Mudanças no Planalto. Entre elas, Brizola Neto fora do Ministério, substituído por indicação de Carlos Lupi

Carlos Newton

Conforme Carlos Chagas antecipou aqui no Blog da Tribuna, a presidente Dilma Rousseff enviou decidiu mexer no Ministério, e desta vez Lula não está sendo consultado. Uma das primeiras decisões foi o Ministério do Trabalho, onde o PDT substituirá o ministro Brizola Neto por Manoel Dias, que é secretário-geral do partido e homem de confiança do ex-ministro Carlos Lupi, presidente do PDT.

Estamos de volta…

Como se sabe, é Lupi quem vai decidir se o PDT aceita a filiação do ex-deputado Carlos Araújo, ex-marido da presidente Dilma Rousseff, que planeja o Plano B dela, caso Lula mude de ideia e pretenda se candidatar a presidente no ano que vem.

Houve trocas também nos ministérios do PMDB. Em reunião com o vice-presidente Michel Temer, nesta sexta-feira, a presidente Dilma Rousseff definiu que deputado federal Antônio Andrade, presidente do PMDB de Minas Gerais, irá para o Ministério da Agricultura, substituindo Mendes Ribeiro, que é deputado federal.

Ficou decidido também que o atual ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Wellington Moreira Franco, do PMDB, irá para a Secretaria de Aviação Civil, no lugar de Wagner Bittencourt. Ou seja, será rebaixado, mas é isso mesmo que ele almeja, pois já declarou que a Secretaria de Assuntos Estratégicos não tem importância político-eleitoral nem verbas.

Mendes Ribeiro aindavai decidir se aceita ou não ir para a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) ou se retorna à Câmara dos Deputados.

Segundo a repórter Tania Monteiro, do Estadão, a SAE está sendo cobiçada pelo PSD, de Gilberto Kassab, apesar de o ex-prefeito de São Paulo ter declarado que não quer pasta nenhuma na Esplanada, este ano. Para o PSD já estava acertada a ida de Guilherme Afif Domingos para o novo ministério das Micro e Pequenas empresas. Mas a entrada do partido no governo está ainda dependendo de mais negociações por conta das ultimas declarações de Kassab.

O destino do PR, que almeja um ministério, ainda não está definido. O partido quer Luciano Castro no Ministério dos Transportes, hoje ocupado por Paulo Passos. Mas esta não é a opção da presidente Dilma, que ainda vai discutir o tema com o partido.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *