Na UTI, avó de Michelle Bolsonaro volta a apresentar melhora e deixa respirador mecânico

Avó de Michelle Bolsonaro confirma positivo para Covid-19 – Jornal ...

Maria Aparecida saiu do respirador e usa máscara de oxigênio

Por G1 DF

A avó da primeira-dama Michelle Bolsonaro, internada há um mês em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), apresentou uma evolução no quadro clínico, nesta segunda-feira (3), e deixou de usar o respirador mecânico. Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 80 anos, foi diagnosticada com Covid-19 e deu entrada no Hospital Regional de Santa Maria no dia 1º de julho.

Segundo o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), que administra a unidade da rede pública, apesar de deixar a entubação, a idosa ainda respira com a ajuda de uma máscara de oxigênio.

PIORA E MELHORA – Esta é a segunda vez que Maria Aparecida deixa o respirador mecânico. A primeira melhora ocorreu em 20 de julho. Contudo, a paciente voltou a piorar na última quinta-feira (30).

A avó da primeira-dama mora no Sol Nascente, a segunda maior favela do país, na periferia da capital. Junto com Ceilândia, a região tem o maior número de infecções pela Covid-19 no Distrito Federal.

De acordo com o prontuário médico, Maria Aparecida Firmo Ferreira foi encontrada “por populares, na rua, caída” e levada para o Hospital Regional de Ceilândia, com falta de ar, no dia 1º de julho.

TINHA OS SINTOMAS – No hospital, a idosa disse que há 15 dias apresentava sintomas como tosse seca, febre, coriza, falta de apetite, falta de ar progressiva e dor abaixo das costelas. Devido ao quadro de saúde, ela foi transferida para o Hospital Regional e Santa Maria.

No último boletim médico, diz o órgão gestor do hospital: “O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) informa que M.A.F.F. está internada no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) desde 1/7. A paciente foi transferida para um leito de UTI em 3/7 e foi intubada, começou a usar máscara nebulizante em 20/7, retornou no dia 30/7 para intubação, e, nesta segunda-feira (03), voltou a fazer uso da máscara nebulizante.

O IGESDF esclarece que a paciente está recebendo toda a assistência necessária ao quadro de saúde”

MICHELLE PEGOU – Na quinta-feira (30), o Palácio do Planalto informou que Michelle Bolsonaro está com Covid-19. Em nota, a Presidência afirmou que o estado da primeira-dama é bom e que ela seguirá “todos os protocolos estabelecidos” para tratamento da doença.

O G1 questionou o Palácio do Planalto sobre o estado de saúde de Maria Aparecida e da primeira-dama, mas até a última atualização desta reportagem, não havia recebido resposta.

“A primeira-dama Michelle Bolsonaro testou positivo para Covid-19 nesta quinta-feira, 30. Ela apresenta bom estado de saúde e seguirá todos os protocolos estabelecidos. A primeira-dama está sendo acompanhada pela equipe médica da Presidência da República”, diz a nota divulgada pela Presidência.

4 thoughts on “Na UTI, avó de Michelle Bolsonaro volta a apresentar melhora e deixa respirador mecânico

  1. Segundo os elevados padrões médicos do grande Imã e seus lúcidos seguidores,por se tratar preventivamente com cloroquina (condição básica para ser aceito na seita) em 05 dias estará curada , lepida e faceira.

    A não ser que as emas tenham roubado as caixas de cloroquina e assim em função deste ataque terrorista, ( mas só neste talkey?) pode durar 20 dias e ainda deixar um mofo no pulmão.

    Deve ser estes terrorista que o Mendonça está investigando.

    Sabotadorrs do pais

  2. Boa tarde , leitores (as):

    Por G1 DF , Senhores Carlos Newton e Marcelo Copelli parece que virou moda , o Presidente Jair Messias Bolsonaro fingiu que contraiu o ” CORONAVIRUS – COVID 19 ” e agora todo mundo do círculo de amizade , familiares e auxiliares dele , se encheram de inveja e ciúme , e agora também querem contrair a mesma moléstia que o Presidente fingiu ter contraído , só para não ficarem para trás .

  3. Pois é muito engraçado. Todos tem sintomas leves,Se curam como se estivessem de férias,ninguém e hospitalizado,
    entubado etc e principalmente ninguem passa nem perto de morrer.

    A cloroquina não é pois ela devia evitar e se pegasse curar em 05 dias não em 20.

    Ou é o eficientissimo serviço médico do governo (que não deve ter nenhuma i gerencia do ministério militar da saude) ou o covid de Brasília e meio aveadado mesmo, só mata adversários do governo.

    Por estas que o governo deve comemorar os 90000 mortos.sao todos traidores.

    Se deixaram abater só para contrariar o governo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *