Não dá para comparar a execução de Marielle Franco com a pena imposta a Lula

Resultado de imagem para marielle e lula

Reprodução do site Noticias ao Minuto

João Domingos
Estadão

A resolução da Executiva Nacional do PT que compara o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) ao processo penal que resultou na condenação de Lula a 12 anos e 1 mês de prisão é de um oportunismo político sem tamanho. De acordo com a resolução petista, tanto a execução de Marielle quanto a condenação de Lula são consequências de uma escalada de autoritarismo no País.

Nesse clima, afirma o PT no documento da direção nacional, “os movimentos sociais são reprimidos, professores são espancados, a universidade é atacada, artistas são censurados, setores politizados do Judiciário atuam casuisticamente e o governo golpista apela, de forma demagógica e irresponsável, para a militarização de esferas de competência do poder civil”.

VISÃO IDEOLÓGICA – Tudo o que está escrito entre aspas no parágrafo acima faz parte de uma argumentação política a partir de uma visão ideológica das coisas. Portanto, o PT tem todo o direito de dizer isso. Pode chamar Michel Temer de traidor, golpista e outras coisas, mesmo que o hoje presidente tenha sido fundamental para a vitória de Dilma Rousseff em 2010 e 2014.

O PT pode até fazer discursos para lembrar que Geddel Vieira Lima está na cadeia. E ao mesmo tempo omitir que Geddel, ao qual se atribui a posse de R$ 51 milhões em dinheiro, encontrados em um apartamento, em Salvador, foi ministro da Integração Nacional de Lula. É tudo parte da disputa política.

VIOLÊNCA EXTREMA – Comparar o assassinato da vereadora Marielle ao processo penal que condenou Lula por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, no entanto, supera a argumentação lógica da política.

A morte da vereadora, uma militante dos direitos humanos, negros, homossexuais, lésbicas e outras minorias que vivem o processo de discriminação, é um ato de violência extrema, inaceitável numa sociedade democrática. Mas, infelizmente, um pedaço da tragédia brasileira, em que mulheres negras, como Marielle, são as que mais morrem no País. E morrem meninas, jovens e adultas, anônimas, estatísticas apenas.

7 thoughts on “Não dá para comparar a execução de Marielle Franco com a pena imposta a Lula

  1. O Lula por ser um bandido condenado pela justiça em primeira e segunda instância, só pode ser comparado com os assassinos da Marielle, mas, nunca com ela.

  2. “Mas, infelizmente, um pedaço da tragédia brasileira, em que mulheres negras, como Marielle, são as que mais morrem no País. E morrem meninas, jovens e adultas, anônimas, estatísticas apenas.”

    Os homens são as maiores vítimas, 90% do homicídios no pais são de homens.

  3. Discurso político não compromete ninguém a ponto de querer eliminar quem o emite. Ainda mais aqui no Brasil e nas favelas onde eles nem querem saber disso e muito menos o entendem.
    Já, prender bandidos é perigoso como está fazendo Sérgio Moro e outros iguais.

    Na religião católica a canonização de alguém costuma demorar décadas ou séculos ao contrário da nefasta religião socialista em que não se espera nem o cadáver esfriar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *