Na capital da mordomia, demitidos 15 mil funcionários ilegítimos

Helio Fernandes

Agnelo Queiroz, novo governador de Brasília, no primeiro dia, logo na posse, dispensou 15 mil funcionários. Tudo isso? E não farão falta? Evidente que não.

Mas é preciso medida complementar e definitiva: responsabilizar os governadores anteriores que praticaram os atos imorais, ilegais, subterrâneos. Nenhuma dúvida: pelo tempo que ficou no Poder, o grande culpado-corrupto foi Roriz, ele mesmo proclama: “Fui quatro vezes governador”. Deve contar com a primeira vez, interventor, nomeado por Sarney. Tinha que ser.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *