No “mercado” de ações, investidores ouvem sempre: “a bolsa ou a vida”

Só descuidados, imprudentes ou desatentos participam desses antros, que no mundo inteiro contaminam o setor financeiro. Não se passam muitos anos sem que esses jogadores criem crises irreparáveis.

De 1929 a 2009

São 80 anos, quantas crises, quantas falências coletivas ou individuais foram provocadas pela ganância ou a volúpia do lucro fácil? Por que o senhor Madox de Nova Iorque conseguiu dar um rombo de 50 BILHÕES, de dólares, de dólares?

Não há recuperação para a coletividade

No Brasil (igual ao resto do mundo), o máximo e o mínimo, sem favorecer o cidadão. Já chegaram a 74 mil, caiu para 38 mil, está em 56 mil, pode chegar onde esteve, mas sem investidores, só jogadores.

Alta sem volume

A Bovespa o dia todo sem cair. Mas subindo lentamente, quase nada. Na abertura e no meio da tarde, mais 0,92% em 56.760 pontos. No fechamento, 56 mil e 800, mais 1,2%.

O dólar o tempo todo “em casa”, fechou “zero a zero”, como se fosse Fluminense e Palmeiras.

Cálculo aritmético

Às 13 horas, primeira postagem, estava em 1 BILHÃO e 500 MILHÕES, fiz a projeção: assim, não chega a 4 BILHÕES, fechou em 3 BILHÕES e 700 MILHÕES.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *