querem um Genetecista, burocracia…
    Fato é, que consultei o CRM ( Conselho Regional de Medicina) e o mesmo disse em seu estatuto, art. 21 “de médico para médico”, código de Ética, que um médico não pode recusar um pedido de exame de outro médico. Isso foi relatado à ANS no dia 04/09/2013 e até hoje nenhuma resposta da Reguladora, pois afirmou que a operadora (CASSI) não possui prazo para resposta da indagação enviada pela Reguladora… Devemos acreditar…
    Na ANS falei com : Cláudia Souza, Janaína Machado , Elen, Rafael, Campos, Juliana Pedrosa, Tatiane dos Santos, Daniela. Desacreditado fui ao judiciário e a juíza substituta marcou audiência para o mês 04/2014, não me concedendo a antecipação de tutela, pois não constava emergência ou urgência. Em dubio pró paciente, era o menos que faria se estivesse em seu lugar, solicitando juntada de documentos.
    Possuo FERRITINA e o excesso de ferro afeta os órgãos. A descoberta de se tratar de hereditariedade o procedimento é doação de sangue, caso contrário, o tratamento medicamentoso. Certo, que eles um dia, ou quem sabe talvez hoje mesmo, depois de uma aparente boa noitada, vão para cama e não consigam dormir. Eu acredito no Jesus Cristo, aquele que pegou o xicote e dispersou os que gostam de dinheiro no templo, fazendo mercância…

  2. Pingback: Mais um escândalo: Diretor da ANS se demite após omitir dados em … « Olha Brasil

  3. Pingback: Mais um escândalo: Diretor da ANS se demite após omitir dados em … : Revista Veja Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *