Na estreia do Brasil na Olimpíada, a consagração da armadora Formiga

Formiga agora é recordista em participações nas Olimpíadas

Lucas Alvares

Miraíldes Formiga, atleta olímpica das últimas seis edições dos jogos, detém – ao lado do espanhol Estiarte, do polo aquático e da russa Estes, do vôlei indoor – o recorde de participações entre os praticantes de esportes coletivos. E mais do que isso: é peça-chave na seleção brasileira de futebol feminino que busca o ouro no Rio, medalha inédita e barrada pelas pratas de 2004 e 2008.

Se superação e o conhecimento dos atalhos do campo têm nome, é o nome de Formiga, ícone do desenvolvimento do futebol feminino no país. Com todas as ressalvas da escassez de apoio por parte do poder público, dos clubes e da própria CBF, ela transitou entre as pioneiras da modalidade, quando o Brasil – então treinado por Zé Duarte – adquiriu malandragem e espírito competitivo.

Também estava lá quando René Simões e Jorge Barcellos, treinadores nas finais perdidas para os EUA, promoveram uma revolução na preparação física das futebolistas brasileiras. E agora, com Vadão, técnico consagrado no futebol masculino, presencia a subida de patamar tático do Brasil. Panorama animador, que nos dá chances reais de título.

NO CAMPO INTEIROMeio-campista moderna, aos 38 anos se multiplica no gramado e ocupa, a cada momento, um dos quatro pontos que formam o losango central do esquema do técnico Oswaldo Alvarez.

Ora sai jogando na posição UM com qualidade, evitando o atabalhoamento das zagueiras Mônica e Rafaelle, ora alimenta, nos lados do losango, as laterais Fabiana e Tamires. Como elemento surpresa, é também peça chave nos lançamentos – a chamada jogadora do penúltimo passe, vital na criação de oportunidades de gol. E foi de Formiga, com seu fôlego de garota, a principal performance da vitória brasileira por 3×0 sobre a China na estréia do futebol feminino nos jogos Rio 2016.

ESQUEMA NOVO Na madura dinâmica de jogo idealizada por Vadão e posta em prática por uma seleção também amadurecida (a média de idade em torno de 26 anos não é das menores dos jogos), a tradicional velocidade do futebol brasileiro foi substituída pela correção nos passes e triangulações. No esquema posto em prática na vitória de hoje, a posse de bola esteve com o Brasil ao longo de toda a partida e foi traduzida em chances de gol, com pelo menos mais cinco claras oportunidades além dos três gols da vitória, especialmente no primeiro tempo.

A onipresença de Formiga, aliada à criatividade de Marta e aos “pés de ferro” de Cristiane, com energia taurina, conduziram o Brasil a uma vitória muito mais fácil do que se imaginava contra a boa China, que foi até as quartas-de-final na Copa do Mundo disputada no Canadá, em 2015, ocasião em que deu trabalho às americanas, quase imbatíveis na modalidade e atuais campeãs mundiais e olímpicas. A seleção da goleira Hope Solo só conseguiu abrir 1×0 sobre as chinesas, com muito custo.

A facilidade com que o Brasil passou pela China dá boas mostras: indica personalidade, esquema tático consolidado e a força mental que não pode faltar ao atleta de ponta. Se a prata se tornará em ouro, o emparelhamento da fase final, para a qual o Brasil parece encaminhado, pode nos dar uma pista. Quanto mais embalados enfrentarmos as americanas, melhor.

12 thoughts on “Na estreia do Brasil na Olimpíada, a consagração da armadora Formiga

  1. Olha o oba! oba!, a seleção olímpica da China não é lá estas coisas, já estão enaltecendo a seleção brasileira por ter batido por 3X0, vamos ver com seleções mais fortes.

  2. Perfeita a análise, e, pode melhorar ainda mais se acabar aquela “ciumeira improdutiva” de Marta e de algumas jogadoras de não passar bolas ou passes para Cristiane que é perfeita na grande área. Deixaram Cristiane isolada, e o que marcou essa minha análise foi ao final do jogo Marta cumprimentar todas as jogadoras e quando Cristiane a foi cumprimentar ela deu as costas, era visível o vexame. Tem algo que perturba, como eu que trabalho em Equipe, o estrelismo de alguns quando pensam que são “reis”. É hora de alguém intervir, prestem atenção ! Hoje Cristiane tá entre as 3 maiores Jogadoras do Mundo conforme analistas e jornalistas do mundo inteiro, isso deixa Marta meio perdida, e, com um futebol abaixo da média !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *