Ministros do STF criticam campanha de Fux por Mendonça e temem volta do lavajatismo

Ninguém fechará esta Corte″, diz Fux | Notícias e análises sobre os fatos  mais relevantes do Brasil | DW | 08.09.2021

Luiz Fux age acertadamente ao lutar pela volta da Lava Jato

Deu na Folha

A pressão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, para que o Senado vote a indicação de André Mendonça para a Corte incomodou colegas dele no tribunal. Eles acreditam que Fux está em campanha pela aprovação de Mendonça por causa do perfil lavajatista do ex-advogado-geral da União, indicado ao cargo por Jair Bolsonaro.

Uma vez no STF, Mendonça se uniria a magistrados derrotados para reverter o resultado de votações sobre temas que representaram derrotas para a Lava Jato.

SEGUNDA INSTÂNCIA – O principal revés institucional para a operação foi a derrota da possibilidade de prisão depois de condenação em segunda instância na Justiça. O placar foi apertado: 6 a 5. Mendonça poderia virar o jogo.

A outra decisão que contrariou os lavajatistas foi a de permitir que a Justiça Eleitoral julgue casos de corrupção nas eleições. Eles preferiam que as denúncias seguissem tramitando na Justiça Federal.

Um dos argumentos de Fux para apressar a votação no Senado é o desfalque na composição da Corte, que já duraria muito tempo e estaria emperrando o funcionamento do tribunal. Mendonça foi indicado por Bolsonaro em 13 de julho —ou pouco mais de dois meses.

CASO EROS GRAU – No governo Dilma Rousseff, a vaga de Eros Grau, que se aposentou em agosto de 2010, ficou vaga por seis meses. O indicado para ela foi justamente Luiz Fux, depois de uma disputa acirrada nos bastidores do governo e da Justiça.

A assessoria do Supremo afirma que Fux “tinha como preferência para a Suprema Corte um juiz de carreira, do STJ. No entanto, a indicação é prerrogativa do presidente da República, que escolheu André Mendonça. Uma vez indicado, cabe ao Senado analisar.

Para o ministro Fux, não é bom para o país que a sabatina seja postergada com um nome já indicado. Seja para aprovar, seja para rejeitar, cabe ao Senado deliberar”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Fux tem toda razão. O senador Davi Alcolumbre, presidente da Comissão de Constituição e Justiça, está empurrando o assunto literalmente com a barriga, para evitar a posse de um ministro que se posiciona contra a corrupção. Em tradução simultânea, Bolsonaro não tem direito de acertar. Quando escolhe um nome que votará de acordo com os interesses da Nação, a turma liderada por Gilmar Mendes faz o possível e o impossível para evitar a indicação. O Brasil pratica a política mais surrealista do mundo, não há dúvida. (C.N.)    

8 thoughts on “Ministros do STF criticam campanha de Fux por Mendonça e temem volta do lavajatismo

  1. Se é para estimular a lava-jato e tendo o apoio de um juiz como o Fux, aceito o André Mendonça, mesmo achando que o STF deveria ser lugar para pessoas com mais experiência na área (tornou-se comum qualquer advogado com curso em qualquer Salamanca tornar-se membro da corte)

    • Rue des Sabions, o indicado de Bolsonaro, André Mendonça, só fará o que seu mestre mandar.
      Ledo engano, que Mendonça irá contrariar o presidente.
      A Lava Jato morreu com a ascensão de Bolsonaro ao Poder, através de um processo meticuloso e muito bem engendrado, com a humilhação do ex-juiz, Sérgio Moro. Bolsonaro atraiu o juíz para seu Ministério da Justiça e deu o bote nele, obrigando Moro a pedir demissão, antes de ser exonerado. Foram tantas rasteiras, cascas de banana, pernadas, gritos na frente dos outros e naquela fatídica reunião ministerial, nunca houve uma saia justa tão gritante do presidente contra Moro.
      Andre Mendonça, se passar na sabatina, não moverá um dedo a favor da Lava Jato.
      O movimento de Luiiz Fux, se realmente houver, trata-se de um tiro na água e falta de análise do conjunto de fatos políticos.
      Me admiro um homem de notável saber juridico, como Fux, entrar nessa furada. Sinceramente não acredito,brigamos assim.

      • Correto Sr Nascimento.

        De novo jogo de cena.

        E vamos embarcar nessa??

        O Fux quer nos convencer que , ingenuamente, acredita em Mendonça???

        Não r o mesmo que rebaixou completamente o posto da AGU, virando advocacia particular do cidadão Bolsonaro????

        Não e p mês.o de atuação suspeitissima no ministério da justiça???

        Não e o primeiro que não servis para ministro da justiça e agora serve oara ser um dos 11 luminat4s da justiça pelos próximos 40 anos????

        Vai contar oitra pra boi dormir.

        Vamos cair nesta encenação e ao final o bozo e cia vai se matar de rir???

        Por qualquer um . Mas não me tirem para bobalhao

  2. Mais uma vez ministro do STF se acha no direito de se imiscuir em assuntos pertinentes EXCLUSIVAMENTE a outro Poder.
    E depois não querem ser objeto de protesto. Isso tem que acabar.

    • Jacó, caro quadrupede, os terrivelmente bovinos também têm seus defensores , na esperança de mais um GARANTISTA; aquele que garante a impunidade dos corruptos ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *