Ministros do Supremo acham que a suspeição de Gilmar deverá ser arquivada

Resultado de imagem para gilma mendes e temer charges

Charge do Mário, Arquivo Google

Letícia Casado
Folha

Nos bastidores do STF (Supremo Tribunal Federal), ministros avaliam que são pequenas as chances de prosperar o pedido de suspeição de Gilmar Mendes no caso do empresário Jacob Barata Filho, mesmo que a presidente Cármen Lúcia leve o tema a plenário. O procurador-geral, Rodrigo Janot, quer impedir Gilmar de atuar em casos envolvendo o empresário sob alegação de haver relações pessoais entre eles.

Cármen Lúcia ainda não anunciou o que fará. Na segunda-feira (dia 28), ela pediu a Gilmar Mendes que se manifeste sobre o pedido do Ministério Público Federal.

A ministra sabe que o caso não deve avançar entre os colegas, mas, ao mesmo tempo, quer evitar críticas se não der seguimento.

INSATISFAÇÃO – Em conversas reservadas, ao menos cinco ministros se mostram insatisfeitos com a postura de Gilmar Mendes pelos embates que tem com Janot, as reuniões frequentes com o presidente Michel Temer, além da recente atuação dele no julgamento da ação eleitoral que absolveu Temer no Tribunal Superior Eleitoral, presidido pelo magistrado.

Por se tratar de caso de suspeição, considerado de “foro íntimo”, ministros evitam se manifestar em público. Reservadamente, porém, avaliam que é preciso levar em conta a força do Supremo em um episódio deste tipo: questionar Gilmar hoje abriria caminho para questionar outro ministro amanhã, segundo palavras de um deles.

A aposta é que se Cármen Lúcia tentar pautar a suspeição, mas o pedido será derrubado porque os colegas não vão constrangê-lo, mesmo que o considerem suspeito.

ESQUECIMENTO – Por isso, há uma tese dentro da corte em defesa de que a presidente deve arquivar o pedido ou simplesmente “esquecê-lo”; esperar um tempo e arquivar.

Janot pede a suspeição (quando um juiz se considera inapto de atuar em um caso por motivos subjetivos), o impedimento (por razão objetiva e definida por lei, como grau de parentesco entre o juiz e o investigado) e a nulidade das decisões de Gilmar em casos da operação Ponto Final, que apura esquema de corrupção no Rio.

Segundo Janot, Gilmar e sua mulher, a advogada Guiomar Mendes, possuem laços estreitos com a família de Barata Filho: teriam sido padrinhos de casamento da filha do empresário, Beatriz Barata, em 2013. A PGR também afirma que o escritório em que Guiomar trabalha defendeu interesses dos investigados na operação.

COMPADRES – Gilmar nega ter sido padrinho do casamento e afirma que apenas acompanhou sua mulher na cerimônia – o noivo, Francisco Feitosa Filho, é sobrinho dela.

Para dois ministros do Supremo, o fato de Gilmar ter ido ao casamento, mesmo que fosse como padrinho, não é motivo para afastá-lo do caso. Outro afirma que suspeição é decisão de foro íntimo e que não cabe a Cármen Lúcia definir isso.

Não há previsão de data para marcar o eventual julgamento, mas quem conhece o funcionamento do tribunal diz que não ficaria para antes de outubro.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O arquivamento do pedido de suspeição de Gilmar Mendes é uma afronta à cidadania, pois o Supremo estará mostrando que as leis no Brasil não valem para todos. Como ministro do Supremo e presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar se tornou um personagem acima da lei, ou seja, um fora-da-lei, e se comporta como se fosse um Rasputin à brasileira, que influi simultaneamente nos três Poderes. (C.N.)

14 thoughts on “Ministros do Supremo acham que a suspeição de Gilmar deverá ser arquivada

  1. Além de temê-lo – sabe-se lá por quê -, boa parte dos urubus parças são contratados de Gilmar no tal Instituto de Direito Público. Já se viu empregado voltar-se contra o patrão?

  2. Os juizes do supremo nao podem ficar em cima do muro . O povo brasieliro merece respeito, ninguem esta acima das leis., Quem paga o salario deles tem direito de cobrar e exigir respeito acima de tudo e o cumprimento da Lei e da ETICA

    • Nunca pensei que iria sentir saudades do Período Militar, todo dia eu ouvia no rádio, só tinha rádio na época, deputado fulano foi cassado, senador beltrano foi cassado, só não me lembro se os “juízes” do Supremo também o eram, eu era feliz e não sabia..

  3. E os ingênuos continuam acreditando que sairemos desta prisão por vias “constitucionais”. Como se alguém, além dos otários, cumprisse as leis. Bem vindos ao jardim da infância aonde permaneceremos deitados em berço esplêndido.

  4. Ora, seu redator, eu já esperava isso. Vamos ser claros: O senhor espera que uma mula escreva um poema? Claro que não – é mais fácil encontrar caroço em banana. Então por que esperar decisões certas de um amontoado de preguiçosos, vaidosos sem causa (lembra de rebel without a cause?), de bobos sem percepção do uniforme negro de palhaço que vestem, ignorantes da medíocre importância que desempenham na sociedade.
    Não há solução, seu redator. Se a sopa estragou, jogue fora o caldo, não tente disfarçar o sabor com pitadas de sal e pimenta – só piora. Assim está o nosso sistema: as autoridades perderam a confiança do povo pelos seus exemplos deploráveis de mau comportamento.
    O Brasil deve ser visto no exterior como Banana Republic, como dizem us americanus. E bem que merecemos.

  5. Enquanto o Brasil perece, os canalhas se divertem.
    Triste país que não cuida dos seus interesses mais importantes, triste país onde alunos universitários e seus professores defendem o apedeuta luiz inácio, em vez de ajudar em sua condenação.
    Prefiro não falar dos canalhas do supremo porque são iguais aos do executivo e do congresso.
    Não temos mais do que falar, a não ser de derrotas, semvergonhices, e outros males que nos afligem de tudo que é jeito ?
    Podemos sim, falar de como aprender a construir automóveis, caminhões, navios, aeronaves, eletrodomésticos, computadores e outros produtos que ocupariam as nossas mentes com pensamentos positivos e resultados satisfatórios para as nossa crianças e para nossos jovens, tão humilhados pela miséria de conduta do pessoal dirigente.
    Precisamos ser sinceros que não podemos mais aguentar esse tipo de judiação, apenas esperando que as leis sejam mudadaspor aqueles que mais se beneficiam delas.
    Claro que não dá mais, o que precisamos é pedir aqueles que tem o dever de garantir a ordem, em última instância,que intervenham favoravelmente as nossas ambições de mudanças para termos um país mais civilizado e mais justo com aqueles que trabalham e produzem.
    Somente assim poderemos sonhar com mudanças.
    Não podemos mais esperar nada dos três podres poderes.

  6. Quem foi que disse que ” ninguém está acima da lei ” ? Taí o Gilmarzão para provar o contrário. Será que na república 171 do partidarismo-eleitoral, do golpismo-ditatorial e seus tentáculos, velhaco$, está todo mundo de rabo preso com essa cara ?

  7. Alguém duvida, eu não, este poder judiciário é corporativista, todos se protegem, o cidadão contribuinte tem vergonha de ver um poder ineficiente, nepotista, qual a crença que devermos ter com este poder, é de amargar.

  8. Como diria o Barão de Itararé, de onde menos se espera é que não sai nada mesmo. Caronas em jatos e encontros às escuras com Temer, e ligação de Aécio, ambos indiciados, pedindo para magistrado orientar senadores a votarem, revelam uma promiscuidade incompatível com a toga. É um caso perdido, não sei porque os pares o temem, mas o cara parece meio louco.

  9. Eles acham , eu tenho certeza . Como podem sujos questionarem mal lavados . Este tribunal na realide , é um esquema de falcatruas e ações ignóbeis , que fomenta e tutela a corrupção .

  10. Comandos de 3 patetas, subornados por temer, mantem silêncio, enquanto a Soberania e Patrimônio Nacional é vendido a preço de banana.
    O Niobio, cujo produtor é o Brasil, 40% é contrabandeado, o preço é dado pela Inglaterra, (que não produz uma grama sequer( denuncia do careca no mensalão, que como babaca, pegou a maior prisão. SEm Niobio, não há motores à jato, para aviões e foguetes espacias. Pergunto: para que serve a ABIN? As FFAA, estão coniventes, com as corjas, dos 3 podres poderes? seus Comandos estão. O Embaixador Inglês, perguntou a Floriano Peixoto: Se a esquadra inglesa invadisse o Brasil, como seria recebida? resposta de Floriano: A “BALA”, o Embaixador deu meia volta e se mandou,praticamente o Brasil não tinha esquadra, que falta faz um Floriano Peixoto: Polemico, sim, mais amava sua Pátria, Almirante Barroso, outro que conclamou os marujos, para cumprirem seu Dever, na batalha contra o Paraguai, o Brasil saiu vencedor. Hoje o que vemos, a omissão, o siçêncio, como dizia Luther King, …..o que preocupa não é o barulho dos maus e dos corruptos, mas, o silêncio dos bons, acrescento: a Omissão.
    A Constituição Federal colcha de retalhos,diz: As FFAA, defendem a Soberania Nacional, convocadas pelo Presidente da Republica, mas…se ele está traindo a Pátria, acusado de roubo, e outras mazelas, as FFAA, tem o Dever e obrigação, de intervir, Em Defesa da “Ordem e Progresso”, lema de nossa Bandeira. Por um Brasil decente e justo,e que Deus nos ajude para sairmos pacificamente desse Pantano.
    220 milhões, escravos da corja.

Deixe uma resposta para Théo Fernandes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *