Na Copa, eles trabalharam o que tnhamos de melhor

Charge O Tempo 14/07
Chico Maia
O Tempo
Assim como a maioria de toda final, Alemanha e Argentina fizeram um jogo tenso, estudado, absolutamente estratgico e raras oportunidades de gols, perdidas inclusive por craques como o Messi, em funo do estado de nervos. Mas estes nervos flor da pele envolvem a todo mundo, o que faz com que nenhum espectador deixe escapar um lance sequer, principalmente depois dos 25 do segundo tempo quando quem tomar um gol pode perder o jogo e o ttulo.
Ningum esperava jogo fcil, mas a maioria considerava a Alemanha franca favorita. Possivelmente at os argentinos, que tomaram todas as precaues defensivas possveis. At Messi ajudou na marcao, alm de se virar para fugir do cerco implacvel alemo. Buscou jogo, deslocou-se pela esquerda, direita, infiltrou-se pelo meio e tentou fazer diferena.
Interessante que neste momento quando todo o Brasil fala em mudanas no futebol brasileiro, alemes e principalmente argentinos jogam brasileira, at os anos 1980, quando prevalecia o estilo Tel Santana: sem faltas, sem antijogo, bola de p em p buscando o companheiro melhor colocado visando o gol adversrio.

Princpio ao fim
Nada a discutir em relao ao mrito do ttulo. Argentina e Alemanha chegaram final sem contestaes, depois de timas campanhas nas fases anteriores e superaram suas concorrentes de forma brilhante. O equilbrio se confirmou neste jogo, brindando o Mundial com tempo extra, confirmando o equilbrio da disputa do princpio ao fim. O gol de Gotze foi de rara competncia: dominou e concluiu.

Vitria do futebol
Para o pblico seria timo que a deciso fosse at aos pnaltis, mas um sofrimento que os alemes no mereceriam. Por tudo que fizeram desde o planejamento de local de concentrao, treinos, qualidade dos jogadores, formaes tticas, competncia nos jogos, enfim. Ganhou o trabalho bem planejado e o futebol bem jogado.

Pobreza
O show de encerramento foi quase to ruim quanto ao de abertura. Pobreza absoluta desde o tema abordado quanto coreografia. Salvou-se pelas presena de Carlos Santana, Shakira e Ivete Sangalo. Parecia que era o ensaio da grande festa. Impressionante o prestgio desse Carlinhos Brown nas altas esferas do poder do pas. Tentou emplacar aquela ridcula caxirola, tomou bomba, mas conseguiu este prmio de consolao de estar no palco central do Maracan.
Muito ruim
De tudo que vi nesta Copa s no d para falar que houve progressos nas arbitragens. Mesmo nvel ou pior que nas edies anteriores, independentemente de lances duvidosos ou no. Mesmo em lances claros os senhores apitadores e auxiliares deixaram a desejar, certamente em funo da velocidade cada vez maior dos jogos. Menos mal que o brasileiro Sandro Meira Rici no tenha sido premiado com a final.

3 thoughts on “Na Copa, eles trabalharam o que tnhamos de melhor

  1. Boa charge, hoje 14 de julho, quero homenagear a Data Nacional da Frana: a Queda da Bastilha – Revoluo Francesa, em 1789. Na Bastilha haviam 7 prisioneiros. A Bastilha do Futebol tupiniquim tb caiu em julho. Coincidentemente com 7 gols. Cantemos respeitosamente a Marselhesa, hino do pas irmo. Meditem na letra, fcil ver a traduo na internet.

Deixe um comentário para Antonio Rocha Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.