Michelle está arrasada, lamenta Bolsonaro após revelações sobre a família dela

Resultado de imagem para veja e michelle

Veja aponta ligações da família de Michelle com milícia no DF

Talita Fernandes, Daniel Carvalho e Danielle Brant
Folha

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, está arrasada e abatida com a publicação de histórias envolvendo sua família, entre elas a divulgação de que sua avó foi presa por tráfico de drogas e que dois tios maternos enfrentam problemas com a polícia, afirmou nesta sexta-feira (dia 16) o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Ao sair de um evento no Palácio do Planalto, Bolsonaro reconheceu que as reportagens publicadas pela revista Veja e pelo jornal Metrópoles sobre a família da primeira-dama são verdadeiras. O presidente questionou, no entanto, o “ganho jornalístico” com a divulgação das informações.

TRABALHO SOCIAL -“Quem ganha com isso? Para que esculachar a minha esposa e dizer que ela não tem legitimidade para fazer o trabalho social que ela faz? Ela está abatida, arrasada, para que isso?”, disse o presidente.

A avó de Michelle, que ficou dois dias em uma maca num hospital da periferia do Distrito Federal, como revelou a Folha no último sábado (10), tem em seu passado uma prisão em flagrante por tráfico de drogas.

A revista Veja teve acesso a documentos da 1ª Vara de Entorpecentes e Contravenções Penais do Distrito Federal que apontam que, aos 55 anos, ela foi presa em flagrante com pacotes de merla, um subproduto da cocaína.

CONDENADA – Maria Aparecida teria confessado o crime, mas, na Justiça, voltou atrás na versão. A avó da primeira-dama foi, então, sentenciada a cumprir pena em uma penitenciária do Gama, região administrativa do Distrito Federal. Lá, foi acusada de subornar um agente para que a levasse para casa.

Maria Aparecida só deixou a penitenciária, em liberdade condicional, em 1999, após cumprir dois anos e dois meses de prisão. A revista publicou ainda que a mãe de Michelle, Maria das Graças, tinha dois registros civis, um falso e um verdadeiro.

Ela foi investigada pela Delegacia de Falsificações e Defraudações de Brasília e indiciada pela Justiça sob suspeita de falsidade ideológica. O crime prescreveu e o processo foi arquivado, de acordo com a publicação.

MAIS FRAUDE – Sobre a mãe da primeira-dama, o jornal Metrópoles afirma ainda que ela está inscrita em um programa habitacional do governo do Distrito Federal com um RG emitido em Goiás que contém informações adulteradas.

Disse que, sob nome falso, consta uma ocorrência de lesão corporal em 2007. Ela teria agredido a pedradas um senhor de 62 anos —à época— que seria locatário de Maria das Graças. A mãe da primeira-dama teria alegado que ele estava com aluguel atrasado.

Segundo a Veja, o tio preferido da primeira-dama, João Batista Firmo Ferreira, sargento aposentado da Polícia Militar de Brasília, foi preso em maio deste ano sob a suspeita de integrar uma milícia na favela onde mora com a avó de Michelle. Ele foi um dos poucos familiares que compareceram à posse de Bolsonaro.

BRAÇO ARMADO – O Ministério Público diz que João Batista e sete outros PMs eram o braço armado de uma quadrilha que atuava na venda ilegal de lotes na favela Sol Nascente, por meio de ameaças e eliminação de desafetos. O processo tramita sob segredo de Justiça.

A Veja diz ainda que, nos quase 90 dias em que João Batista está detido na penitenciária da Papuda, em Brasília, o sargento aposentado não recebeu visita ou ajuda de nenhum familiar.

O jornal Metrópoles traz informações sobre outro tio materno de Michelle, condenado, em 2018, a pouco mais de 14 anos de prisão por estupro. A denúncia foi feita por duas sobrinhas do tio da primeira-dama, que revelaram que o crime ocorreu quando eram crianças.

LATROCÍNIO – O avô materno de Michelle, prossegue o jornal, foi assassinado brutalmente, em investigação que concluiu que o crime foi latrocínio — roubo seguido de morte.

No último sábado (10), a Folha revelou que Maria Aparecida Firmo Ferreira, 78 anos, estava, havia mais de dois dias, em uma maca, com outros pacientes, no corredor do Hospital Regional de Ceilândia. Após a publicação da reportagem, a idosa foi transferida para o Hospital de Base, unidade com mais estrutura. Lá, passou por uma cirurgia de urgência por causa de uma fratura na bacia, da qual ainda está se recuperando.

Nesta sexta, Bolsonaro voltou a se pronunciar sobre esse caso. “O que puder fazer para ajudar a gente ajuda, mas eu não vou ligar para um diretor de hospital dar um tratamento, passa na frente a avó da Michelle. Não vou fazer isso. É intenção minha e ponto final, pô. Não tem privilégio para nós”, disse.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Sem comentários. (C.N.)

 

28 thoughts on “Michelle está arrasada, lamenta Bolsonaro após revelações sobre a família dela

    • A canalhada vermelha não sossega, acharam que ficariam 30 anos no poder, ficaram 16, e não se conformam.
      Mas roubaram muito, mas bota muito nisso…
      Agora, só resta atacar, atacar, atacar.
      Mas pouco a pouco estão caindo no ridiculo, no esquecimento, no ostracismo.
      Essa de esquerda x direita é so pra enganar incautos. A Guerra no Brasil é Quadrilha x Brasil…e nao será fácil limpar essa caca toda!!!

  1. O idiota não entendeu. Quem ganha e a Michelle, que esta sendo malhada por ter se afastado da vó e da mãe. A reportagem tentou, no meu entender, explicar, justificar, o porque do afastamento

  2. Ele entendeu que seria pedir uma atenção especial do diretor do hospital! kkk Seria um tratamento especial da filha e do genro, assumindo um hospital para a senhora avó da Michelle.

  3. Aqui em Brasília dizem que o tal Metrópolis é do honestíssimo Luiz Estevão…

    Já a Ceilândia, como todo o país, se transformou em uma grande boca de fumo: cada rua tem um traficante de plantão.

      • A petezada tb não tem desconfiômetro, ao que parece, não se faz de rogada, não se dá por achada e nem pega no flagra com as bocas nas botijas. Tiveram o Bolsonaro que fizeram por merecer. O diabo é que todos estamos pagando pelo pato manco, culpados e inocentes. Por tudo isso, não há como negar que a RPL-PNBC-DD-ME, que busca resolver os últimos 519 anos de Brasil, está repleta de razão e ninguém em sã consciência e moralmente limpo ousa contestá-la,

  4. Independente de quem seja, discordo desse tipo de reportagem, explorando parentes para depreciar e constranger quem a imprensa elege para ser atingida.
    No mínimo, a ética foi posta de lado.

    Mas, diante do período que vive o Brasil, onde prevalece a imoralidade, a corrupção, a desonestidade, a falcatrua, a injustiça, uma notícia abordando a família da primeira-dama é até corriqueiro, ainda mais trazendo à tona problemas de ordem policial, como se as demais famílias brasileiras fossem modelo de comportamento!

    A campanha contra Bolsonaro é sórdida, rasteira, sem qualquer limite para desestabilizar o seu governo. Vale tudo!

    A bela Michelle quando no dia da posse do marido se comunicou com o povo através de sinais (Libras), conquistou o Brasil.
    Não só pela sua classe, beleza e simpatia, mas por resgatar a necessidade de nos preocuparmos mais com esse método de se dialogar com surdos e mudos.

    Bastou para que a mídia composta por mulheres feias, frustradas, mal amadas, se rebelassem contra a formosa mulher em rebaixá-la o quanto fosse possível e imaginável.

    Ora, nada melhor para ferir alguém quando se comenta sobre a sua família com palavras utilizadas para humilhá-la, mostrar ao país que aquela mulher que nos havia enternecido pertence à máfia brasiliense!

    Deplorável.

    A mídia nacional perdeu a sua dignidade há muito tempo.
    Desde que se comprometeu muito mais com a política, deixando de lado a sua razão de ser, a essência do jornalismo, que é informar e escrever verdades e não interpretações ou opiniões, a queda de credibilidade foi natural.
    Jornais e revistas vendem menos, audiências na TV despencaram, além de querer de qualquer maneira determinar para o país quem deve ou não nos governar.

    A mídia julga-se inatacável, inatingível, então pensa que pode exagerar, abandonar critérios éticos e morais, ignorar o sentido de suas reportagens, desde que sirvam para os objetivos traçados, de elogiar ou humilhar quem não aceitam no Planalto.

    No entanto, tal aversão a Bolsonaro não advém dos mesmos crimes que Lula praticou, como se o presidente estivesse dando sequência aos delitos petistas, não.
    O ódio irascível da imprensa tem como causa o corte nas verbas milionárias concedidas pelos governos anteriores, de modo que os veículos de comunicação e jornalistas comprados falassem bem da administração que os pagava regiamente!

    A fonte secou, mas jorrou uma campanha pérfida, solerte, sórdida, contra Bolsonaro e de quem dele está próximo.

    Antes, com o PT no poder, mesmo com as notícias do quanto dilapidava o Brasil, roubava, explorava e manipulava o povo, a mídia se mantinha quieta, calada, e surgiram jornalistas conhecidos nacionalmente criando blogs em defesa de Lula, apoiando Lula, dizendo que Lula era inocente.
    Aliás, quando aquele energúmeno petista chamado Sibá Machado, veio a público dizer que os roubos na Petrobrás eram causados pela CIA, ao me lembrar desta declaração desato-me a rir compulsivamente.
    Não há nenhum agente da CIA preso, porém Lula, ladrão e genocida!

    A Michelle tem o meu apreço, a minha solidariedade, o meu apoio.
    E lhe envio o meu abraço de marido, pai e avô, dizendo-lhe que desconsidere as agressões, as alusões publicadas com segundas intenções.

    Ergue a cabeça, menina, e mostra a tua correção de comportamento, que não te deixaste influenciar pelos pecados de gente próxima a ti, e que não podem ser também crucificados justamente por aqueles que têm mais erros e falhas que os delitos que algumas pessoas da tua família cometeram!

    • Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Xicão, o depósito do Queroizão mafioso, miliciano, “faz-tudo” do marido dela e família, direto na conta dela é um fato, não é boato, não é intriga da mídia e nem da oposição. E só não estão todos preso, porque se elegeram, idem em ralação ao Guedes, “ministro” da economia dos mesmos. Cadê a sua moral gaúcha ?

      • Mário,

        “Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.”

        Se a Michelle tem algo a ver com o depósito de 24 mil que lhe fizeram na conta, trata-se de um problema;
        a Michelle sendo alvo de reportagens mal intencionadas, pois o objetivo é humilhá-la publicamente, a questão é diferente.

        Logo, a minha moral está intacta, e sendo eu gaúcho ou paraense, carioca, paulista, mineiro, goiano, baiano …. tanto faz.

        Além disso, a minha família não se meteu em encrenca, e tampouco tive depósitos na minha conta sem origem esclarecida.

        A minha moral gaúcha como podes ver,mantém-se inabalável, e com mais um predicado:
        Não podemos somar arroz com feijão.
        Portanto, se a bela Michelle tem algo de ruim neste depósito que lhe fizeram, que explique, agora, estar sendo desta forma agredida e ofendida, não mesmo.

        Questão de moral gaúcha e manutenção do que deve ser separado, e não misturado.

        Saúde.

    • Caro Bendl,
      Você está certo.
      Não tenho nenhuma admiração pelo Bolsonaro, mas desenterrar casos de crimes da família da primeira dama é uma maneira covarde de ataca-la e atingir o presidente.
      Ninguém pode ser culpados por erros dos seus parentes e ninguém está livre de ter um parente criminoso.
      Não há necessidade dessa baixeza para desmoralizar o presidente, Um governo tem que ser analisado pelos seus atos errados e, não faltam assuntos para tal.
      Um grande abraço amigo

      • Jacob, meu caro amigo,

        Obrigado pelo comentário e apoio ao que escrevi.

        Precisamos separar as estações ou será difícil seguir adiante.
        Neste mar de lama que nos encontramos, a turma quer que todos mergulhem, enquanto muitos estão à margem da corrução e crimes que se tornaram cotidianos nos poderes constituídos!

        Se a pessoa não se joga, eles tentam de enlamear, sujar, caluniar, difamar, menosprezar e desmerecer.

        Essa dúbia reportagem sobre a família da Michelle tem o sentido de atacar Bolsonaro e criminalizar a sua mulher.

        Convenhamos, repugnante esse tipo de mídia nacional.

        Grande abraço.
        Saúde, muita saúde.

  5. Bendl; querer justificar um erro com outro
    nao da. O pt fez o que fez e foi escorraçado pelo povo. E o lulla esta preso. Mas, não tem jeito, eu sei.
    Contra a força n há resistência e contra o fanatismo não existe argumentos.

    • JHOMER,

      Que erro compensei?
      Que a mulher de Bolsonaro é culpada pelos erros da sua família, e eu disse o contrário?

      Ué, mas o que ela tem a ver com os desvios de conduta da parentada ou de alguns de seus membros?

      Se eu não separar essa questão familiar da conduta política e pessoal, então não haveria nenhum brasileiro solto!
      Todos nós desveríamos estar presos porque um que outro antepassado nosso cometeu algum tipo de crime!

      Seria esta a tua ideia?

      Os familiares de Lula, principalmente seus filhos, têm ficha em cartório.
      Lula, ladrão e genocida, tem uma lista de delitos que vai de SP ao RS.
      Michelle não.
      A sua vida é limpa, sem mácula, e o modo como ela vive e trata seus familiares, o problema é exclusivamente dela!!

      Quanto a dº Marisa, falecida esposa de Lula morreu, escrevi um comentário onde fui criticado duramente por alguns colegas, apesar de a maioria ter concordado comigo.

      Eu admitia que aquela senhora jamais poderia ser acusada de nada referente ao seu esposo, Lula.
      Na condição de esposa e mãe de seus filhos, decidiu viver ao seu lado até morrer.
      E foi o que fez com honra e dignidade.
      A Marisa não roubou, não era do PT, não sabia de estratégia e tática política, não se intrometia nos assuntos do marido, logo, uma senhora respeitável.

      Quem discordar de mim, então que proponha uma lei para o congresso, que todo e qualquer parente de um criminoso até o segundo grau, que também seja preso com o delinquente!

      Pronto, resolvido.
      Agora, enquanto a mãe, irmã, esposa, apenas for a companheira do bandido, pergunto JHOMER, aonde que a Michelle errou??!!
      Aonde que eu quis compensar um erro com outro?!

      Saúde.

  6. Seria interessante o editor nos fazer entender o “sem comentários”. Só para ajudar os ainda leitores da NewTI.
    Seria por apoiar a matéria dessa praga que é a revista veja?
    Nem estando em recuperação judicial conseguem fazer uma reflexão? Não leio essa merda desde da Escola de Base, lembram-se?

    Ou o segundo motivo seria o fato de não concordar com a matéria ridicula. Seria um respiro de bom senso, o que acho dificil.
    Bem NewsTI, parece que o foco e objetivo está planejafo e traçado, deveria ser isenta, mas se solidariza com a “preparadissima” imprensa e midia nacional.
    Agora, uma pergunta:
    Como terminou a equilibrada, democrática, civilizada e isenta recente eleição na ABI?

    Obs.:
    Se a primeira dama se afasta da familia, é acusada de abandono.
    Se se aproxima ou ajuda, é porque beneficia.
    Boa foi a Dona Marisa, essa foi porreta, posso estar errada, mas conheceu LulaDrão ele ainda era “enrolado” e mesmo junto ao Meliante, aceitava a Amizade dele com D.Rosemary, que era casada e o marido se beneficiava..
    Coisa boa os 24 qnos de Socialismo Moreno.
    FFHHCC tinha filho com Jornalista é era bacana. O filho, um Playboy que trabava pacas.

    Bem, a midia isentona, pre isa definir o que quer como primeira dama. Muito importante isso, assim como o corte de cabelo presidencial.

    O importante é que as pr8vatizações estão vindo a galope.
    Correios e BNDES sendo exorcizados.
    Quando se aproxima a parte final é que o inimigo mais se debate.
    Como diria o Comunista J.Saldanha, vida que segue!

    Ah…e a ABI?

  7. Caro Bendl,
    Você está correto no teu ponto de vista.
    Estão tentando enxovalhar uma moça que é filha de família humilde, filha da periferia, ou melhor, na linguagem politicamente correta,”…filha da comunidade”! Essa moça teve o destino de alçar à posição de primeira dama do País. Respeitem.
    Olhem nosso passado recente.
    Ou nós respeitamos o nosso País ou vamos a lugar nenhum.
    Está insuportável ver, ler e escutar tanta notícia desvairada manifesta nas diversas mídias.
    Agora, propostas e discussões em melhorar o nosso povo, a educação, tirar do desemprego 14 milhões e quase o dobro de brasileiros que desistiram de procurar emprego por portas estarem fechadas! Isto não é importante.
    Triste País o nosso.
    Saudações BENDL!

  8. Prezado Vitor Cast,

    Obrigado pelo comentário dirigido a mim, e me alegro que tenhas concordado comigo.

    A Veja não quis apenas fazer uma reportagem cujo teor dava a entender que Michelle negligenciava a sua avó, não.
    A intenção foi de depreciar a sua imagem, atingindo Bolsonaro.

    Matava-se dois coelhos de uma só cajadada, deve ter pensado o autor da matéria.

    No entanto, parte da mídia ainda tem em mente que suas publicações são infalíveis, incontestáveis, desconsiderando que hoje a imprensa está desacreditada pelo povo.

    Logo, notícias deploráveis que ofendem e agridem as pessoas devem ser repudiadas, pelo fato de a mídia comprovar que deletou a ética de suas publicações.

    Forte abraço, meu caro amigo.
    Saúde.

  9. Não tem privilégio? Ué. Helicóptero para a família foi privilégio. Querer colocar o filho na embaixada é privilégio. Querer encerrar as investigações contra o filho é privilégio. Ele só usa os privilégios quando quer. #BolsonaroDitador #BolsonaroCriminoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *