Medina Osório diz que Dilma Rousseff pode responder por cinco crimes

Medina Osório expõe os enquadramentos judiciais

Azelma Rodrigues, Hamilton Ferrari e Natália Lambert
Correio Braziliense

Além das acusações a que terá de responder diante dos fatos revelados em delação premiada pelos marqueteiros João Santana e Mônica Moura, a ex-presidente Dilma Rousseff está sujeita a ser processada criminalmente por outros cinco crimes se for confirmada a informação de que ela avisava o casal dos passos da Operação Lava-Jato.

De acordo com a colaboração premiada de Mônica, a então chefe do Executivo teria, inclusive, avisado a eles que seriam presos. “Na noite de 21 de fevereiro, o João falou com ela, que contou que tinha sido visto o mandado de prisão contra nós, na mesa de (José Eduardo) Cardozo”, contou.

VÁRIOS CRIMES – Ex-ministro da Advocacia-geral da União (AGU), Fábio Medina Osório afirma que, como presidente da República, Dilma jamais poderia obstruir a Justiça em conluio com uma pessoa investigada. Para ele, se as delações dos marqueteiros forem confirmadas, a então chefe do governao teria praticado diversos delitos.

“As tipificações se procedem à medida que se avalie a conduta dela. As investigações precisam chegar a essa conclusão com a delação, interceptação das conversas e outras provas que mostrem qual seria a possível vantagem que beneficiaria Dilma Rousseff”, avalia Osório.

Veja os possíveis crimes que a ex-presidente Dilma Rousseff e o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo podem ter cometido ao vazar informações sigilosas: 1) Violação de sigilo; 2) Obstrução da Justiça; 3) Crime de responsabilidade; 4) Crime de corrupção; 5) Crime contra a administração pública.

5 thoughts on “Medina Osório diz que Dilma Rousseff pode responder por cinco crimes

  1. Dilma deve pagar e caro pelos seus crimes!

    Quis o destino que esta mulher mudasse a sua vida de forma absoluta, quando conhecida como subversiva e participante de ilicitudes na década de sessenta e setenta, décadas depois fosse eleita presidente do Brasil!

    Enredo inicial de cinema pela situação extraordinária e dificílima que acontecesse na vida real, pois mais ficção do que realidade.

    Mas, a Dilma teve esta chance, de mostrar ao povo que suas convicções políticas eram as certas, que no comando do país colocaria em ação os motivos pelos quais lutara tempos atrás.

    Pois esta mulher cuspiu na oportunidade mais significativa de um ser humano, que é ser presidente do país onde nasceu, e fazer do seu mandato algo inesquecível.

    Dilma será mesmo inesquecível pelos seus mal feitos, pelos crimes que permitiu que fossem praticados em seu nome e em benefício da sua quadrilha, desde quando foi ministra e chefiava a Petrobrás quando ocasionou o prejuízo de um bilhão de reais pela compra da refinaria de Pasadena, USA, mesmo tendo sido alertada que a compra seria prejudicial!

    Na presidência foi aquilo que se viu e se sentiu da sua péssima gestão, da sua incompetência, da sua corrupção, sua má intenção e desonestidade!

    Dilma também deveria ser enredo de um filme intimista, de uma mulher que no passado era aventureira, irresponsável, delinquente, e que a chance lhe caiu no colo para se redimir e alcançar a notoriedade positiva, e não desta maneira, negativa, e hoje prestes a estar na barras de um tribunal explicando o que já se sabe, que desprezou as oportunidades que a vida lhe presenteara porque seguiu seu destino, de ser uma criminosa!

    • Excelente comentário, amigo Chicão! Descobrimos a cada dia novas bizarrices do governo dessa senhora Dilma, a qual trouxe prejuízos incalculáveis a este país. Não só pelos roubos, mas também pela gestão temerária disseminada em todas as áreas de governo.

  2. Nassif:

    O e-mail fictício que Mônica Moura disse à Lava Jato que usava para se comunicar com a ex-presidente Dilma Rousseff foi registrado em cartório para valer como prova de sua delação no dia 13 de julho de 2016, quando a empresária, esposa do marqueteiro João Santana, estava presa em Curitiba por ordem de Sergio Moro.

    https://goo.gl/xGoyEZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *