Na Bíblia, os fenômenos mediúnicos são conhecidos como proféticos

Em grego, “demônios” são espíritos bons e maus

José Reis Chaves
O Tempo

Entre os primeiros cristãos, os fenômenos mediúnicos eles eram considerados proféticos e chamados também de pneumáticos, adjetivo esse derivado do substantivo grego “pneuma” (espírito). Hoje, os fenômenos com espíritos, além de serem denominados mediúnicos, são também assim chamados. Porém, o que importa mais são os fenômenos em si, e, principalmente os bíblicos, de que procuraremos demonstrar alguns exemplos.

A Bíblia, de Gêneses até o Apocalipse, está cheia de fenômenos pneumáticos ou mediúnicos. “A lei foi anunciada pelos anjos” (Atos 7: 53). Ora, anjos são espíritos enviados ao nosso mundo. Todo anjo é espírito (“pneuma”), mas nem todo espírito é anjo.

ANJOS E “DEMÔNIOS”

Se Moisés proíbe o contato com os espíritos (Deuteronômio cap. 18), é porque esse contato existe de fato. E ele fala de espíritos dos mortos, e não dos tais “diabos”. E aqui cabe um esclarecimento. Os anjos e demônios são os mesmos espíritos humanos, os já bem evoluídos que são os bons (anjos) e os ainda atrasados que são os maus.

Mas o grego é a língua em que foi escrito o Novo Testamento. Nessa língua, “daimones” são espíritos humanos bons e maus. No singular é “daimon”. Porém, como só se retiram “daimones” maus das pessoas, pois “daimones” bons não nos atormentam, passou-se a entender erradamente que todo “daimon” é mau! Assim, com o decorrer dos séculos, convencionou-se chamar os espíritos maus de demônios.

ANJO BOM E ANJO MAU

Há até uma tradição popular que nos demonstra que, na Bíblia, os espíritos são da mesma natureza dos “daimones”, ou seja, a que fala em anjo bom e anjo mau. E eis outro exemplo desse fato: por analogia com o corpinho morto de uma criança, é comum as pessoas denominam-na de anjinho.

“Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustenta-me com um espírito voluntário” (Salmo 51: 12). Não se trata do Espírito do próprio Deus nem do Espírito Santo dogmático da Terceira Pessoa da Santíssima Trindade, mas de um espírito, bom, voluntário (um “daimon” bom).

E lembramos aqui que o Espírito Santo bíblico é uma espécie de coletivo designando todos os espíritos. E, nesse caso bíblico, poderíamos dizer que o Espírito Santo de Daniel é um dos espíritos humanos representados pelo Espírito Santo bíblico, mas não o do dogma (Daniel 13: 45 da Bíblia Católica).

UM ESPÍRITO BOM

Um espírito de um homem macedônio apareceu a Paulo dando-lhe orientação sobre uma viagem (Atos 16: 9). É um espírito manifestante bom, não o do próprio Deus.

“Eis que meterei nele um espírito e ele, ao ouvir certo rumor, voltará para a sua terra; e nela eu o farei cair morto à espada” (2 Reis 19: 7). O espírito não é o de Deus.

“…O espírito de Elias repousa sobre Eliseu” (2 Reis 2: 15). Não se trata também do Espírito do próprio Deus que é recebido pelo grande médium Eliseu.

“Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da Glória, vos conceda um espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele” (Efésios 1: 17). Igualmente, aqui, o espírito enviado e recebido não é o do próprio Deus.

MAQUIAGEM DA BÍBLIA

Os exemplos dados escapam da maquiagem que fizeram na Bíblia para esconder os fenômenos mediúnicos ou pneumáticos, grandemente divulgados, hoje, pela doutrina espírita.

E, na sua Vulgata Latina, São Jerônimo (princípio do século 5º) preferiu corretamente a tradução de “spiritus bonus” (“espírito bom”) à de Espírito Santo!

9 thoughts on “Na Bíblia, os fenômenos mediúnicos são conhecidos como proféticos

  1. VAMOS ARRUMAR A CASA

    Os cristãos primitivos reconheciam o fenômeno “profecia” como tal, pura e simplesmente.

    É fato: Moisés proíbe nosso contato com os espíritos. E aqui se revelará a intenção (se sincera ou não) de cada leitor; pergunto: segundo o texto, devemos dar ênfase à realidade dos espíritos ou à proibição de tentarmos contato com eles??!! Se não se reconhecer aqui PROIBIÇÃO, isto, sim, é MAQUIAGEM !
    Então:
    “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios.” 1 Timóteo 4.1
    (O Espírito aqui referido é o Espírito Santo). E, lembremo-nos ainda de Hebreus 9:27: “Aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disto o juízo.”

    Logo, vamos arrumar a casa, ou seja, o título desta matéria, que deveria ser:
    NO ESPIRITISMO, OS FENÔMENOS PROFÉTICOS SÃO CONHECIDOS COMO FENÔMENOS MEDIÚNICOS.

  2. BELO E IMPORTANTE ARTIGO PARA O MOMENTO ATUAL DO MUNDO EGOÍSTA E MATERIALISTA.Caros irmãos em DEUS, o Velho Testamento,, ao pé da letra, ao leigo é difícil compreender a mensagem para o Progresso Espiritual, e os Cultos, de boa FÉ, escondem a VERDADE, muitos para dominarem pelo MEDO, apresentando um Inferno eterno, a queimar o pecador. ou o Céu iinutil para os seguidores de “condutores de almas das seitas religiosas, de sua interpretação maliciosa materialista, em detrimento do progresso espiritual.
    O mesmo aconteceu com o NOVO TESTAMENTO:Evangelho de JESUS, Código da VIDA, e a prova é a conversa do Mestre com o Dr, da Lei: NICODEMOS, sobre a ressurreição, e a PROMESSA, que nos fins do tempo, mandaria o ESPÍRITO VERDADE”, explicar o que não tínhamos capacidade de compreender e muito mais, Promessa cumprida, em 18 de abril de 1857, com o lançamento do “LIVRO DOS ESPÍRITOS”, em Paris,COM AS MENSAGENS DOS ESPÍRITOS CODIFICADA pelo Cientista e Professor Hyppoite com o nome de ALLAN KARDEC, em razão de não ser OBRA SUA,MAS DOS ESPÍRITOS, o LIVRO É A PEDRA FUNDAMENTAL DE UMA DOUTRINA FILOSÓFICA E CIENTÍFICA, E MAIS 4 LIVROS, SENDO O TERCEIRO, A INTERPRETAÇÃO DAS PARÁBOLAS DO EVANGELHO DE JESUS.
    UMA DOUTRINA QUE NÃO TEM CLERO, CULTO, PARAMENTOS, DÍZIMOS, ETC. MAS. NOS INFORMA, SOBRE AS RESPONSABILIDADES DE NOSSAS AÇÕES PARA COM O PRÓXIMO, PARA NOSSA REDENÇÃO ESPIRITUAL ATRAVÉS DAS VIDAS SUCESSIVAS PARA ALCANÇARMOS A LUZ DIVINA,
    Chegamos ao Terceiro Milênio, a HUMANIDADE SE ESFACELANDO, POR REJEITAR O “ESPÍRITO” de AMOR FRATERNO DO EVANGELHO DE JESUS, assinalando que os TEMPOS SÃO CHEGADOS DE DEPURAÇÂO PELA PRÓPRIA MÃO DO HOMEM, E NÃO MAIS PELOS SISMOS DE DESTRUIÇÃO DA NATUREZA, PARA OS CICLOS DE PROGRESSO.
    DEUS, NOSSO CRIADOR, SEMPRE NOS AMPAROU COM SEUS MENSAGEIROS, O MAIOR:JESUS, O CRISTO, E QUE FIZEMOS COM A MISERICÓRDIA DIVINA, O S ASSASSINAMOS: cito: SÓCRATES, JESUS, O CRISTO, JOÃO BATISTA, GANDHI,LUTHER KING,,
    JESUS: EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA, E NINGUÉM VAI AO PAI AI NÃO SER POR MIM, SIGNIFICA: ESTUDAR SEU EVANGELHO EM ESPÍRITO E VERDADE, E O ESFORÇO DE O PRATICAR SEU EXEMPLOS, DE AMAR O DEUS-PAI E AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO, AI ESTÁ TODA A LEI E PROFETAS.
    DEUS ESTÁ EM NÓS, SEJAMOS O FILHO PRÓDIGO.

  3. amigo, a luz não se mistura com as trevas.
    as coisas de Deus são da luz. e satanás e seus demônios são enganadores e muitas vezes se passam por anjos de luz , mas são enganadores e mentirosos . salvação só em cristo jesus!.
    ele é o único mediador que nos reconcilia com Deus . O que passá disso e de procedência maligna. um abraço!

  4. http://www2.uol.com.br/historiaviva/reportagens/os_enigmaticos_etruscos_2.html … “Em 1985, também na Tarquínia, foi descoberta uma nova sepultura decorada, chamada “tumba dos demônios azuis” em razão da presença, em suas paredes, dedivindades infernais com a pele pintada de azul. Uma parte dos motivos mostra o barqueiro grego, que atravessa os infernos, e o equivalente a Caronte, em seu barco; ou uma morta, que vai partir em uma viagem marítima, acolhida por seus parentes falecidos.
    Por falta de textos etruscos, as interpretações devem parar por aqui. Note-se, contudo, que essa tumba é do fim do século V a.C., e os demônios que acompanhavam os mortos não apareciam na iconografia antes da época helenística. A presença deles parece ser mais antiga do que se imaginava.”

  5. “Oxalá que do povo do Senhor todos fossem profetas, que o Senhor pusesse o seu espírito sobre eles!”

    NÚMEROS [11]

    27 Correu, pois, um moço, e anunciou a Moisés: Eldade e Medade profetizaram no arraial.
    28 Então Josué, filho de Num, servidor de Moisés, um dos seus mancebos escolhidos, respondeu e disse: Meu Senhor Moisés, proíbe-lho.
    29 Moisés, porém, lhe disse: Tens tu ciúmes por mim? Oxalá que do povo do Senhor todos fossem profetas, que o Senhor pusesse o seu espírito sobre eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *