Michel Temer já não acredita na sua própria candidatura à reeleição

Resultado de imagem para temer reeleição charges

Charge do Nani (nanihumor.com)

Pedro do Coutto

Numa entrevista à Empresa Brasileira de Comunicação, reproduzida pela GloboNews, o presidente Michel Temer revelou indiretamente não acreditar no êxito de sua própria candidatura a reeleição, na medida em que, ao se referir à hipótese de uma terceira denúncia contra si, ressaltou não acreditar que ela tenha andamento e citou os motivos: entre eles a falta de oportunidade de parlamentares aprovarem o curso da matéria, faltando seis meses para encerrar o mandato. Outro motivo exposto foi a falta de conteúdo concreto as acusações levantadas contra ele.

O caso da Rodrimar seria o estopim de uma terceira denúncia que teria o destino das outras duas anteriores. Porém, politicamente, o enfoque mais importante de suas palavras refere-se a sua condição de pré-candidato.

JÁ DESANIMOU – Michel Temer já há alguns meses anunciou a intenção de disputar as urnas de outubro pelo MDB. Ora, se acreditasse na possibilidade de ser vitorioso, Michel Temer não poderia afirmar faltarem praticamente seis meses para o término de seu mandato. Com esta afirmação, deixou claro que ou retirará seu nome da disputa, ou então já sentiu ser impossível vencer no voto popular.

Aliás, as hostilidades de que tem sido vítima, como no caso do incêndio na cidade de São Paulo, deixam bem claro sua impopularidade. Impopularidade já acentuada pelas pesquisas, tanto do Ibope quanto do Datafolha.

E a rejeição popular bloqueia praticamente a possibilidade de uma aliança de centro em torno da candidatura de Geraldo Alckmin.

IMPROVÁVEL – Aliás, a aliança em torno de Alckmin configura-se improvável. Não apenas em função de Michel Temer, mas também pelo fato que reflete o enorme desgaste do PSDB, principalmente por causa do episódio Aécio Neves e também pelas denúncias envolvendo a administração de São Paulo.

É claro que, numa disputa em dois turnos, os partidos terão de se aliar entre si. Fato inevitável nas democracias. Porém, as dificuldades estão aí aos olhos de todos.

Em matéria de política o que se verifica é que o eleitorado, também por uma posição liminar, está rejeitando o quadro político de forma geral.

###
DECISÃO DE TOFFOLI COMPLICA LULA

O ministro Dias Tófoli – reportagem de André de Souza , O Globo desta sexta-feira – negou a liminar requerida pelos advogados do ex-presidente Lula no sentido de suspender a ação penal relativa ao sítio de Atibaia, que se  encontra na esfera do juíz Sérgio Moro.

Com isso, a defesa arquitetada em favor do ex-presidente desabou na negativa da liminar. E isso deverá influir numa eventual decisão da segunda turma do Supremo Tribunal Federal. A segunda turma do STF, como se sabe, havia decidido por 3 votos a 2 transferir as delações da Odebrecht para a Justiça Federal de São Paulo. Mas este caso refere-se ao triplex, não ao sítio de Atibaia.

O despacho de Dias Tofoli permite supor que no caso do sítio de Atibaia, o recurso de Lula deverá ser negado, pois não faria sentido que Tofoli, ao apreciá-lo fosse adotar procedimento diverso do que decidiu quanto a liminar.

3 thoughts on “Michel Temer já não acredita na sua própria candidatura à reeleição

  1. “O último a saber”. Como antigamente se dizia, do homem traido pela mulher. Ou ele finge que não percebe sua impopularidade!

Deixe uma resposta para Carmen Lins Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *