Marisa Leticia queria o triplex pronto no Ano Novo e o sítio na festa de São João

Resultado de imagem para lula no são joão charges

Charge do Alpíno (Portal Yahoo)

Dimitrius Dantas e Cleide Carvalho
O Globo

Em depoimento ao juiz Sergio Moro nesta quarta-feira, o engenheiro da OAS Paulo Gordilho detalhou que a ex-primeira-dama Marisa Letícia fazia pedidos a ele por meio de Fernando Bittar, a pessoa em nome de quem o sítio de Atibaia (SP) está registrado em cartório. Em depoimento na semana passada, o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro havia dito que a família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha o interesse em passar as festas de fim de ano no tríplex do Guarujá, também em São Paulo.

Segundo Gordilho, os funcionários que fizeram a obra pela OAS vieram de Salvador. O juiz Sérgio Moro questionou o arquiteto sobre uma troca de mensagens na qual o arquiteto afirmou que os trabalhadores ficaram hospedados no sítio e que “a Dama me pediu isto para não ficarem na cidade”.

FESTA DE SÃO JOÃO – “Certamente para o pessoal não ficar na cidade conversando” — respondeu Gordilho sobre o possível motivo para a recomendação de Marisa Letícia. “Apenas porque também esse pessoal, dormindo no sítio, não tinha que ficar transportando da cidade para o sítio todo dia. E porque saía mais ligeiro, tinha um prazo de entregar essa cozinha antes do São João, então ela foi feita a toque de caixa”.

Paulo Gordilho ainda foi responsável pelos pagamentos à empresa Kitchens, contratada para a construção das cozinhas planejadas instaladas tanto no sítio de Atibaia como no tríplex do Guarujá. O valor dos móveis para o sítio em Atibaia chegou a R$ 170 mil. Segundo o arquiteto, o pagamento foi feito em dinheiro. O valor em espécie foi entregue pelo próprio Paulo Gordilho após a demora para que os funcionários da Kitchens buscassem os valores na sede da OAS.

BITTAR NÃO PAGOU – “O dinheiro foi oriundo da OAS. Eu liguei para a Kitchens para buscarem o dinheiro e não ia, não ia, não ia. Liguei para o senhor Fernando Bittar para ele pegar e ir pagar, porque estava tudo no nome dele. E o tempo estava passando, São João não muda de posição e ia terminar não dando tempo” — disse o engenheiro da OAS.

Gordilho, então, pegou os valores e levou à Kitchens. “Não deveria fazer, porque ficar andando em São Paulo com 170 mil (reais)… “ — afirmou.

As perguntas sobre o sítio em Atibaia geraram reclamações dos advogados do ex-presidente Lula, uma vez que a ação aborda apenas as reformas feitas no tríplex em Guarujá. Ao responder sobre os pagamentos no sítio de Atibaia, o próprio arquiteto ironizou a pergunta feita. “Apesar desse assunto não ser Atibaia… Que aí fica essa mistura de assuntos”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Embora ainda faltem algumas semanas até o São João, a batata já está assando na brasa. Se os supostos donos do sítio, Fernando Bittar e Jonas Suassuna, não cooperarem, também podem ser processados e julgados por lavagem de dinheiro. Mas eles continuam fugindo da imprensa e da força-tarefa, a pedido do sócio Luís Fábio, o “Lulinha”, que é um fenômeno como empresário e fez com que eles enriquecessem da noite para o dia. A empresa de Lulinha, Gamecorp, recebeu aportes R$ 103 milhões, aponta laudo da PF na Lava Jato. A Oi Móvel e a Telemar Internet entraram com R$ 82 milhões, a cervejaria Itaipava (sempre ela), também prestigiou o fenomenal Lulinha. (C.N.)

12 thoughts on “Marisa Leticia queria o triplex pronto no Ano Novo e o sítio na festa de São João

  1. “Jury sentences ambush killer to death in Pennsylvania, USA.”
    Trata-se de um caso recente nos Estados Unidos. O cara se escondia, matava e sumia. O policiais o encontraram, foi julgado e o júri sentenciou o assassino a morte. Lá lei é lei. Se o povo não concorda com a pena, que se mude a lei. O que não se pode é ter uma corte com juízes que cada dia tire do saco uma interpretação de acordo com a sua inclinação política ou o seu humor. E ainda fazem beicinho e falam latim para mostrar que são bons. Isso é absurdo, é desafiar a paciência de um povo sofrido, usurpado, maltratado. Isso é perigoso para todos.

  2. PT já cogita eleição sem Lula como candidato

    O receio é que uma condenação em segunda instância na Operação Lava Jato o torne inelegível com base na Lei da Ficha Limpa

    Ricardo Galhardo – Estadão

    As novas suspeitas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acusado de corrupção por ex-executivos de empreiteiras, fez com que o PT passasse a incluir em suas análises internas do cenário político e discussões sobre estratégias a possibilidade concreta de não contar com o seu líder máximo na disputa eleitoral de 2018. O receio é que uma condenação em segunda instância na Operação Lava Jato o torne inelegível com base na Lei da Ficha Limpa.

    A reação do PT às novas suspeitas é reforçar o empenho na defesa de Lula tanto nas ruas quanto nas redes sociais. Ninguém no partido ousa questionar ou cobrar explicações do ex-presidente.

    Lula é visto no PT como alvo de perseguição da Lava Jato e vítima de uma campanha para impedir sua candidatura em 2018. Mas, com a divulgação dos depoimentos da Odebrecht e a delação do empreiteiro José Adelmário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, da OAS, a possibilidade de condenação de Lula, antes vista como remota, ganhou novo status.

    Líderes petistas avaliam que mesmo que as novas acusações não sejam confirmadas com provas materiais, elas engrossam o caldo das chamadas “provas indiciárias” (com base em indícios) que poderiam sustentar, pelo volume, um pedido de condenação de Lula com base na teoria do domínio do fato, usada para levar José Dirceu à prisão no mensalão.

    Lula é alvo de seis pedidos de abertura de inquéritos enviados pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), à primeira instância da Justiça Federal com base nas delações da Odebrecht.

    Na semana passada, Léo Pinheiro disse, em depoimento ao juiz Sérgio Moro, que Lula pediu a destruição de provas e seria o verdadeiro dono do tríplex no Guarujá (SP) que está em nome da OAS. Além disso, o ex-presidente é réu em outros cinco processos relacionados à Lava Jato.

    Cenário
    Embora a ordem seja sair em defesa de Lula, no PT já se fala em um cenário no qual ele seria um grande cabo eleitoral transferindo votos para outro candidato. Uma das possibilidades é o partido indicar um nome para ser vice na chapa de Ciro Gomes (PDT). O mais citado é o do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

    Para o PT, o conteúdo da lista de Fachin e a delação de Pinheiro não afetam o eleitorado cativo do partido, mas afastam eleitores que estavam se convencendo a voltar a votar em Lula por causa de políticas impopulares do governo Michel Temer. Além disso, dificultam o discurso da militância em defesa do ex-presidente.

    As saídas são a mobilização popular em defesa do petista e a criação de uma narrativa favorável a Lula. Por isso o ex-presidente vai pedir a Moro que o depoimento marcado para o dia 10 de maio, em Curitiba, seja transmitido ao vivo. Lula diz a pessoas próximas que está convencido de que vai “engolir” Moro devido à falta de provas sobre o apartamento no Guarujá.

    Quase nenhum petista ouvido pelo Estado concordou em falar sobre o assunto sem pedir anonimato. Para o ex-prefeito de Porto Alegre Raul Pont, integrante do Diretório Nacional do PT, Lula é alvo de um processo “tão tendencioso que não resta outro caminho que não a solidariedade e a defesa”. Ele avalia, no entanto, que a difusão das acusações causaram “um estrago no PT na opinião pública”. “O ódio, isso foi alcançado”, disse ele, que admite a possibilidade de Lula não ser candidato no ano que vem.

    • Não será este PONT a ponte para o futuro?
      Será que acredita ele, na inocência de Lulla?
      Processo tendencioso? Quando alguém defende Lulla desta forma, tentando vender que todos estão mentindo ou inventando, pergunto: este pessoal que devolveu dinheiro roubado de todas as maneiras, conseguiu enganar todo o governo petista?
      É uma desfaçatez total, geral e irrestrita!
      Fallavena

  3. No PT, se houvesse alguém com coragem suficiente, deveria aconselhar o lula a ficar calado.
    Quanto mais fala, mais deixa a impressão que esta mesmo é enrolado na lava jato.
    Hoje pela manhã, na radio Jovem Pan, ele tentava explicar que só é proprietário de um imóvel quem consta o nome na escritura.
    Ele certamente nunca ouviu falar em laranja, testa de ferro e outras denominações de pessoas que emprestam o nome para encobrir os verdadeiros proprietários.
    Ele acha que a população no seu todo é tão crédula quanto a militância amestrada do PT.
    Se tudo indica que os imóveis seriam para seu uso, mesmo estando em nomes de terceiros, já esta caracterizado a posse. O nome na escritura é apenas a oficialização da propriedade.

  4. Daqui pra frente, Lula vai presidir o Sindicato das Pulgas e dos Chatos Carcerários, enquanto ainda tiver sua carcaça, depois desencarna, e a alma dele leva pros quinto dos infernos toda desgraceira que ele criou…
    Esse se voltar no Brasil, não nasce nem pulga d’água, o mequetrefe que foi…

  5. Quem, comanda a reforma em um imóvel, escolhendo o tipo de cozinha, o tipo de azulejo, uma piscina, um elevador etc, é o verdadeiro dono do imóvel. Outra versão qualquer é enganação.. Simples assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *