Moraes nega recurso, reitera que Bolsonaro tem de depor, mas no acontecer nada

Charge do Z Dassilva: o depoimento do presidente | NSC Total

Charge do Z Dassilva (NSC Total)

Rosanne D’Agostino
G1 Braslia

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou na tarde desta sexta-feira (28) o pedido do presidente Jair Bolsonaro para no depor presencialmente Polcia Federal. Moraes havia determinado nesta quinta (27) que Bolsonaro deveria prestar depoimento presencialmente nesta sexta, s 14h, em investigao que apura se o presidente vazou informaes sigilosas em uma “live”.

No incio da tarde desta sexta, porm, a Advocacia-Geral da Unio (AGU) entrou com o recurso no STF para que Bolsonaro no fosse obrigado a comparecer ao depoimento. Minutos depois, Moraes negou o pedido.

VEIO O ADVOGADO – Por volta de 14h, hora marcada para o depoimento, quem compareceu sede da Polcia Federal, em Braslia, foi o advogado-geral da Unio, Bruno Bianco. Nesse horrio, Bolsonaro continuava no Palcio do Planalto.

Moraes apontou, na deciso desta sexta, que o recurso foi apresentado fora do prazo pela AGU. O prazo para recorrer da tomada do depoimento, apontou ele, se encerrou no dia 6 de dezembro.

Alm disso, o ministro afirmou que, diferentemente do que diz o recurso, Bolsonaro “concordou expressamente com seu depoimento pessoal”. E concluiu que a mudana de posio configura “precluso lgica”, que ocorre uma parte em um processo ou investigao adota comportamentos que se contradizem.

DISSE MORAES – Comportamentos processuais contraditrios so inadmissveis e se sujeitam precluso lgica, afirmou Moraes na deciso. “A alterao de posicionamento do investigado que, expressamente assentiu em depor pessoalmente ‘em homenagem aos princpios da cooperao e boa-f processuais’ no afasta a precluso j ocorrida”, escreveu.

No recurso, a AGU pediu a reconsiderao da deciso de Moraes ou, caso no fosse aceito, que o recurso fosse submetido ao plenrio do STF, a fim de que fosse reformada a deciso do ministro, explicitando-se que ao agente poltico garantida a escolha constitucional e convencional de no comparecimento em depoimento em seara investigativa.

Em deciso de 2021, o ministro do STF j havia estabelecido que a PF tinha at esta sexta-feira para ouvir Jair Bolsonaro no inqurito. At a tarde desta quinta penltimo dia do prazo , no entanto, o depoimento ainda no tinha sido agendado.

VAZAMANTO ILEGAL – O inqurito foi aberto para investigar a divulgao feita por Jair Bolsonaro, em redes sociais, de dados e documentos sigilosos de um inqurito no concludo sobre ataques ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

As informaes da apurao foram distorcidas na “live” e tratadas como definitivas, mesmo sem a concluso do inqurito pela polcia. A divulgao do inqurito sigiloso ocorreu em meio a uma srie de ataques de Bolsonaro para colocar em dvida a segurana das urnas eletrnicas.

O presidente da Repblica chegou a publicar um link com a ntegra do inqurito sigiloso, que a PF no tinha sequer concludo. O inqurito vazado diz que um hacker teve acesso ao cdigo-fonte da urnas eletrnicas em 2018 o que no gerou qualquer consequncia, porque no possibilitou alterar a votao.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Bem, Moraes recusou o recurso. At a, morreu o Neves, como se dizia antigamente. Agora, o povo quer saber o que Moraes far ou faria. Afinal, por que no remarcou o depoimento para segunda-feira? Ou, pior, por que deixou em aberto? Ora, ora, conforme adiantamos aqui na Tribuna, o presidente no prestaria o depoimento e nada aconteceria, rigorosamente nada, porque Bolsonaro se julga acima da lei e da ordem, na condio de comandante-em-chefe das Foras Armadas, uma situao que s existe quando o pas est em guerra declarada. (C.N.)

5 thoughts on “Moraes nega recurso, reitera que Bolsonaro tem de depor, mas no acontecer nada

  1. ADORO POLTICA, MAS NOJO O QUE SINTO DO SISTEMA POLTICO PODRE, um antro de fake news, mentiras, enganaes, fingimento, dissimulao, falsidade, trapaas, trapaceiros, incoerncias, contradies, aventuras, aventureiros, oportunistas, aproveitadores, dissimulados, inescrupulosos, loucuras, guerras tribais, m-f, hipocrisia, cinismo, safadeza, corrupo e roubalheira. Como que uma sociedade e o mundo podem ser felizes com um barulho desse ? Talvez seja at por isso que o “Poetinha”concluiu que na vida no existe felicidade mas apenas momentos felizes. E o Fagner cantou que”no d pra ser feliz”. Por tudo isso, na Poltica, fiz o meu prprio caminho e desbravei a Democracia Direta com Meritocracia, uma arena limpa, honesta e justa de disputa do poder, para todos e todas que gostam da poltica mas no suportam o mal cheiro do sistema podre. A Democracia Direta com Meritocracia, a arena onde possvel fazer poltica sria, com P maisculo, livre de tranqueiras e de figuras pegajosas, ridculas, patticas, aventureiras, oportunistas, camalenicas, aproveitadoras, egostas, egocntricas, eglatras, despticas, populistas, personalistas, narcisistas, mentirosas, nazifascistas, aticas, inescrupulosas, psicopatas, corruptas e vitalcias do sistema podre, forjadas pelo dito-cujo, porque assim que as metamorfoses humanas acontecem, os Homens forjam os sistemas e os sistemas forjam os Homens, para o bem e para o mal, como o uso do cachimbo que faz a boca torta. VERDADE SEJA DITA JUSTIA SEJA FEITA. Basta de golpes, ditaduras e de plutocracia putrefata com jeito de cleptocracia e ares ftidos de bandidocracia. Chega dos me$mo$. Nas urnas ou das ruas para os palcios, porque no d mais para suportar tanta mentira, enganao, safadeza, corrupo e frustrao, explode corao. https://www.cartacapital.com.br/economia/a-semana-do-mercado-inflacao-e-tensao-na-europa-agitam-mercados/?fbclid=IwAR0BvdB9dbwKRvyiP3MOUWoBJ5NsmyanXPBusQSrS-L7gN34ADwmL9wKKVs

  2. KKK que pagao de mico do ministro da Famlia Adams, o cara at parece que no sabe o que est decidindo. Mas tambm pudera, para ser ministro de qualquer dos tribunais superiores no preciso ter um notvel saber jurdico, s ser ligado a uma determinada corrente poltica, ou a determinados polticos, a quando esta gente ascende ao poder este povo ascende junto. Este parece ser o caso do ministro da Famlia Adams.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.