Milagre político brasileiro: número de presidenciáveis diminui, ao invés de aumentar.

Carlos Newton

A sucessão presidencial está ficando cada vez mais esquisita e confusa. Havia pelo menos seis presidenciáveis, a saber: Dilma Rousseff ou Lula, pelo PT; Aécio Neves ou José Serra, PSDB; Eduardo Campos, PSB, e Marina Silva, sem partido.

Como Serra desistiu de disputar pelo PPS, um dos dois estará fora da disputa: ou ele ou Aécio, porque tudo indica que o PSDB terá de fazer prévias para escolher o candidato.

Da mesma forma, o PT vai lançar Dilma ou Lula, assim como o PSB terá de escolher entre Eduardo Campos e Marina Silva, recém-filiada.

Traduzindo: como Lula manda no PT e Campos manda no PSB, deverão ser os candidatos. mas Dilma acha que a vez é dela, fica combinado assim.

Estão faltando no páreo dois interessados – o eterno presidenciável Ciro Gomes, que até agora, no final da tarde de sábado, ninguém ainda sabe a que partido se filiou (se ao PROS ou ao PDT), e o ministro Joaquim Barbosa, que tem até o dia 5 de abril de 2014 para se decidir.

APENAS 3 CANDIDATOS

Por enquanto, temos apenas três candidatos decididamente assumidos. A sucessão está entre Dilma, Aécio e Eduardo Campos.

Marina, surpreendentemente, ficou completamente fora do baralho. Tem muito mais votos do que Campos,mas o partido é dele. Ela só será candidata se ele deixar.

Muita água ainda vai rolar, porém. Certamente amanhã saberemos o que destino de um dos quatro pretendentes – Ciro Gomes, que até o momento não revelou a que partido se filiou.

Quanto a Joaquim Barbosa, é o único que pode esperar para ver como é que fica. Mas tem chances de vitória, não há dúvida. Ser o primeiro presidente negro pode ser um sonho realizável para ele. Tudo é possível neste país meio psicodélico politicamente, digamos assim.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

15 thoughts on “Milagre político brasileiro: número de presidenciáveis diminui, ao invés de aumentar.

  1. Uma saída não prevista pela crônica. Não dá para entender a atitude da Marina. Na verdade, demonstrou ser uma petista enrustida: acabou traindo seus eleitores. Tudo nebuloso no cenário político, a não ser que o Eduardo entregue a rapadura – o que é duvidoso. Enfim, até agora, o que se percebe é que ela jogou a toalha. É o “modus faciendi” dos políticos brasileiros. Compromisso só de mentirinha.

  2. Em 2002 eu torci e esperei para que acontecessem 3 coisas que me deixasse alegre.
    Minha filha passar no vestibular
    Lula ser presidente do Brasil
    O Santos F.C. ser Campeão Nacional
    Lula ganhou a eleição e o Santos foi campeão
    Minha filha não passou no vestibular, só conseguiu passar em 2003

    Em 2014 vou esperar por 3 acontecimentos que me deixará muito alegre:
    O Brasil perder a Copa (para não deixar o povo anestesiado e fechar os olhos para os graves problemas que nossa nação enfrenta), pois se ganhar vai favorecer o governo petista.
    O PT perder a eleição presidencial
    O PT não ganhar a eleição para governador na Bahia

  3. Depois de desancar o sistema partidária, as oligarquias, e o escambal, a ex-senadora “assinou contrato com o psb”…Só falta “beijar a camisa”…

    Resta saber se a jogada do cartola eduardo campos vai dar o resultado esperado, e fortalecer o time dos neoconservadores, ou se este pessoal vai continuar onde merece: na segunda divisão da política brasileira

  4. Antes de morrer eu gostaria de ver toda a esquerda sair do poder. Se sair o PT, porque ficar a esquerda de Marina (que foi petista por mais de 20 anos) e Eduardo Campos (neto de Arraes e fez parte do governo do PT por muito tempo)?
    Privatizar a Petrobras, acabar com a Caixa Econômica e privatizar empresas de água e energia.
    Acabar com esta mamata de tanto emprego público onde muitos batem o cartão e volta para casa, milhares de funcionários para servir a 81 Senadores Marajás, Voto facultativo, diminuição do número de senadores, deputados federais e estaduais assim como a diminuição do número de Vereadores em todo o Brasil. Baixar o salário de todos os políticos e tirar parte das mordomias deles. Também acabar com a impunidade que os blinda ao praticarem atos de corrupção etc.
    Ainda quero alcançar neste país um povo disposto a arregaçar as mangas da camisa e trabalhar e não viver como um improdutivo em repartição pública atendendo mal a quem precisa de seus serviços.
    O camarada tem garantia de emprego, então porque trabalhar produzir tanto!
    Acabar com esta mamata de Bolsa Família.
    Acabar com as mamatas recebidas por empresários via BNDS.
    Acabar com o ESTADO MÃEZONA. Isso fará com que tanto o rico como o pobre tome gosto por trabalho e toda a produção de todos os tipos de produtos crescerá em nosso país, elevando o PIB às alturas.

    • Sr. João.

      Ainda temos um contingente de 5,3% de desocupados. Se a população economicamente ativa é de 100 milhões de brasileiros, segundo o IBGE, então, temos cinco milhões e trezentas mil pessoas sem trabalho. É com esse pessoal que a produção nacional vai subir. E com o aumento da produtividade, claro.

  5. Marina perde parte de sua aura de “reserva moral”, e de “diferente de tudo que está aí”. Enquadra-se na lógica eleitoral. Por isso, Eduardo Campos ganha muito mais que Marina com a parceria. Vira gente grande na política, ainda que Dilma siga favorita.

    E quanto aos tucanos? Aécio ainda vai desistir da candidatura a presidente, para se lançar ao governo mineiro em 2014. O PSDB está sem candidato em Minas, Pimentel do PT é o favorito. Seria um risco grande demais para Aécio perder o feudo mineiro, correndo ainda o risco de ficar em terceiro na eleição nacional.

    Não foi por outro motivo que Serra decidiu ficar no PSDB.

  6. Já faz tempo que os Presidentes Brasileiros representam os grandes grupos, brasileiros e internacionais, e não vai ser nesta eleição que será diferente.

    Palavras do Lulanóquio:

    “Obviamente que, tendo em vista os lucros que tiveram o Itaú, o Bradesco e os outros bancos, o Fernando Henrique Cardoso não é nem pai: ele é pai, mãe, avô, avó, tio, tia do sistema financeiro, que nunca ganhou tanto dinheiro como está ganhando agora”.
    (Candidato Lula, 2001, Entrevista a Ziraldo)

    Palavras do Banqueiro depois das eleições:

    “Quando ele foi eleito, eu tive uma preocupação de que levasse o governo para uma linha de esquerda, mas ele foi mais conservador do que eu esperava”.
    Olavo Egydio Setúbal, presidente do conselho de administração da holding que controla o banco Itaú.
    (12/08/2006)

    Quem sustenta o marqueteiro e o caixa dois (hoje dita de campanha) são os grandes empresários.

  7. Pior para AÉCIO, o PMDB ficou sem poder fazer aliança com o Eduardo Campo, isto foi uma grande mudança. O EDUARDO agora é o candidato da GLOBO. É, somos nós contra a Globo.

  8. JOÃO DE UMA REGIÃO ATRASADA, nela vivemos nós. E como a região merece melhores governantes!!! Creio que um de seus sonhos será realizado em 2014: na Bahia, o PT descerá pelo ralo nas próximas eleições.

  9. Esse Joao é uma piada, ate hoje so conheço dois tipos de funcionarios que recebem sem trabalhar, uma é notoria conhecida, a filha de Fernando Henrique, que nem batia cartao para receber seu salario no Senado, e outros såo uma centena de medicos, esses sim batiam os cartoes e iam tranquilamente embora, deixando uma legiao de necessitados por atendimento medico a verem navios. Parece que agora com o programa mais medicos, essa pratica vergonhosa de alguns medicos brasileiros esra diminuindo

  10. Também tenho sonhos parecidos, João!!
    Queria um Brasil livre do visgo petista, e assemelhados, e da sua influência em todos os setores da mídia.
    Queria um Brasil que me enchesse de orgulho, com um governo comprometido com a Saúde , a Educação e o crescimento das nossas indústrias.
    Um país que valorizasse Ciência e Tecnologia….
    Um país decente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *