Michel Temer está pensando em novos nomes para a Justiça e o BNDES

Resultado de imagem para osmar serraglio charges

É melhor Serraglio ir logo arrumando sua mesa

José Carlos Werneck

Enquanto os olhos e ouvidos do país estavam voltados para o espetáculo circense montado pelo PT em Curitiba, o presidente Michel Temer procurava um novo nome para substituir Osmar Serraglio no ministério da Justiça. Embora tenha convidado Nelson Jobim, que já ocupou a pasta no governo de Fernando Henrique e que declinou da proposta, Temer pensa, novamente, no advogado  Antonio Mariz de Oliveira, mas os óbices politíco-partidários para a substituição permanecem iguais aos que encontrou por ocasião  da escolha de Serraglio.

É que o partido de Temer, o PMDB, diz que a vaga é da cota da agremiação, embora não apresente indicação que esteja à importância do cargo. O presidente da República, como professor de Direito Constitucional, gostaria de emplacar um jurista de peso no ministério, embora suas tentativas anteriores, nesse sentido, não tenham logrado êxito, como aconteceu quando da recusa ao convite, por parte do advogado Carlos Velloso, eminente jurista e ex-ministro do Supremo Tribunal Federal.

ESPECIALISTA – Por ser o Ministério da Justiça uma Pasta de significativa importância, o presidente nutre especial desejo de definir um nome de um especialista de alto calibre e altamente conceituado no meio jurídico, capaz de resolver os gravíssimos problemas de Segurança Pública que o País enfrenta. É tarefa difícil, mas não impossível.

Por fim, o site da revista Época anuncia que Temer teria pedido a Moreira Franco, secretário-geral da Previdência, que encontrasse um nome de peso para substituir Maria Silvia Marques no BNDES. Será?

 

One thought on “Michel Temer está pensando em novos nomes para a Justiça e o BNDES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *