Ministro da Justiça apoia a proibição de máscaras nos protestos

Daniel Mello
Agência Brasil

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, é favorável à proibição de máscaras em protestos nas situações em que há o risco de vandalismo. “A partir do momento em que a autoridade policial avalia que existe risco de atos de vandalismo, evidentemente situações de anonimato não podem ser aceitas”, afirmou na sexta-feira, antes de uma palestra para universitários. O ministro ponderou, no entanto, que cada situação deve ser avaliada de acordo com o contexto do momento.

Como se sabe, a  Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou uma lei proibindo máscaras em manifestações políticas no no estado. Sancionada pelo governador Sérgio Cabral, a Lei 6.528, regulamenta o Artigo 23 da Constituição Estadual. Em seu Artigo 2º, a lei estabelece: “É especialmente proibido o uso de máscara ou qualquer outra forma de ocultar o rosto do cidadão com o propósito de impedir-lhe a identificação”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

3 thoughts on “Ministro da Justiça apoia a proibição de máscaras nos protestos

  1. João Batista não adianta tirar a máscara dele, o que está por trás disso são idéias erradas,é um adorno representativo em forma de escárnio, trazendo o infortúnio e malefícios para um povo. É preciso limpar a sujeira no convés , para depois se chegar a ponte de comando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *