Moro pede para que presos por corrupção não sejam soltos devido a pandemia

Moro destacou a importância de verificação de cada caso

Renato Onofre
Folha

O ministro Sergio Moro (Justiça) pediu nesta quarta-feira, dia 8, para que juízes evitem soltar presos por corrupção ou outros crimes contra a administração pública por conta da pandemia do novo coronavírus. Em uma transmissão ao vivo pela internet organizada pela AMB (Associação de Magistrados do Brasil), o ex-juiz da Lava Jato afirmou que, por conta da crise, há casos “isolados” de presos perigosos sendo soltos.

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) publicou, em março, uma recomendação trazendo medidas para a contenção do avanço da pandemia no sistema carcerário brasileiro. Entre elas, a possibilidade de medidas alternativas à prisão em casos de crimes não violentos ou quando a superlotação prisional apresentar um risco ao detento.

EQUÍVOCOS – “Pontualmente tem havido equívocos na aplicação. E digo isso com todo respeito à magistratura”, afirmou Moro, em relação à cartilha. O documento do CNJ diz ainda que presos com o perfil mais vulnerável à pandemia, como idosos, portadores de doenças crônicas, imunossupressoras, respiratórias e outras comorbidades, devem ter seus casos revistos.

“É importante que seja verificada a situação de cada um dos presos e evitada a colocação de presos perigosos. Eu coloco nesse rol pessoas de crimes de grave violência à pessoa, facções criminosas e agregaria pessoas que foram presas por graves crimes contra a administração pública”, afirmou o ministro.

IMPUNIDADE – “Não podemos esmorecer em relação ao desvio da administração pública. Pode gerar um certo sentimento de impunidade ou afronta”, disse. O ministro disse ainda que é “louvável” que recursos oriundos de corrupção sejam destinados ao combate à pandemia.

Um dos beneficiados pela orientação do CNJ foi o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ), 61. A juíza federal substituta Gabriela Hardt, da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, colocou, no último dia 26, Cunha em prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica por causa da pandemia.

EXCEPCIONALIDADE – “Considerando a excepcional situação de pandemia do vírus Covid-19, por se tratar o requerente de pessoa mais vulnerável ao risco de contaminação, considerando sua idade e seu frágil estado de saúde, substituo, por ora, a prisão preventiva de Eduardo Consentino da Cunha por prisão domiciliar, sob monitoração eletrônica”, diz trecho da decisão.

A juíza disse que a medida era “absolutamente excepcional” e que “até segunda ordem, será mantida somente enquanto presente o risco epidemiológico ou o justifique o estado de saúde.” Cunha estava preventivamente desde outubro de 2016.

ISOLAMENTO – Moro ainda voltou a defender o isolamento social como uma das medidas para evitar a propagação do vírus. “O isolamento e a quarentena de certa maneira são necessárias para conter o vírus”, disse.

O ministro foi um dos membros do primeiro escalão a defender internamente as recomendações feitas pelo ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde). Seu posicionamento irritou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Para Moro, é possível que os efeitos da pandemia na economia levem a uma onda de violência, mas que os cenários ainda são muito indefinidos. “É preciso de cuidado para não vir uma onda no campo da segurança pública”, afirmou, completando: “Temos que prevenir o coronavírus, mas temos que pensar para evitar uma crise de segurança”.

22 thoughts on “Moro pede para que presos por corrupção não sejam soltos devido a pandemia

    • O ódio natural da esquerda por Sérgio Moro é perefeitamente compreensível porque quem vive da corrupção, como luiz Inácio e toda a sua corja, não tem o direito de gostar de Moro.
      Esse juiz é, um dos poucos que conhecermos, que tem caráter e agiu com extrema coerência para colocar o ex presidiário luiz inacio atrás das grades, de onde conseguiu sair com a ajuda dos rábulas do STF.
      Mas, não esmoreçamos nessa batalha contra o mal chamado PT e sua patota de comunistas pois são todos frouxos como o seu chefe preso por corrupção e lavagem de dinheiro.
      Moro é como o velho Morengueira do Estacio, ou seja, não dá moleza para bandido, mesmo sendo matuto metido a malandro como luiz inacio.
      Brincou com ele, dançou, e dança mesmo como o ex presidiario que se juntou a corja do STF para arguir se Moro é ou não suspeito para julgar bandido dessa especie do tipo “não sabia.”
      Se fosse no tempo das varas de marmelo, esse bandido frouxo, como o descreveu o gavernador Caiado, esse bandido não chegaria onde chegou porque se levasse duas lambadas bem dadas ele aprenderia que dinheiro público é dinheiro de todos e não para ele meter as suas mãos sujas.
      Em breve, esse ladrão que se fez passar por torneiro, e diga-se que de tornearia o bandido nada entende pois desafio alguém mostrar quando e onde o salafrário falou algo sobre. Nada sabe da profissão que nunca honrou.
      Até isso esse assecla do mal tem contra si próprio.

  1. O FDA, a agência americana de regulamentação de remédios, aprovou o uso de hidroxicloroquina em todos os pacientes com o Covid-19. O CEO da Novartis anunciou que já tem em mãos os resultados de pesquisas que comprovam que a hidroxicloroquina mata o vírus. Tanto que a empresa vai doar 130 milhões de doses. O custo médio do medicamento no mundo é de US$ 4,65 por mês.
    Ou seja, tudo indica que a solução vai chegar bem antes do que muita gente gostaria. Talvez seja, inclusive, decisiva para reverter o cenário apocalíptico previsto para as próximas semanas e mudar o curso deste rio.
    O fato é que, desde o começo, o coronavírus foi usado politicamente. Portanto, para muitos agentes políticos (tanto os que militam em partidos, quanto os que estão no comando de instituições como OMS ou nas redações dos jornais) as notícias acima são, na verdade, um desastre. Pois por trás disso, para os que querem continuar lucrando, e enfatizo o politicamente, com o pânico e o desespero, o pensamento que predomina é: “A cura não pode chegar tão rapidamente assim!”
    Mas, se Deus quiser, já chegou.

  2. O protocolo do Mutreta é o Tamiflu (está no protocolo do Ministério) que custa quase 300,00 o comprimido, quando suspeitas de covid. Adivinhem quanto custa o comprido de cloroquina? Apenas 1 real. Precisa desenhar? A indústria farmacêutica pira. Esta se chama esquerdopatia, a ideologia que usa de tudo para ganhar a chave do cofre, desde amizades com os maiores traficantes a tratos com o PCC. Isto é a esquerda.

  3. Boa tarde.

    “Fica muito claro que no Presidencialismo, onde um chefe de Estado, Governo, provedor do Judiciário (alta cúpula), Gestor de Finanças, Comandante das Forças Armadas e um Símbolo da nação com sua ideologia em todo governo e por que não no país, com quase 80 por cento de todos recursos, e tão logo esta pessoa toda poderosa ao deixar o poder, caso seja paternalista, cria uma nação que fica acéfala e com a sensação de estar órfão”.

    A população diretamente identificada com a pessoa do ex-governante que deixou o poder, no caso o PT de Lula, com mais de 600 mil funcionários públicos, somente 300 mil no Ministério da Educação, que mal ensinaram a ler um texto, num total aparelhamento para uma doutrinação partidária, se sente abandonada em seus interesses mesquinhos, ainda assim, sendo os maiores concentradores de renda, e ainda neste meio, cria-se um clima de grande ansiedade, incerteza e medo do futuro, pois estão sendo vistos a olhos nu trabalhando ainda em máquinas da Xerox com dez funcionários, ganhando muito bem por sinal.

    Agora retornando ao caso concreto do Brasil, este aparelhamento estava e está sendo atacado ferozmente, deixando o toma lá da cá, do poder Legislativo com o do Executivo, as privatizações também estavam e estarão indo de vento em popa, e a infraestrutura sendo e será recuperada.

    Surge, também nestes novos tempos uma conscientização melhor para o que prega a direita e à esquerda, sendo esta muito agradável aos nossos sentimentos íntimos se fossem realmente sinceros.
    A educação sendo o foco, onde não mais existiria povão sem a sabedoria de história para servirem de massas de manobras, como os militares Mourão e Ramos, e até chegarmos lá, fortalecermos ao máximo a SEGURANÇA E O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, seria um bom caminho. O Brasil poderá ser sim um exemplo para o mundo com a verdadeira distribuição de renda, não a ponto de sufocar os ricos, “vide a passagem das moedas doadas por Jesus”, uns multiplicaram outros não. Saibamos que não temos exemplos tanto de esquerda quanto de direita para tal solução.

    O Brasil de 49ª economia se transformou na 7ª, na base de inflação e do Estado mais presente, onde cheguei a culpar o governo Bolsonaro, com políticas totalmente liberais sendo sua ideia mesmo, oposta em parte, ao do grande Ministro Paulo Guedes. Agora não tem jeito, teremos que voltar à época do milagre econômico com seus devidos ajustes.
    Com a pandemia, não resta outra solução, e é o que o Brasil poderia fazer ainda mais com o alongamento da dívida trazendo mais empregos, prosperidade, e segurança.

    O Brasil dará certo, pois um país mais rico do mundo em reservas naturais, biodiversidade, água doce em abundância, com 98% de reservas mundiais de nióbio, com reservas de grafeno, petróleo, e demais riquezas, e agora (história) com os militares sabedores de seus acertos e erros do passado, junto ao Presidente Bolsonaro, com as Igrejas Católicas e Evangélicas ao seu lado, mais os poderosos do café de outrora, hoje representados pela Agroindústria, só resta falar em golpe, e sem sucesso, para os que continuam a mamar no aparelhamento do estado e ao povo inculto e sem culpa.

    Não poderão ter este medo, pois sem corrupção e com a diminuição da concentração de renda que nos assolou nos últimos tempos não só em 30 anos, estes agravados com corrupção, o Brasil se tornará o paraíso do mundo na terra, com SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA E MORADIA, mesmo com inflação criada mas debelada logo à frente, mas desde já, muitos empregos e máquina girando.

    Parece que o corona vírus acabou com hidroxicloroquina e azitromicina e com Deus, pelo menos para mim, será que sou inculto?!!!

  4. Boa tarde.

    Se alguns interpretaram erroneamente o texto pois o mesmo poderia ser melhorado, quis falar que Mouão, Ramos, Heleno, e dentre outros sabem de HISTÓRIA. A guerra é nossa, do Brasil.

  5. Os papagaios de pirata repetem o que diz o Bolsonaro.
    Atacar a esquerda é importante para implantar no Brasil uma direita radical, ultrapassada sob o comando do terraplanista Olavo de Carvalho,
    Falam em esquerda no sentido pejorativo, sem saber diferenciar uma esquerda democrática de uma esquerda radical, totalitária, sem saber diferenciar socialismo democrático de um socialismo ditatorial, assim como diferenciar uma direita democrática moderada de uma direita radical, fascista.
    Seguem como fanáticos o mito: tudo que o mestre falar, falaremos todos.
    Lula foi um esquerdista democrático teórico antes de assumir o poder, depois transformou-se numa direita moderada, mas corrupta. Basta ver quem se deu bem no governo dele e que ganhou mais dinheiro.

  6. Não há socialismo ditatorial o que temos no mundo é uma ditadura comunista que não tem diferença das ditaduras que já ocorreram no mundo como exemplo a de 64.Tivemos sanguinários no Chile Argentina,Russia e China.Uma sociedade socialista não é isso que se apresentou nos últimos 100 anos.

  7. A esquerda é uma religião , a socialista. Ela tem como dogma fundamental o controle do estado sobre a economia e pior , sobre a vida dos cidadãos.

    O ódio ao mercado e o ‘politicamente correto’ estão aí para não nos deixar mentir sistematicamente na boca dos seus militantes.

    Portanto, a esquerda jamais poderá ser democrática, pois seus controles, mesmo bem disfarçados na social-democracia, que na verdade é um disfarce também do socialismo-fascista, um comunismo light, impedem a liberdade individual que pressupõe a democracia.

    Só os Néscios, os simplórios e os fanáticos não percebem a escabrosa anatomia do socialismo

  8. É de espantar como é fácil derrotar um esquerdista num debate, pois sem nada de concreto para sustentar seus argumentos ele acaba apenas fazendo nisso um papel ridículo.

    Ainda existem aqueles que ainda tentam afirmar que a Escandinávia é socialista. isto porque não tomaram conhecimento de políticos de lá, como por exemplo o primeiro-ministro da Dinamarca, afirmando com todas as letras que a economia de lá é de mercado. E é por serem capitalistas que estes países tem excelentes PIBs, o que faz deles ricos e com isso o povo tem boa qualidade de vida.

    • É ! Vamos aproveitar agora, que o “muso” das jornalistas já colocou o fraldão e foi dormir. Amanha ao acordar e ler isso, ele vai arrancar o fraudão pela cabeça. Não é possível que ele xingue a gente, em plena sexta feira santa.

Deixe uma resposta para DOUGLAS Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *