Médicos sofrem pressões para ministrar cloroquina a pacientes com covid-19

Só 22% dos médicos dizem estar capacitados para atender Covid-19 ...

Associação Paulista de Medicina está denunciando que há pressões

Deu no MSN

Uma pesquisa realizada pela Associação Paulista de Medicina (APM) mostrou que 48,9% dos médicos receberam algum tipo de ameaça de pacientes ou de familiares para realizar tratamento com o uso de cloroquina, hidroxicloroquina ou outro medicamento sem comprovação científica no combate ao novo coronavírus.

Segundo o estudo, para 69,2% dos médicos, as notícias falsas são as principais causadoras desses desentendimentos. “Interferem negativamente, pois levam algumas pessoas a minimizar (ou negar) o problema e, assim, a não observar as recomendações de isolamento social e higiene, ou a não procurar os serviços de saúde”, relata a associação.

DIZEM OS NÚMEROS – Entre os relatos de violência, 37% presenciaram episódios de agressões a médicos ou a outros profissionais da saúde ou administrativos, 21,5% relataram truculência psicológica, 20,7% narraram agressão verbal e 11,5% contaram ataques nas redes sociais.

Outro problema são notícias falsas e remédios ineficazes. O maior estudo brasileiro já feito sobre o uso da hidroxicloroquina em pacientes com sintomas leves ou moderados de covid-19 atestou aquilo que a Organização Mundial de Saúde (OMS) e outros órgãos internacionais já haviam apontado: a droga não tem eficácia no combate contra o novo coronavírus.

A conclusão é de uma pesquisa feita pela coalizão liderada pelos hospitais Albert Einstein, HCor, Sírio-Libanês. Moinhos de Vento, Oswaldo Cruz e Beneficência Portuguesa, pelo Brazilian Clinical Research Institute (BCRI) e pela Rede Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva (BRICNet).

SUBNOTIFICAÇÕES – A Associação Paulista de Medicina (APM) também questionou os médicos sobre a possibilidade de subnotificação nos dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

O levantamento indicou que 45,4% relatam acreditar em subnotificação do governo, enquanto 21,5% têm a percepção de que o número de óbitos veiculados seria inferior.

Reportagem enviada pelo Dr. Ednei Freitas.

11 thoughts on “Médicos sofrem pressões para ministrar cloroquina a pacientes com covid-19

  1. Prezado CN, segue este instigante artigo (talvez o conteúdo explique
    porque Bolsonaro está à frente das pesquisas para 2022, já que grande
    parte da população, não obstante os incontáveis informes de autoridades médicas, infectologistas, intensivistas e da OMS de que a cloroquina e seu derivado não só são ineficazes contra o Covid-19 como podem causar arritmias cardíacas e outras complicações que levam à morte dos pacientes com coronavírus, e mesmo com reiterados avisos à respeito repetidamente reiterados sobre a ineficácia e letalidade da cloroquina no Covid-19, são inúmeros os brasileiros que continuam indo às farmácias para comprar a cloroquina, e pressionam os médicos para lhes receitar esta droga perigosa e mortal para os adoecidos ou até os que temem adoecer pele virose !)

    Estudei muito toda a obra de Sigmund Freud, e , nesse caso, posso lhe afirmar que nem Freud explica este comportamento dos que não ouvem as autoridades médicas, e só ouvem e fazem o que Bolsonaro recomenda). Submeto o artigo à sua avaliação sobre a conveniência de publicá-lo.

    Atenciosamente,

    Ednei José Dutra de Freitas

  2. Prezado Sr. Lionço Ramos Ferreira,

    Como estamos diante de um fenômeno de massa que, como eu disse, nem Freud explica, fui buscar uma explicação para este tipo de adicção no site dos Narcóticos Anônimos, que assim se posicionam sobra a adicção :

    Existe uma grande discussão pública sobre a questão da adicção ser ou não uma doença. Entretanto, faz parte da compreensão e experiência coletiva da irmandade dos Narcóticos Anônimos, pela semelhança das práticas potencialmente letais de uso de drogas comprovadamente tóxicas e mortais consumidas compulsivamente por seguidores de lideranças políticas ou religiosas – e um exemplo atual é a insistência do rebanho para usar a cloroquina no combate ao Covid-19, o que vai na contramão do que falam os cientistas, médicos, e a própria OMS – o que mostra  que a adicção é, de fato, uma doença. Não temos razão para contestarmos essa percepção agora. 

    A nossa experiência com a adicção é que, quando aceitamos que ela é uma doença sobre a qual somos impotentes, tal aceitação fornece uma base para a recuperação através dos Doze Passos. A quantidade de membros de Narcóticos Anônimos vivendo livres da adicção ativa mostra que esta filosofia tem funcionado para nós. 

    Então, embora como uma irmandade não estejamos em posição de argumentar o que é ou não uma doença, no estrito sentido médico, temos plena certeza de que é apropriada a utilização da palavra “doença” para descrever a nossa condição.

    Este é o ponto-chave: profissionais das áreas de medicina, religião, psiquiatria, legislação e direito penal definem adicção em termos que são apropriados para suas áreas de atuação. Nós também. Narcóticos Anônimos, definimos adicção para o propósito de proporcionar recuperação. Os Narcóticos Anônimos tratam a adicção como uma doença, porque isso faz sentido para nós e funciona. A adicção pode ser provocada por meio das mensagens e exemplos que um líder político ou religioso provoca na massa de seus fiéis seguidores, normalmente líderes delirantes ou até psicopatas, cujas mensagens podem prejudicar ou mesmo matar os seguidores desses líderes políticos ou religiosos, mas os seguidores seguem estes líderes de maneira irracional. Não há necessidade de aprofundar este assunto mais do que isso.

  3. Está mais do que comprovado que a cloroquina na não salva ninguém no inicio da doença.
    Se isto fosse verdade o Trump teria comprado toda a cloroquina do planeta, como fez recentemente com a vacina da Pfizer.

    É neste sub país que estamos a discutir com a ciência mundial, e perdemos um tempo precioso, dissipando energias num assunto que já deveria ser página virada.
    Nós não somos nada. Somos um pais atrasado de gente burra e incompetente. Aqui todo mundo se acha!
    A prova disso é que temos o ÚNICO PRESIDENTE DO PLANETA metido a cientista e médico. Se acha no direito de receitar remédios.
    Não esqueçam que este FDP já esteve envolvido em difundir uma pílula do câncer que era totalmente ineficaz. OUTRO PLACEBO!
    Tudo pra ganhar um troco!
    Temos que aceitar que temos um idiota nos comandando que definitivamente não está bem da cabeça. As suas atitudes diárias nos provam isso.
    O povo brasileiro é fácil de manipular a massa não pensa em nada… somos os REIS DA MARIA VAI COM AS OUTRAS.
    Não à toa chegamos onde chegamos.
    O país e os brasileiros, estão pessimamente comandados por um homem que é históricamente um inconsequente. Teve muitíssima sorte na sua trajetória de vida. Deveria ter sido expulso do exército.
    Chegou a presidência porque o pt estava moribundo. Levantou uma bandeira que o povo todo apoiava porque a corrupção tinha chegado a níveis insuportáveis.
    Se tornou presidente com outro golpe de sorte, ocultaram uma investigação de rachadinhas e pronto, o monstro tinha sido criado.
    De lá pra cá, estamos vivendo um verdadeiro calvário, e pasmem, temos no poder um pt de verde e amarelo e seguidores que nos mostram serem iguais aos petistas. Aceitam tudo em nome do novo líder.
    Ainda temos um agravante, o domínio das redes sociais executando disparos de lavagem cerebral em massa.
    Se o supremo impedir isto é, tem que impedir, será um golpe mortal pras ambições do bolsonaro e familícia. É tão importante manter os milicianos digitais que até acionou a AGU pra defender pessoas físicas, tratorando a sua verdadeira função.
    A AGU serve especificamente para representar ativamente e passivamente a União Federal, que é uma pessoa jurídica de direito público, muito diferente da pessoa física do presidente. Cabe a AGU, figurar como um verdadeiro consultor jurídico do presidente da República no exercício das funções inerentes ao cargo do presidente e não no patrocínio de ações como essa.
    Isso nos mostra o total desespero de duas pessoas: 1) do bolsonaro por promover descabida ação.
    2) de André Mendonça, que aceita qualquer desafio pra ficar bem com seu chefe na intenção de abocanhar uma mega sena! Ser nomeado para a próxima vaga que abrirá no vulgar stf.
    A briga é grande pois temos 3 CRÁPULAS disputando uma única vaga.
    Tem ainda o beiçola, que pode atrapalhar os três lambedores de saco.

    Vamos muito mal, pior que nos tempos petistas.

    Vamos nos esborrachar com força!

    Quem viver verá.
    Cordialmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *