Morre Bautista Vidal, um homem apaixonado pelo Brasil

Valter Xeu (Pátria Latina)

De Brasília recebo a noticia da morte do engenheiro, físico e professor Bautista Vidal, membro do Conselho Editorial do site Pátria Latina e um dos maiores entusiasta do projeto do jornal.

Durante meus cinco anos de residência em Brasília, era raro o sábado em que eu não o visitasse e dele ouvia sempre explanações sobre como o Brasil poderia explorar os combustíveis renováveis extraído de produtos da agricultura e sair dessa camisa de força que é o petróleo e seus altíssimos custos de produção.

Era um eterno apaixonado pelo Brasil, um patriota acima de tudo. Foi um dos mais importantes físicos brasileiros, ex-professor da Universidade de Brasília que, juntamente com Urbano Ernesto Stumpf (1916-1998), foi o idealizador do motor à álcool.

Bautista Vidal é autor de 12 livros, dentre eles se destacam: – De Estado Servil à Nação Soberana – Civilização Solitária dos Trópicos – Soberania e Dignidade, Raizes da Sobrevivência – O Esfacelamento da Nação – A Reconquista do Brasil Esses quatro títulos são um depoimento sobre os acontecimentos do tempo em que fez parte do governo como principal mentor do Proálcool.

A leitura é obrigatória para quem quer entender mais sobre a economia brasileira e o porquê de sermos tão tecnologicamente dependentes dos países não tropicais, mesmo sendo aqui o melhor lugar para se produzirem combustíveis renováveis.

Vidal também ocupou várias funções no governo federal. Ele foi secretário de Estado de Ciências e Tecnologia nos governos de Ernesto Geisel e de José Sarney. Morreu, por volta das 12h de 1º/06/2013, aos 78 anos, de falência múltipla dos órgãos após permanecer internado com complicações renais por cerca de 10 dias no Hospital Santa Luzia, em Brasília.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

8 thoughts on “Morre Bautista Vidal, um homem apaixonado pelo Brasil

  1. Puxa vida! Que judiação, o homem era, verdadeiramente apaixonado pelo país. Li declarações extensas e incríveis de Bautista Vidal sobre petrodólares, sobre a capacidade de produção de alimentos brasileira (“podemos produzir alimentos para 10 bilhões de pessoas”), e sobre tantas coisas mais.

    Inclusive citei ele aqui na TI por diversas vezes em comentários mais antigos.

    Grande perda. Vá com Deus!

  2. Que notícia triste! Perde muito a nossa nação. Ouvir as conferências do professor Bautista Vidal era sempre marcante e inspirador. Tive, por duas vezes, esse privilégio, quando estudante da UFMG. Bautista terminava sempre cercado pelos alunos, empolgados pelo seu carisma, por suas idéias, por seu brilhante testemunho de patriota. Um homem que verdadeiramente amou e trabalhou pelo Brasil, defendendo sempre o nosso desenvolvimento soberano.

  3. em muitas das minhas conversas fiadas sobre politica certa feita comentei com meus amigos do cebrae e da fundacao de ensino tecnico de Uberaba sobre Vidal, depois o Cebrae o trouxe a cidade
    para palestra sobre os biocombustiveis, e eu o conheci, conversamos um pouco sobre o dolar e seu iminente fim, lembro de me apresentar a ele como combatente da nossa causa perdida.
    – que causa perdida? perguntou vidal.
    eu disse o nacionalismo, ele retrucou: não é perdida não.
    perdemos um grande brasileiro, destes que parecem não nascer mais.

    alexandre de melo martins. Uberaba MG

  4. Este sim, merecia uma honraria no Panteão da Pátria. Precisamos de homens como ele, que sempre lutou não pelo que nos divide, não por classes, raças ou gruelhos específicos e oportunistas, mas pelo que nos une, pela brasilidade, pela união de todos nós. Se o Brasil ouvisse os conselhos e análises de homens honrados, inteligens e patriotas como Bautista Vidal, Helio Fernandes e Adriano Benayon, estaríamos enchendo os Anhangabaús da vida não com depravados, hedonistas, desocupados e pederastas de todos os tipos, mas com cidadãos preocupados com a saúde da família brasileira, com nossa evolução material e espiritual; e em tornar reais as potencialidades do nosso Brasil. Ainda bem que não só os bons vão embora. Resta-nos o alívio de ficarmos livres de parasitas como os Civita e os Mesquitas da vida. É isso! Apenas um desabafo pela perda do grande BAUTISTA VIDAL. Com certeza, está lá no Céu do lado de Deus e dos bons.

  5. Chamada no site http://www.twitter.com/RedePDT12 conforme segue: A morte de Bautista Vidal, um homem apaixonado pelo Brasil http://heliofernandes.com.br/?p=66949 Valter Xeu (Pátria Latina) pic.twitter.com/jZwwNGE8kn

    Lamentável perda para o país, quando presidente da Juventude Socialista do PDT Paraná convidamos Bautista Vidal para palestrar em diversos encontros e seminários. Pessoas como ele, sem muita voz e vez na mídia, fazem falta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *