Mas afinal, não somos socialistas?

Mauro Julio Vieira

O Brasil é um dos países que mais cobram impostos do mundo. Recursos não faltam para o governo. O problema é que estes recursos são solapados pela corrupção, que aumentou muito depois que Lula e PT chegaram ao poder. De cara aumentaram o número de ministérios de 22 para 36. Com isso aumentou vergonhosamente os cargos de confiança. Mais de 25 mil.

Essa gente de confiança do PT não ganha menos de 10 mil reais e não se sabe o que fazem para merecer isto.

Com o governo do PT, apareceram as famigeradas ONGS que também usufruem dos privilégios do poder com uma quantidade de dinheiro público absurda que ganham do governante.

Mais: a Bolívia entra com o exército nas refinarias da Petrobrás e as toma de Lula, exporta cocaína para nós, expulsa brasileiros que plantavam lá e regulariza carros roubados no Brasil.

O Paraguai reivindica aquilo que não gastou e leva, dizendo que depois quer mais. E Lula deu. Agora os sem terras de lá discriminam os brasilguaios, que nasceram no Paraguai e portanto são paraguaios. Mas eles, os sem terras, são racistas e xenófobos. Não gostam de quem não é paraguaio puro. Não toleram mestiços.

Cuba anda levando milhões de dólares como o PT no governo. Ainda pouco Dilma foi lá fazer o que já se sabe: apoiar a ditadura e levar mais algum para o seu ídolo.

Enfim, dinheiro existe para o Brasil não ser a Grécia hoje, mas como a Grécia, aqui também tem gente demais ganhando sem merecer. E não existe almoço de graça.

Mas afinal, não somos socialistas?

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *