Ministério Público abre investigação sobre viagens de Cabral de helicóptero

20 de junho - 13h04: Cabral e o filho Marco Antono embarcam no Agusta, aeronave comprada em 2011 por 15,7 milhões de reais, rumo ao Palácio Guanabara, que fica a uma distância de apenas sete quilômetros

 

20 de junho – 13h04: Cabral e o filho Marco Antonio embarcam no Augusta, aeronave comprada em 2011 por 15,7 milhões de reais, rumo ao Palácio Guanabara, que fica a uma distância de apenas sete quilômetros
Foto Oscar Cabral

 

Cecília Ritto (Veja)

O Ministério Público do estado do Rio de Janeiro vai abrir investigação para apurar o uso que o governador Sérgio Cabral, do PMDB, tem feito dos helicópteros oficiais para se deslocar até o Palácio Guanabara, nos dias de semana, e até sua casa em Mangaratiba, na Costa Verde. O procurador-geral de Justiça do Rio, Marfan Vieira, conversou, na manhã desta segunda-feira, com o deputado estadual Luiz Paulo Corrêa da Rocha, do PSDB. No telefonema, o deputado perguntou se havia necessidade de o MP ser acionado por escrito. A resposta de Marfan a Corrêa da Rocha, por volta das 10h30, foi de que o Ministério Público faria uma apuração por ofício, a partir das informações reveladas por VEJA desta semana. A reportagem mostrou que, diariamente, Cabral usa helicópteros para ir do Leblon ao Guanabara, num percurso de 10 quilômetros. As viagens, por ano, custam 3,8 milhões de reais aos cofres públicos.

Os deputados Corrêa da Rocha, Marcelo Freixo, do PSOL, e Paulo Ramos, do PDT, combinaram algumas medidas para que sejam feitas investigações sobre as viagens de helicóptero de Cabral e família. Os deputados protocolam, nesta segunda, denúncia por crime de responsabilidade e por quebra de decoro na presidência da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). A outra denúncia será para que o MP investigue o governador por improbidade administrativa.

CRIME DE PECULATO

A terceira iniciativa do trio de deputados é entregar ao Ministério Público Federal uma representação contra o governador por crime de peculato. Como o governador tem foro privilegiado, responde no Superior Tribunal de Justiça. Neste caso, quem denuncia é o procurador da República via MPF. “Entendo claramente que há três dispositivos constitucionais duramente contrariados: o princípio da moralidade, da razoabilidade e da eficiência”, diz o deputado tucano.

Freixo também fez um requerimento de informações para o governo do estado sobre o uso de aeronaves: quantas são, para que são usadas, quem as usa. “Para que haja investigação, será necessário o apoio das ruas, a pressão popular. Tanto a Alerj como o Ministério Público vão agir impactados pela reação da população. A derrota da PEC 37 aconteceu porque a sociedade ouviu o MP e pediu que o órgão continuasse a ter poder de investigação. Hoje, o MP é quem tem que ouvir as ruas”, afirmou Freixo.

A reportagem mostrou ainda que um dos sete helicópteros do estado – um Agusta AW 109, comprado em 2011 por 9.732.934 dólares (o equivalente a 15.233.015 reais, à época) – é usado todo fim de semana pela família do governador. Toda sexta-feira, o luxuoso helicóptero – considerado uma limusine do ar – leva a mulher do governador, Adriana Ancelmo, os filhos, as babás e o cachorro da família para Mangaratiba, onde Cabral tem uma mansão. Sábado, a aeronave leva o governador. Domingo, o “helicóptero da alegria”, como chamam os pilotos, faz duas viagens, uma delas apelidada de “voo das babás”.

“Usar um helicóptero oficial, pago com dinheiro público para levar a mulher, filho, babá e cachorro para mansão, em Mangaratiba, é inadmissível. Isso faz mal à democracia. Ele tem a certeza da impunidade”, afirma Freixo, que verificará se os abusos com viaturas oficiais são qualificados como improbidade ou peculato. “Não tenho dúvidas que se trata de crime. Ele é o nome mais criticado nas passeatas que têm mobilizado o Rio, mas se recusa a ouvir a voz das ruas.”

A deputada Janira Rocha (PSOL) pedirá à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a relação de todos os passageiros que utilizam os helicópteros do governo do estado do Rio.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

19 thoughts on “Ministério Público abre investigação sobre viagens de Cabral de helicóptero

  1. O cinismo deste desgovernador nos deixa perplexo, a declaração dele na tv é de nos deixar indgnados, como: “TODOS FAZEM A MESMA COISA”
    Será que está correto, deveria dar o exemplo e não copiar o erro, alguém tinha que falar pra este senhor que ele está totalmente errado e o MP deve cobrar todas as despesas que causou ao erário público.

  2. Essa figura nefasta do desgovernador ditadorzinho Sérgio Cabral é mesmo um sem noção. “Não fiz nenhuma estripulia” diz esse idiota candidamente. Senhor desgovernador ditadorzinho, o que o senhor faz se chama safadeza, isso sim.

  3. O Cabralzinho conseguiu o impossível. Transformou o Chagas Freitas, Moreira Franco Marcelo Alencar&Filhos e a dupla Garotinho&Rosinha em simples “trombadinhas”.

  4. E AINDA RECLAMAVAM DO BRIZOLA QUE :

    1) CONSTRUIU ESCOLA EM TEMPO INTEGRAL,

    2) NA MARRA LEVOU A GRATUIDADE Do TRANSPORTE PUBLICO AOS ESTUDANTES DA REDE PUBLICA, INÉDITO NO PAIS !
    3) NA MARRA LEVOU CTC A TRANSPORTAR PASSAGEIROS PELA LINHA VERMELHA POIS AS PRIVADAS QUERIAM COBRAR MAIS POR PASSAR NA LINHA VERMELHA em direcao a ilha do governador ,

    ISSO SEM CONTAR COM OS PREÇOS DO METRO , BARCAS E TRENS SEMPRE INFERIORES AOS PREÇOS DOS ÔNIBUS .

  5. Esqueceu de colocar a prancha de surf e os colegas do filho!!

    O ministério público tem que aproveitar e investiga os indícios de corrupção, como o governador comprou a sua casa no Leblon , a mansão em Mangaratiba, o enriquecimento ilícito do secretario de saúde, os superfaturamento das construtoras, a vista grossa do tribunal de contas do município, a omissão das policias e a própria.

  6. Hoje, de Brasília, Sergio Cabral considerou muito NATURAL ele usar helicópteros para ir e voltar do trabalho, bem como para ir com a família, empregados e cachorrinho à casa de praia. E ainda falou mais outras bobagens

    Nunca vi tanta cara-de-pau! Já que ele não tem vergonha, nós cidadãos do Estado do RJ acabamos sentindo aquela chamada “vergonha alheia”, perante os cidadãos dos outros Estados brasileiros, por termos um pilantra assim governando o nosso Estado!

  7. “Dancinha em Paris” e agora o uso do helicóptero. A AGETRANSP é um cabide de empregos que não serve para fiscalizar nenhuma concessionária do serviço de transporte público. O Secretário Julio Lopes sumiu desde o acidente com o bonde de Sta. Teresa. Não vejo o MP estadual fazer nada a respeito das condutas do Governador, do Secretário ou da agência reguladora. Se queriam independência para investigar e contaram com a ajuda da população para a derrubada da PEC 37, não podem dever favor em razão de nomeação para o cargo de Procurador Geral.

  8. Infelizmente a prática de imoralidades, como essa praticada pelo governador do Rio de Janeiro, não é punida como improbidade, se houvesse um sistema de investigação e punição atuante seria aproveitado como indícios de corrupção.
    Fazendo um paralelo com o caso da China citado por Darcy, na Arábia Saudita ladrão é AMPUTADO, no Brasil vira DEPUTADO!

  9. O Cabral, se este fosse um País sério, a muito estaria vendo o sol nascer quadrado. Sua fortuna deveria ser investigada, pois, nunca trabalhou, o salário da “politicagem”, não cobre o custo da Mansão da “Costa Verde”. A questão da DELTA, Guardanapo de Paris, a grana do Pão e Circo da Fifa,etc. e o que nos dana, é a cobertura que o “moço” tem do Governo do PT a titulo de governabilidade.
    Outro, o Sergio Cortes, tem duas mansões, se defende com a desculpa, dizendo que o TCE aprovou suas contas, infelizmente o TCE, aprova os roubos dos Gestores, descumprindo sua finalidade: Fiscalizar o gasto, e
    acionar o MP e a JUSTIÇA.
    Se desculpar em cima do crime de outros, mostra que também é criminoso,que não tem moral e ética,o velho ditado: rouba mas faz, é uma “porrada na cara do Cidadão” que é explorado de todas as maneiras pelos Gestores da “coisa pública”.
    Rui, estou contigo e não abro, e De Gaulle, sofro ao dizer: você está certíssimo.
    Por um BRASIL DECENTE E JUSTO.;

  10. Cabralzinho e moreira franco, os dois piores governadores da história do RJ, quiçá do Brasil. Tenho vergonha desses dois terem governado o meu Estado!

  11. Aproveito o comentário do Theo Fernandes,para perguntar: Quem fiscaliza o TCE?
    Até quando,vamos ficar “com a bunda exposta na janela”? (Gonzaguinha)
    Barão

  12. Isso não é nada. Há boatos circulando no Rio de Janeiro de que o Governador e sua mulher Adriano Ancelmo compraram uma cobertura na Delfim Moreira (esquina da Rua Guilhermina Guinle) para fazer de armário. Se for verdade, talvez seja o armário mais caro do mundo. Será que alguém vai se predispor a investigar?

  13. Incorre em crime de prevaricação a autoridade que retarda ou deixa de praticar ato de ofício. Se o Marfan retardar muito ou enrolar cabe uma representação contra ele.

  14. O grande responsável por colocar um estrume desses no poder é do eleitor. O voto não pode ser obrigatório numa republiqueta de miseráveis sem educação nem cultura.E o cabralzinho ladrão, safado e baba-ovos se reelegeu no primeiro turno. GUILHOTINA NELLLE!!

  15. Respondendo ao que disse o Gonzaguinha e citado pelo comentarista, continuarão sempre expostos enquanto não tiverem coragem de pô-los na reta e aguentar as conseqüências. E atenção, moçada, que no Brasil você é convocado a pôr o seu na reta, seus companheiros lhe passam pra trás e você acaba SIFU sozinho, como aquele antigo companheiro de luta da Dilma chamado Diniz Cabral Filho, que foi abandonado e sacaneado por ela nos engavetamentos processuais do ministerio da Justiça e que morreu recentemente sem direito de anistia na prática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *