Major Olímpio diz que Alcolumbre fechou acordo com Bolsonaro para reeleição à Presidência do Senado

Major Olímpio garante que Alcolumbre tem “a bênção” de Bolsonaro

Mariana Carneiro e Guilherme Seto
Folha

O senador Major Olímpio (PSL-SP) afirma que existe acordo entre Jair Bolsonaro e seu colega no Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para uma recondução à presidência do Senado. Olímpio diz se tratar de solução satisfatória para o Senado e para o presidente que, segundo ele, “não conseguiria achar com facilidade alguém tão cordato”.

“Mesmo agora, no momento mais tenso de todos, o Davi está tendo um papel conciliatório importante. Algodão entre os cristais. O presidente quer quebrar os cristais. O Supremo já disse: ‘vou fazer o meu papel e que se dane o presidente’. E o Davi está agradando os senadores”, diz Olímpio.

“BENÇÃO” – Ele diz que Alcolumbre tem “a bênção” de Bolsonaro. Isso, segundo o senador, significa que seus apoiadores no Congresso (que têm aumentado com suas novas alianças com o centrão) serão estimulados a apoiar a recondução, que, explica Olímpio, seria autorizada por uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional), votada na Câmara e no Senado.

A coluna Mônica Bergamo, da Folha, mostrou que Alcolumbre também articula uma ação para ser apresentada no STF (Supremo Tribunal Federal) que poderá permitir a reeleição dele para mais um mandato de dois anos.A estratégia da PEC, diz Olímpio, pode desembocar em resultado indesejado por Bolsonaro: a recondução de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara.

ESTRATÉGIA – Com os votos do Centrão no bolso, desenha Olímpio, o presidente calcula que as mudanças acontecerão de acordo com sua estratégia: reconduções autorizadas, Davi no Senado e um novo nome na Câmara. No entanto, ele diz que Maia “não está morto, como têm dito os aliados do presidente”.

“Quando venceu, no ano passado, arrastou centrão, direita e esquerda”, lembra. Olímpio elogia Alcolumbre, diz que tem feito “muito bem o papel de curador de incapaz”, referindo-se a Bolsonaro, mas afirma ser contra reconduções ao cargo. “Rodízio é salutar à democracia”, conclui.

8 thoughts on “Major Olímpio diz que Alcolumbre fechou acordo com Bolsonaro para reeleição à Presidência do Senado

  1. A parcimônia e ódio, como o presidente vem liberando os recursos destinados ao combate à Covid-19 – bem como o aliciamento da ratazana Centrão – revelam um raio-x da sua atual paranóia maior: a REELEIÇÃO PRESIDENCIAL.
    1- Contendo os gastos para fazer frente à Pandemia, mesmo com o sacrifício de milhares de vidas, sobrará mais grana para Bolsonaro comprar votos, sob os mais disfarçados subterfúgios.
    2- Cooptando o Centrão, ele chama pra si uma súcia de experts, especializados, em toda a sorte de manobras e falcatruas. Tal aquisição milionária dá uma certa margem de segurança ao presidente, para ele sobreviver a um eventual processo de impeachment. Bem como formar uma base parlamentar mercenária, para aprovar medidas amargas, casuísticas e fazê-las descer goela abaixo da população!
    O Reich III Jabuticaba vai travar uma titânica batalha de Pirro e tentar-se refazer das cinzas, tal como o pássaro mitológico, fênix.
    Só falta agora o general Augusto Heleno cantar aquela sua paródia, montada sobre o samba de Bezerra da Silva, cuja rima, em vez de LADRÃO, e chefe do GSI inseriu CENTRÃO. Essa gravação, feita durante um comício de Bolsonaro, é frequentemente exibida na TV Globo.

  2. Se não foram machos o bastante, para declinarem a quem se dirige a carapuça, como tenho ojeriza à covardia, vou arriscar: seria pro ministro, Celso de Mello do STF!

    • Fosse militar alguma coisa os tais 50 anos em 5 (uma espécie de PAC) não seria ficaria no papel… Na verdade, desviaram muito! É que não tinha transparência (né?)

        • O melhor que podem fazer é trabalhar. Coisa que não fazem.
          Vivem encostados na mesa e em eventos para se promoverem. Agora com a recente Reforma da Previdência tiveram as gratificações quase dobradas e com possibilidade cumulativa, mais ainda o bônus dobrado quando passa para reserva/,reforma.

  3. Uma reeleição já acho absurda quando criaram para beneficiar FHC.

    No Senado e na Câmara idem.

    Agora mais essa.

    Daqui a pouco vai querer aproveitar para inserir na PEC a possibilidade de o Presidente se reeleger por mais de uma vez também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *