Morre em São Paulo o ex-ministro Fernando Lyra

Depois de aproximadamente 20 anos de luta contra uma grave cardiopatia, morreu na tarde desta quinta-feira,  aos 74 anos, no Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas (HC), em São Paulo, o ex-ministro da Justiça Fernando Lyra. A causa da morte, ocorrida às 16h50m, segundo boletim divulgado pelo Incor, foi falência de múltiplos órgãos.

 Um político de verdade

Um dos mais destacados integrantes do chamado grupo dos “autênticos” do MDB, que combatiam dentro e fora do parlamento a ditadura militar, Lyra exerceu sete mandatos de deputado federal (1970-1998) e um de deputado estadual (1966-1970).

Exímio orador, mas também um grande articulador político, o pernambucano teve como ponto alto de sua carreira a articulação para construção da candidatura de Tancredo Neves à presidência da República.

O ex-ministro estava em coma há mais de 20 dias, respirando mecanicamente. Ele havia sido internado no Incor no dia 5 de janeiro, quando foi transferido do Hospital Português, no Recife. Apresentava um quadro de insuficiência cardíaca congestiva grave, associada à infecção sistêmica e insuficiência renal aguda. O quadro se desenvolveu a partir de uma infecção urinária agravada pela doença no coração.

(Transcrito de O Globo online)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *