Nas redes sociais, Ciro Gomes redireciona a artilharia contra Sérgio Moro, o novo rival

O ex-ministro Ciro Gomes, pré candidato do PDT à Presidência 02/10/2021

Ciro Gomes procura mostrar que representa a terceira via

Jan Niklas
O Globo

Apostando na campanha digital para se colocar como opção a Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva em 2022, Ciro Gomes agora terá que enfrentar mais um adversário: o ex-juiz Sergio Moro. O pedetista segue mirando preferencialmente suas críticas e ataques ao atual presidente, mas, segundo levantamento do Globo, passou a ter que dividir a artilharia que direciona ao PT com disparos contra Moro, que, assim como ele, tenta viabilizar o seu nome como opção para a terceira via.

Se em outubro Ciro não fez menção alguma ao ex-juiz em seu Twitter — enquanto disparou 39 vezes contra Bolsonaro e 12 contra Lula — a recente filiação de Moro ao Podemos mudou o jogo. Neste mês, o pedetista já fez sete publicações contra Moro, além de oito contra o petista e 20 contra o atual presidente.

DESDE A FILIAÇÃO – A primeira publicação recente sobre o ex-juiz foi justamente em 10 de novembro, data de filiação do Podemos. “A candidatura de Moro só vai agravar sua crise de identidade. Ele vivia disfarçado de juiz e agora quer se disfarçar de político para resolver suas enormes contradições. Nenhuma das vestes lhe cabe”, publicou Ciro, que nas semanas seguintes fez mais seis postagens contra o novo adversário.

Outra estratégia que o presidenciável passou a adotar em suas publicações é fazer equivalência entre os três candidatos. Em uma postagem, ele diz que “Moro e Bolsonaro são um só. (…) Igualmente corrupto, incapaz e sem qualquer entendimento da realidade brasileira”.

Em outra postagem, ele ataca a Lava-Jato ao mesmo tempo em que se opõe ao discurso petista sobre a inocência de Lula.

MOVIMENTO ESTRATÉGICO – No Youtube, onde o presidenciável posta produções de seus canais e trechos de entrevistas para meios de comunicação, a última citação em um título de vídeo ao petista é do dia 27 de outubro, com o enunciado “Nem Lula nem Bolsonaro”.

Já Moro aparece em três chamadas recentes para postagens como “Aceita o debate, Moro” e “Moro não tem nenhuma vivência para presidência”.

Cientistas políticos e integrantes do PDT ouvidos pelo Globo enxergam o embate com Moro como estratégico, mas não acreditam que o novo adversário impacte significativamente na campanha eleitoral de Ciro. Eles defendem que o eleitorado do pedetista e do ex-juiz estão em lados opostos, e, portanto, um não influenciaria tanto na capacidade de atração de votos do outro.

CENTRO-DIREITA — “Com o avanço de Lula sobre a esquerda, Ciro foi compelido a tentar disputar a centro-direita, mas esse não é o seu espectro político” — diz o cientista político Antonio Lavareda. “Quem de fato pode perder esse eleitorado para o Moro é o próprio presidente Bolsonaro, além das chamadas candidaturas da terceira via que vêm pela direita”.

Com base em pesquisas recentes de intenção de votos, o cientista político José Alvaro Moisés, professor da Universidade de São Paulo (USP), calcula que Ciro e Moro disputam pelo menos cerca de 35% do eleitorado que não declara vota nem em Bolsonaro nem em Lula. No entanto, um é mais de esquerda e o outro de direita. Moisés avalia, porém, que a agenda de alguns temas deve gerar disputa entre eleitores dos dois:

“O Ciro, mesmo antes do Moro se apresentar como candidato, já era um crítico de sua atuação, da Lava-jato, do julgamento da condenação do Lula. E ele vai retomar isso, pois o Moro levanta o tema do combate a corrupção em que tem muito a mostrar, mas também a se explicar depois das anulações de suas decisões”, diz Lavareda.

MARCAR DIFERENÇAS – O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi diz que o aumento de críticas do pedetista ao ex-juiz são para marcar as diferenças frente o eleitorado e nega que o novo presidenciável implique uma mudança brusca na campanha. Lupi acredita que Moro atrai um eleitorado ideologicamente de direita que já não votaria de jeito algum no PDT.

“Quem a gente disputa é o eleitor que não se define nem de direita nem de esquerda, e que votou em Bolsonaro de última hora só porque ele ia ganhar ou porque estava cansado do PT” — defende Lupi.

11 thoughts on “Nas redes sociais, Ciro Gomes redireciona a artilharia contra Sérgio Moro, o novo rival

  1. Ciro é um franco atirador. Quer eliminar todos.
    Eu gostaria de ver um debate entre Moro e Lula. Moro sem a toga é um advogado medíocre. Até a faculdade que o formou rejeitou uma honraria que foi proposta ainda no tempo da Lava Jato.
    Mas é um candidato a ser considerado. Como Collor tem o apoio da Globo. E tb admiradores nos States.

  2. HOMENS e humanidade caminham em direção às suas ideias. Ideias ruins, Homens ruins, humanidade ruim. Ideias boas, Homens bons, humanidade boa. Simples assim. Na verdade, verdadeira, a mídia partidária, preocupada apenas com os seus próprios interesses financeiros, presta um enorme desserviço à política, o país e à população apartidária, que é a maioria do país, cerceando e impedindo o livre debate de ideias políticas nos seus canais, além das cercanias e dos interesses partidários e eleitorais, dos seus candidatos de estimação, moldando tudo aos interesses dos me$mo$, em nome da democracia da ditadura partidária dos me$mo$ que, ao longo dos últimos 132 anos, conduziram o país ao estado de coisa$ e coiso$ que ai estão, com prazo de validade vencido, há muito tempo, que, por conseguinte, impedem as necessárias, inevitáveis e inadiáveis mudanças de verdade: sérias, estruturais e profundas que se fazem necessárias há trocentos anos. https://noticias.uol.com.br/colunas/marco-antonio-villa/2021/11/25/mais-uma-eleicao-sem-ideias.htm?fbclid=IwAR0d_f0XVTtYkKR_v8pOtJZ7Osj_MHkxkGneucMqOFSeUsRyZM5HpSchLY4

  3. O canga Ciro não consegue disfarçar que o Moro lhe tirou boa parte do pão. Todo mundo sabe de que lado está o Moro, o que ele fez e o que ele pode fazer. Se não fez mais a gente sabe qual é um dos responsáveis. Recusando-se a admitir a derrota, o coronel nordestino acredita que desprestigiando adversário cresce junto ao eleitor. Coitado, vai nesta canga Ciro junto com os seus 6%, mais uma vez vai passar vergonha.

  4. Moro vai engolir todos de um só vez, e será no primeiro turno com uma Vitória retumbante.

    O balaio de gatos e ratos formado por luiz Inácio, Bolsonaro, Ciro é outros sem vergonhas já está à vista do povo brasileiro que sabe muito bem que estão unidos pelo sentimento patrimonialista de cada um que enricou às custas da miséria da populacao.

    Estão se fazendo de tolos mas sabem que a Vitoria de Moro é certíssima, o que será a ruína deles no curso do governo do grande brasileiro Sérgio Moro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.