‘No o caso, neste momento, de se mexer em valor de fundo eleitoral’, diz Rodrigo Maia

Maia defendeu manuteno do valor da eleio passada

Eduardo Cucolo
Folha

O presidente da Cmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira, dia 16, que a situao fiscal do pas no permite elevar o valor do fundo eleitoral para ajudar a bancar as candidaturas a prefeito e vereador em 2020.

Acho que no o caso, neste momento, de se mexer em valor de fundo eleitoral. Se mantiver o valor da eleio passada, o mximo que d para fazer. A situao do Brasil no permite aumentar os recursos para o prximo ano, afirmou Maia. Um valor como foi apresentado pelo governo agora, de manter o valor da eleio passada, resolve.

DESGASTE – Principal fonte pblica de recursos das campanhas, o fundo eleitoral distribuiu R$ 1,7 bilho em 2018. O valor para 2020 ser definido pelo Congresso na votao do Oramento da Unio, o que deve acontecer at o fim deste ano. Os congressistas j tentaram, por outros meios, elevar essa cifra a at R$ 3,7 bilhes, mas houve recuo aps desgaste pblico.

Maia afirmou que no se pode abrir mo do financiamento de campanhas com dinheiro pblico. Caso contrrio, segundo ele, apenas candidatos de grandes cidades conseguiro financiar suas campanhas com doaes de pessoas fsicas dentro das regras previstas na legislao eleitoral.

Tirando umas 80 [maiores] cidades, se no tiver recursos, vai virar eleio da informalidade para todos os lados. Eu no preciso do fundo eleitoral, eu tenho doao de pessoa fsica, eu financio minha campanha, mas garanto que para uns 5 mil municpios no haver financiamento formal de pessoa fsica.

CARGO NO EXECUTIVO – Maia participou do evento “A Fora do Legislativo Frente s Reformas que o Brasil Precisa Reforma Tributria”, realizado pelo Grupo Voto. Questionado pela plateia sobre seus planos para o futuro, afirmou no ter interesse em assumir um cargo no Executivo enquanto o pas no sair da atual crise fiscal, que dificulta a gesto do oramento pblico em todos os nveis de governo.

Eu no quero ser Poder Executivo enquanto as despesas no estiverem organizadas. Nem governo federal vale a pena administrar. No tem dinheiro para nada, afirmou Maia, citando a previso oramentria de investimentos para 2020 no menor nvel da histria recente.

COLIGAES – O presidente da Cmara afirmou tambm que se sente aflito com o Brasil devido s dificuldades em se avanar na agenda de reformas econmicas diante das disputas de vrios grupos de interesse na preservao de benefcios. Segundo ele, porm, o fim das coligaes para disputar cargos no Legislativo (que comear a valer nas eleies de 2020) pode reduzir a quantidade de siglas e facilitar o funcionamento do Congresso para a busca de consensos.

A nossa projeo que sobrem oito partidos em 2022, afirmou. A gente pode ter um Plenrio da Cmara com uma representao mais real da sociedade e um nmero menor de partidos em 2023.

23 thoughts on “‘No o caso, neste momento, de se mexer em valor de fundo eleitoral’, diz Rodrigo Maia

  1. Este bandido e o Alcolumbre, outro bandido, e mais um tal senador, Weverton Rocha, o senador do Lula, na propaganda deste crpula, todos, e mais alguns, no esto dando a mnima para o que a populao pensa.
    So todos uns canalhas, que s visam o interesse prprio.
    S fechando aquela pocilga.

  2. Interessante a colocao. coisa comum e tem um monte de gente aqui que acha normal. O cara pedir o voto, se eleger, seu partido entrar em acordo com a situao e este eleito para ser legislador, vai para o Executivo ocupar vaga partidria deixando a legislatura com seu suplente, quando no, o suplente de suplente. Estes so normalmente os que do as respostas desaforadas a opinio pblica como chefes de comisses, afinal, no tem qualquer responsabilidade com o eleitor e a Repblica. Moral da histria, s consertar o poltico sem desengripar a cabea desta gente acostumada a ser escria, jamais resolver o problema. Quanto ao fundo, antes de ser pblico, qual empresa financiava os polticos do interior? No financiava? Como se viravam? O fato que para ser justo e democrtico o povo deve escolher e para que todos candidatos tenham a mesma chance, sem interferncia partidria, no pode haver financiamento. Tempo de TV, rede social e conversa direta com o povo. essa sim uma eleio onde os candidatos teriam as mesmas condies, fora isso, so cartas marcadas beneficiando os mesmos caciques.

  3. 23:59 – O importante foi que nos livramos de Renan Calheiros!!!!

    ——————————

    00:00 – Aiiinnnnnnn, Alcolumbre um novo Renan Calheiros!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    (Escrito em MODO BORXONETE HISTRICA E PELANCUDA)

  4. Parlamentares governistas tentam barrar trs CPIs
    Uma terceira CPI, a das Fake News, j instalada, passou a ser monitorada pela base do governo no Legislativo, tendo frente o senador Flvio Bolsonaro (PSL-RJ)

    DR

    Notcias ao Minuto Brasil

    17/09/19 14:00 ? H 47 MINS POR ESTADAO CONTEUDO

    POLTICA : PREOCUPAO

    Deputados e senadores governistas se organizaram, nos ltimos dias, para barrar a criao de duas comisses parlamentares de inqurito no Congresso..

    A CPI da Lava Toga no Senado, para investigar a atuao de ministros do Supremo Tribunal Federal, e a da Vaza Jato na Cmara – articulada pela oposio para apurar as conversas entre o ento juiz Srgio Moro e procuradores da Lava Jato – preocupam o Planalto porque h o temor de que as investigaes possam respingar no governo e em aliados.
    Uma terceira CPI, a das Fake News, j instalada, passou a ser monitorada pela base do governo no Legislativo, tendo frente o senador Flvio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente. No Senado, a tentativa de abrir a investigao contra integrantes do Supremo rachou o PSL. Flvio tentou que os colegas da legenda retirassem o apoio comisso. Diante da presso, Juza Selma (MT) anunciou que vai sair do PSL. O lder do partido no Senado, Major Olmpio (SP), pediu que o prprio Flvio deixe a legenda, como mostrou a Coluna do Estado.

    Olmpio afirmou mais tarde que no sair do PSL porque foi convencido por pessoas prximas a permanecer no partido. “Vou continuar apoiando o presidente Bolsonaro e as pautas do governo. No vejo o presidente tomando posio contra a Lava Jato. uma posio do filho do presidente, que senador. Mas isso contraproducente bandeira do prprio partido”, disse ele ao Estado/Broadcast.

    A senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) foi uma das que pediram para Selma e Olmpio continuarem no PSL. E minimizou o movimento de Flvio. “Estou pedindo para todo mundo se perdoar, parar de brigar e esperar a poeira abaixar.” Para ela, Flvio tentou barrar a CPI por entender que a investigao atrapalharia o governo do pai.

    Na avaliao da deputada Carla Zambelli (PSL-SP), a CPI vai enfraquecer tanto o Legislativo quanto o Judicirio. “E no vai acontecer o que preciso, de fato, que a sada dos ministros.” Para ela, a discusso est concentrada no fato de Flvio ter sido o nico senador do PSL a no assinar o pedido de criao da comisso. “Acham que a assinatura do Flvio a mesma coisa que uma assinatura do presidente Jair Bolsonaro. E no .”

    J o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) afirmou que, apesar da movimentao interna no partido para esvaziar as duas CPIs, ele vai continuar defendendo a da Lava Toga. “Gerou mesmo um clima desconfortvel o Flvio ter sido o nico que no apoiou”, admitiu o parlamentar. Para Tadeu, o argumento de que a CPI no ter condies de investigar a fundo a atuao dos ministros do Supremo um “factoide” para convencer os bolsonaristas a desistirem da CPI. “Vou continuar defendendo porque, caso contrrio, perco minha identidade. Tiro uma mscara e coloco outra?”
    Em relao CPI da Vaza Jato, a bancada do PSL unssona em defender seu enterro, sob o argumento de que foi proposta pela oposio e tem o objetivo de investigar denncias de que a fora-tarefa da Lava Jato teria cometido irregularidades. Mas h tambm preocupao de que as investigaes possam enfraquecer pilares do governo, como o ministro Srgio Moro, que foi juiz da operao.

    Fake News

    O governo tem trabalhado ainda contra a CPI das Fake News, que apura denncias de utilizao das redes para difamar candidatos nas eleies de 2018.

    Flvio questionou qual seria o fato determinado para a criao da CPI. O presidente da comisso, Angelo Coronel (PSD-BA), argumentou que o objetivo “investigar ataques cibernticos que atentam contra a democracia”. Flvio respondeu: “Totalmente amplo, no ?”. As informaes so do jornal O Estado de S. Paulo.

    https://www.noticiasaominuto.com.br/politica/1060000/parlamentares-governistas-tentam-barrar-tres-cpis?utm_source=notification&utm_medium=push&utm_campaig

      • Prezado Sr. Liono Ramos Ferreira,

        Eu conheci pessoalmente Jarbas Vasconcelos quando eu residia no Recife, Relembre o que eu j falei sobre ele aqui na TI :

        ” Jarbas Vasconcelos na Prefeitura do Recife, nos anos 1990 era um primor : o que era antro de prostitutas e marginais, Jarbas reformou os prdios, as ruas, promoveu eventos ao ar livre com mesas grtis, o sujeito s pagava para o vendedor ambulante de cervejas que corria entre as mesas isso para dar emprego aos vendedores ambulantes e transformou a Rua do Bom Jesus, antiga Rua dos Judeus (porque nesta rua foi construda a primeira Sinagoga do Brasil ) em uma rua de pubs luxuosos mas no exploradores, onde a classe mdia podia desfrutar sentada nas mesas os desfiles dos blocos.

        O centro do Recife, na gesto Jarbas Vasconcelos revitalizou-se , tornou-se um centro gratuito de diverso popular para o povo mesmo bem iluminado e policiado e era inclusive chique frequentar o centro do Recife noite”.

  5. Relator aceita mudar trecho polmico, mas insiste em fundo eleitoral

    O senador quer manter o trecho que abre brecha para que o valor do fundo eleitoral seja ampliado nas prximas eleies

    Agncia Brasil
    Notcias ao Minuto Brasil
    17/09/19 15:00 ? H 6 MINS POR ESTADAO CONTEUDO

    POLTICA FUNDO-ELEITORAL

    Relator do projeto que beneficia partidos polticos, o senador Weverton Rocha (PDT-MA) aceitou alterar pelo menos dois trechos polmicos da proposta, entre eles um que abriria margem para o caixa dois em campanhas eleitorais. Ele ainda admitiu que a votao do texto poder ser feita na quarta-feira, 18, na Comisso de Constituio e Justia (CCJ) e no mesmo dia no plenrio. Uma terceira alterao negociada pelo relator, em relao Lei da Ficha Limpa, depender de um compromisso com veto presidencial.

    O relator insiste, no entanto, em manter o trecho que abre brecha para que o valor do fundo eleitoral seja ampliado nas prximas eleies.

    A proposta estava na pauta do plenrio nesta tera-feira, 17. Um grupo de senadores, porm, exigiu que o tema fosse discutido por pelo menos uma comisso, como de praxe. O assunto vai ser discutido em reunio de lderes partidrios, na tarde desta tera.

    Nas eleies de 2018, o fundo eleitoral teve valor determinado por, no mnimo, 30% das emendas de bancadas estaduais, alm da compensao fiscal de propaganda partidria na TV e rdios. A proposta aprovada deixa indefinido o montante das emendas que comporo esse fundo – determinado pela Lei Oramentria Anual (LOA) -, possibilitando, assim, que a quantia ultrapasse os valores utilizados no pleito anterior. Na prtica, caber ao Congresso estabelecer o valor.
    Caixa dois.

    O projeto permite que advogados e contadores que prestam servios para filiados – inclusive aqueles acusados de corrupo – sejam pagos com verba partidria. Um grupo formado por entidades que defendem a transparncia partidria emitiu uma nota tcnica avaliando que o dispositivo abre margem para prticas de caixa dois e lavagem de dinheiro.

    O relator anunciou que vai aceitar uma emenda apresentada pelo lder do PSDB, Roberto Rocha (MA), alterando esse item. Com o ajuste, os processos que podem acarretar inelegibilidade ficam excludos da possibilidade de pagamento com a verba pblica. O presidente da Cmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encaminhou um ofcio assinado por lderes da Casa concordando com a modificao.

    A segunda alterao anunciada pelo relator diz respeito prestao de contas, outro ponto polmico da proposta.

    O texto aprovado pela Cmara permite que um partido apresente a prestao de contas por meio de qualquer sistema de contabilidade disponvel no mercado.

    A permisso afrouxa a legislao atual, que exige informaes padronizadas em um sistema preparado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

    Na nova redao, proposta por Weverton Rocha, sero aceitos somente sistemas “homologados pelo TSE”. Ou seja, se nenhum outro programa tiver aval do tribunal, permanece o sistema utilizado atualmente.

    “Isso longe de facilitar ou tentar fugir das normas para no prestar contas do dinheiro do fundo “, declarou o relator. “No podemos permitir de maneira nenhuma a criminalizao da atividade poltica e partidria nesse Pas, principalmente no momento difcil que estamos vivendo”, comentou o senador.

    De acordo com o relator, os ajustes no faro o texto retornar Cmara, pois sero feitos por meios de ajustes na redao do texto, e no no contedo dos artigos aprovados pelos deputados.

    Ficha Limpa

    Outras alteraes costuradas pelos senadores, porm, envolvem o contedo do projeto. Para essas, o relator quer ter um compromisso do governo de vetar os itens.

    O acordo, no entanto, ainda no foi fechado. Um dos itens que o relator busca um compromisso de veto em relao alterao no prazo para que um candidato seja enquadrado na Lei da Ficha Limpa.

    Atualmente, um candidato no pode disputar eleies se ficar inelegvel na data do registro da candidatura.

    O projeto aprovado pela Cmara adia esse impedimento para a data de posse do cargo, permitindo que um candidato condenado durante a campanha eleitoral, por exemplo, possa ser eleito. O relator quer isolar esse item, permitindo que o trecho seja vetado pelo presidente Jair Bolsonaro aps a aprovao no Senado.

    https://www.noticiasaominuto.com.br/politica/1060148/relator-aceita-mudar-trecho-polemico-mas-insiste-em-fundo-eleitoral?utm_source=notification&utm_medium=push&utm_campaign=1060148

  6. Cidadania23

    Roberto Freire defende reformas e diz que o IR um dos impostos mais injustos do Pas
    Publicado em 16 de setembro de 2019

    O Jornal do Comrcio de Porto Alegre publicou, nesta segunda-feira (16), entrevista (veja abaixo) com o presidente do Cidadania 23, Roberto Freire. Na conversa, o dirigente destacou a necessidade de aprovao das reformas estruturais para viabilizar a retomada do crescimento econmico e disse que o IR (Imposto de Renda) um dos impostos mais injustos do Pas. Freire tambm falou dos principais projetos do partido para o Brasil e das estratgias para as eleies de 2020.

    http://cidadania23.org.br/2019/09/16/roberto-freire-defende-reformas-e-diz-que-o-ir-e-um-dos-impostos-mais-injustos-do-pais/

  7. Para quem no nasceu ontem, o fundamental na frase do sr. Maia foi: ” neste momento “.

    Para bom entendedor, meia palavra basta.

    Alis, sugiro que o novo fundo eleitoral seja de 50 BILHES DE REAIS.
    Acho que deve dar para essa classe ir se segurando por uns dois ou trs anos, no verdade?

  8. Boa tarde , leitores (as):

    Senhores Eduardo Cucolo ( Folha ) e Carlos Newton , acontece que o presidente da Cmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), to confivel , idneo , honrado , digno e patriota , quanto ao Presidente Jair Bolsonaro e seus filhos , aos Ministro / juzes quadrilheiros do Supremo Tribunal Federal , ao Presidente do Senado Federal Alcolumbre e seus respectivos comparsas .

  9. Bom…, o PT “se acha”…
    Mas o PT Kitsch. O pior partido de toda Amrica. Acabou aquela baranguice enorme de PTRIA EDUCADORA. [ta frase, slogan, bregona. E falsa]. Alm de ser picareta e vigarista. Muito pior que mentiras ou fake news…

    Nunca vi partido mais bregao, mais Kitsch, mais cafonrrimo, mais brego que o PT. H muito partido ruim no Brasil, mas de todos o PT o pior.

    E A ESTTICA Petista, hein? O estilo petista de ser? Cujo gosto musical apenas lixo e o tipo de msica fraca e curta que gostam de produzir e de ouvir e que se faz hoje em dia (esttica petista).
    O Petismo (juntamente com o PT, naturalmente) adora sertanejo-universitrio [entre outros lixes barangos] criado e estimulado durante o governo lulodilmista!
    Educao clssica: hiper importante.

    Bom, Por outro lado:
    Moro o melhor de todo esse governo atual. E essa verdade clara e lmpida, como a luz do Sol em um dia de vero, ao meio-dia de um cu lmpido. E tem histrico ROBUSTO. Moro culto, corajoso (como deve ser qualquer heri histrico), inteligente, honesto e erudito. Enquanto o PT brega, barango, cafona, Ersatz, picareta, vigarista e Kitsch: nada disso, tpico do PT, que o Sr. Srgio MORO nunca o ou ser.

  10. Esperamos que a Cmara siga esse caminho da moralidade e da transparncia

    O senador Eduardo Giro (Podemos), no plenrio, parabeniza os colegas que construram o acordo que provocou uma reviravolta no projeto com aberraes do fundo eleitoral.
    Esperamos que a Cmara siga esse caminho da moralidade e da transparncia. Esperamos que a Cmara dos Deputados no vire as costas para a sociedade.

    OBS.:
    Boa parte dos polticos e seus familiares Brasileiros , querem to somente continuar ” ROUBANDO e SAQUEANDO ” o patrimnio pblico , s que agora dentro da forma da lei .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.