No Brasil, o “Sistema” que nos governa é inimigo do cidadão

Resultado de imagem para corrupção charges

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

Francisco Bendl

Jamais, na História do Brasil, o “Sistema” de poder se mostrou tão atuante e contundente quanto agora, declarando-se escancaradamente como inimigo do cidadão, roubando, explorando, matando, negando-lhe direitos e anulando outros. Os roubos bilionários contra o erário e povo têm como conseqüência a falta de verbas nas áreas fundamentais de saúde e segurança, por estarem sendo desviadas de seus destinos. Isso significa que os condutores do “Sistema” são responsáveis por esses crimes que aniquilam a população, vitimada pelo serviço deficiente na saúde púbica e pelo total descaso com a segurança, com o país em clima permanente de informal guerra civil, que contabiliza cerca de 60 mil mortos a cada ano.

Não se consegue entender e aceitar a inexistência de movimentos organizados que poderiam contestar tanto o “Sistema” quanto seus poderes ilegítimos, e essa omissão tem deixado o povo à mercê de governantes e políticos deletérios e abjetos.

CONSCIENTIZAÇÃO – Na verdade, precisamos nos conscientizar que estamos sendo criminosamente manipulados pelo “Sistema”. Nesta conjuntura, supostas esquerda e direita se confundem na dilapidação dos recursos públicos, conforme ficou demonstrado pelas investigações da Lava Jato, com o Brasil sendo dominado por quadrilhas que se locupletam ilicitamente há mais de trinta anos e agora tentam inviabilizar a atuação da chamada República de Curitiba.

Vale lembrar que os bancos não são de direita e nem de esquerda, mas seguem apenas o dinheiro, o lucro, enquanto as elites brasileiras do serviço público e do empresariado querem apenas manter privilégios inimagináveis para o trabalhador, e tanto faz se o governo se intitula socialista, comunista ou capitalista, pois o objetivo destas castas se resume a exercer o poder e se locupletar.

SUPLÍCIO DOS INOCENTES – Bom, se considerarmos os bilhões roubados dos gastos públicos, envolvendo empresas estatais, fundos de pensão, empréstimos consignados, merenda escolar, metrôs, rodovias, programas populares etc., porque em tudo, enfim, há roubo e corrupção, a consequência é o suplício dos cidadãos inocentes, explorados pelos Três Poderes e pelos empresários sonegadores, seus cúmplices.

E não estou sendo calunioso ou difamando os três Poderes, porque não há dúvida de que o Judiciário também está envolvido, sobretudo por sua omissão em punir mais rápida e eficazmente os crimes cometidos contra o interesse público. Esta é a realidade brasileira.

37 thoughts on “No Brasil, o “Sistema” que nos governa é inimigo do cidadão

    • Luis Fernando,

      Não estás fora do assunto, não, pois essa prorrogação comprova o nível de comprometimento do Judiciário com o “Sistema”, onde o rico ladrão tem regalias, enquanto o pobre ladrão tem cadeia para cumprir!

      Não que eu esteja querendo dizer que o ladrão vagabundo não deva ser preso, mas protesto e veementemente contra o ladrão do erário e do povo, que nos rouba bilhões de reais e esteja livre, leve e solto!

      Grato pela participação.

      Um abraço.
      Saúde e paz.

  1. “E não estou sendo calunioso ou difamando os três Poderes…”
    Não se incomode não, seu Francisco, todo mundo sabe que os caras trabalham contra o povo. Em qualquer país decente os meritíssimos e as excelências já estariam presos. O ex-presidente americano Agnew teve que renunciar por problemas com o imposto de renda. Aqui faz-se medida provisória para roubar o povo e o autor ainda acha que tem moral para prender os meninos de Curitiba!
    Fique com Deus, meu senhor, e que eles todos tenham câncer de pâncreas.

    • Sapo de Toga,

      Quero muito ser teu amigo, mas somente permitirei esta amizade SE NÃO ME CHAMARES MAIS DE SENHOR, combinado?!

      Grato pelo comentário.

      E tens razão quanto à prisão de autoridades que se manifestam explicitamente em favor do crime, da corrupção, da desonestidade, e de usarem critérios pessoais sobre a soltura de delinquentes porque estes íntimos do poder e partidários!

      Um abraço.
      Saúde e paz.

  2. já acreditei no capeta; hoje o “sistema” é o próprio> sacar $$, cadastrar-se na internet, na cia. de água, luz, telefone, nascer na maternidade já sai com nome no sistema/registro e o escambau…não temos mais nome: diga seu CPF…

    • gessé,

      Somos mesmo apenas contribuinte, e mais nada.

      Na condição de seres humanos nos aniquilam, nos matam, nos exploram, nos violentam, nos humilham.

      Grato pelo texto.

      Um forte abraço.
      Saúde e paz.

  3. Caro Bendl.
    Excelente texto. Você tem toda a razão quando diz que na política brasileira não há esquerda, nem direita. Acrescento que na política brasileira, o que existe é a maioria dos políticos vivendo num corporativismo, com a única finalidade de enriquecimento deles próprios. Para eles o futuro do Brasil e o povo que se danem.
    Os termos esquerda e direita, começaram na França, que os nobres adeptos do rei conservadores, defendendo o seu status quo sentava à direita nas Assembléia Nacional e à esquerda sentavam-se os representantes do povo que defendiam o progresso através da revolução. Resumidamente, esses termos hoje serve para definir a ideologia de cada governo: A direita privilegia o conservadorismo, o capitalismo em prejuízo do trabalhismo, um sistema que favorece as elites, o que gera concentração de renda.
    À esquerda, defende os trabalhadores e a distribuição de renda e os interesse nacionais.
    Como exemplo de governos de esquerda, tivemos o João Goulart, Miguel Arraes, Brizola, Darcy Ribeiro e outros. É bom deixar claro que esquerda, não quer dizer ditadura totalitária, que chamam de comunista.
    Após a ditadura, os governos, não tinham nenhuma ideologia e em todos eles houve corrupção e enriquecimento ilícito, que veio culminar no governo petista como a maior roubalheira da história do Brasil.
    Chamar o partido dos trabalhadores de esquerda, é uma ofensa aos verdadeiros esquerdistas, Na verdade são oportunistas e ladrões, sem nenhuma ideologia.
    Um forte abraço e saúde

    .

    • Meu caro Jacob,

      Ótimo comentário explicando a origem do termos esquerda e direita na política, e os rumos que os parlamentares deram à política nacional, hoje sinônimo de falência moral e ética!

      Precisamos de pessoas com este nível de informação e conhecimentos que dispões, que sabe se posicionar e não se deixa influenciar por opiniões infundadas, superficiais, inócuas.

      A tua participação na TI tem sido meritória e essencial, razão pela qual agradeço sobremaneira esta tua participação e apoio.

      Um forte abraço.
      Saúde e paz.

  4. Prezado Sr. FRANCISCO BENDL, também meu Mestre.

    A meu ver, o ilustre Comentarista comete certa injustiça no Artigo, porque analisa de forma absoluta. Como as coisas deveriam ser.
    Temos que analisar de forma relativa aos outros Governos anteriores, e dos nossos costumes Políticos. Os antigos Costumes tem muito peso.
    Então, tenho certeza sua conclusão seria um pouco diferente.

    Mas concordo que são graças a Homens como o senhor, que querem as coisas perfeitas de forma absoluta, que se faz JUSTIÇA SOCIAL. Abrs.

  5. Esquerda, direita, centro, oposição e situação, afeiçoam-se todos sacos da mesma farinha, infelizmente, se igualam no mínimo na sacanagem do fundo partidário, salvo raríssimas exceções. E essa gente não irá mudar nada que contrarie os próprios interesses delle$. Aliás, não vão deixar que ninguém de fora do cercado delle$ torne-se candidato à presidência por uma de seus siglas, e nem que estrague o pesqueiro delle$. Estou começando a desconfiar que perdemos o time em Junho de 2013, não fizemos o serviço completo que deveríamos ter feito, achando que os me$mo$ ainda tinham pelo menos um pinto de vergonha na cara e mudariam para melhor o $istema político podre, mas dela para cá só fizeram mais besteira$. E não é nada fácil furar os bloqueios dos me$mo$. Talvez nem mesmo com os tatuzões que estão parados e apodrecendo no tempo lá no Ceará não conseguiremos furar os bloqueios dos me$mo$. As forças armadas que poderiam nos ajudar tb estão cooptadas pelo elle$. É aquilo que tenho repetido há mais de 20 anos: sem Deus no comando maior da causa, impossível vencê-lo$.

    • Leão,

      Grato pela participação.

      Tens plena razão quando criticas e veementemente o tal imoral fundo partidário, valiosas quantias que poderiam e deveriam estar sendo canalizadas para melhorias da vida do povo, menos distribuídas para corruptos e desonestos.

      Um forte abraço.
      Saúde e paz.

    • Caríssimo dr.Werneck,

      Sinto-me honrado com a sua manifestação sobre o artigo em tela.

      Muito obrigado pelo apoio, que serve fundamentalmente como estímulo para que não nos deixemos vencer pelo desânimo, pela descrença em nós mesmos, mas que termos como reagir e alterar esse Sistema nocivo e nefasto que dizima com a população e fragmenta o país!

      Se os homens de bem desta nação se levantam contrários às injustiças que hoje atingem o povo, decididamente a esperança ainda está conosco, não foi roubada pelo Sistema, e podemos enfrentá-lo sem receio.

      Um grande e afetuoso abraço.
      Saúde e paz.

  6. Mestre Bortolotto,

    Quem dera que eu tivesse o teu conhecimento, de modo a externar meus pensamentos com precisão e justiça!

    No entanto, na razão direta que tenho sido vítima desse Sistema cruel, segregador, ladrão, corrupto e desonesto há décadas, e também porque está escrito na Bíblia, Mestre, que os justos pagarão pelos pecadores, o meu artigo fatidicamente receberia críticas de uma pessoa do teu porte, do teu nível, que escreve para ensinar, para orientar, então a minha reverência e respeito!

    Bem sei, pelo menos, que este Sistema que abordo só existe porque encontra facilidades para se mover e permanecer atuando, indiferente às mudanças de governantes e regimes, porém permanentemente contrário ao bem-estar do cidadão e ao bem comum!

    Em decorrência não faço distinções entre o passado e o presente, pelo fato de que sofremos igual, padecemos do mesmo jeito, temos sido roubados, explorados, aviltados desde a Proclamação da República, e sem que tenhamos forças para mudar este estado de submissão que nos condenaram.

    Mas te dou plena razão, Mestre Bortolotto, pois este texto pertence a um cidadão da plebe ignara, desta masa anônima que moveu o país em épocas passadas, e hoje apenas encontra um espaço como este, democrático e e essencial, para deixar patente as suas reclamações, frustrações, decepções, contra governantes e parlamentares que somente cuidam de si, de seus interesses e conveniências, restando-nos apenas registrar as nossas inconformidades com esta forma como estamos sendo destratados, negligenciados, abandonados, e à mercê de decisões de criminosos!

    Um honra para mim a tua participação, mestre, pela qual muito agradeço.

    Um abraço forte, amistoso, caloroso.
    Saúde e paz.

  7. Grande amigo Bendl
    Tens razão: O “sistema” se apropriou de tudo. Sabendo-se que o “sistema” significa meio financeiro, instituições públicas dominadas por corrupção e inoperância, organizações partidárias com proprietários, sindicatos feudais e, finalmente, sociedade omissa e passiva, desestrutura, sem cultura e individualista, “estamos numa mato sem cachorro!” Não existe espaço para manobras corretivas, a não ser abruptas, violentas e de resultados indefinidos e insertos.
    Os governos são amigos dos governantes. Afinal, alguém esperava que atirassem neles próprios? O que vivemos hoje com a lava jato, com denuncias e colaborações, só está acontecendo pelo rompimento de acordos entre ladrões. Dá para comparar com a luta por território, dos grupos da droga e do crime organizado. Só ainda não começaram a se matar. O resto, tudo igualzinho.
    Bendl, estamos cercados e dominados por “organizações criminosas”, por todos os lados. Uma delas usa a estrutura legal do estado e a outra criou uma estrutura para o “seu estado”.
    Continuo entendendo que a solução tem de passar pelo povo, seja no processo eleitoral e seja na própria organização.
    Sem isto, não sairemos do buraco e seremos dominados, facilmente.
    O povo com cabeça boa tem de ajudar o povo inculto. O que sobrar, certamente não presta para nada.
    Assino embaixo, mais uma vez.
    Abraço fraterno e muita saúde.
    Fallavena

    • Fallavena, meu caro,

      Muito obrigado pelo comentário.

      O teu texto resume o que eu quis dizer sem a tua competência.

      Lembra quando estudamos no passado sobre a fagocitose?

      Trata-se do processo de ingestão e destruição de partículas sólidas e estranhas ao corpo?

      Pois bem, o Sistema é este processo, que ao perceber que o povo está contra seus métodos, ataca, mata, impede qualquer reação, que teve início quando o PT de forma criminosa nos tirou a proteção, o direito à defesa, criando o Estatuto do Desarmamento.

      Ora, não só a violência explodiu como nunca antes o tráfico de armas esteve tão atuante!

      Desta forma somos presa fáceis dos predadores, do Sistema, que não admite interferência e mudança, reagindo para ocasionar medo e intranqujilidade à cidadania.

      Um grande abraço, meu caro amigo.
      Saúde e paz.

    • Armando
      Uma das primeiras medidas é valorizar a democracia com a adoção do voto não obrigatório. Quem junta santinho na sarjeta, não sabe em quem votou dias após o pleito e odeia política, tem de deixar de opinar.
      Mais do que um “sagrado direito”, votar com responsabilidade é um dever.
      Abraço.
      Fallavena

      • Depois da Lava Jato, votar no $istema político podre tornou-se um ato de loucura, isto sim, ou uma demonstração de conivência com o dito cujo. O resto é retórica de pré-candidatos que ou de dependentes dos me$mo$, que fazem do $istema político podre meio de vida. A coisa funciona mais ou menos como no narcotráfico, enquanto os narcotraficantes constroem as suas vidas os usuários destroem a deles. Temos que pegar esse capeta pelos chifres, não dá mais para aturar as mentiras dos me$mo$, o $istema político está muito doente, o voto tb, precisam entrar em quarentena e tratamento para quem sabe, reciclados, possam voltar à ativa. Na França, p.ex., a abstenção já chegou à casa dos 25%.

    • Armando,

      Repito a fórmula:

      Interromper as atividades criminosas do Congresso venal, e haver uma intervenção no Planalto!

      Qualquer outra alternativa é alimentar este processo que nos submete, que nos explora, que nos rouba e humilha!

      Votar conforme esta democracia falsa, com candidatos comprometidos com este sistema político deletério e abjeto, urnas inconfiáveis, votos comprados e cooptados, decididamente não é querer encontrar respostas para nossos graves problemas, mas dar sequência a este processo de fagocitose, onde somos os corpos estranhos desse corpo doente, que entende como se fosse uma doença autoimune, que deve devorar quem se atrever a modificá-lo mesmo que seja ele próprio.
      Exemplos:Diabetes tipo 1, Lúpus, Artrite Reumatóide, Vitiligo, Psoríase … nó somos para o Sistema essas enfermidades. Ora,tratemos então de infeccionar este quadro clínico, simples.

      Um abraço.
      Saúde e paz.

  8. Pingback: No Brasil, o “sistema” que nos governa é inimigo do cidadão – Debates Culturais

  9. Robert,

    Tens toda a razão, e o que me dizes dos professores?!

    Desestimulados, desconsiderados, mal tratados, salários irrisórios … que governo ordinário, crápula, safado, corrupto e desonesto!

    Grato pelo comentário.

    Um abraço.
    Saúde e paz.

  10. Apesar das notícias de seu texto serem ruins, e não tem outro jeito,pois tá difícil,mesmo, dá gosto de ver seu discernimento na abordagem de temáticas tão importantes. Arrisco acrescentar que o judiciário não está envolvido , só por omissão. Gratíssimo. Aprendo muito lendo seus comentários!!

  11. Caro Bendl, assino mil vezes teu artigo, e dos demais comentaristas. Pós ditadura/64, o poder civil, nas 3 esferas, roubam a Cidadania, a estupram e vilipendiam. O desgoverno Temer, vai fazer um ano de pesadelo, seus sinistros acusados, ele, mesmo, o que ele vai comemorar: transformou o Brasil em grande senzala, com 220 milhões de escravos, sob a batuta de uma corja de mil traidores, verdadeiros morcegos, a se alimentar do sangue, suor e lágrimas do trabalhador.
    Esses quadrilheiros hediondos, já tem garantido o Ranger de dentes, no além túmulo, por suas obras maléficas.
    Que Deus nos ajude, a sair desse oceano de lama pacificamente.Lula quando deixou de ser deputado, disse, lá tem 200 picaretas, com sua saída ficou 199, o tempo confirmou, e momento não nos deixa mentir. pobre Brasil acorda, a hora é essal.
    JUiz Sergio Moro, que Deus te proteja e ilumine, nessa Missão de lavar o Brasil, para voltar a ser decente e justo, e que os jovens Juizes, te tomem como exemplo de Dignidade.

    • Meu querido Théo, decano deste blog,

      Sempre é uma honra parar mim registrar o teu comentário.

      E somo a esta distinção, a minha alegria, pois concordas com o que escrevi!

      Na verdade, a nossa idade nos proporciona uma certa experiência de vida, que nos proporciona fazer comparações, extrair as diferenças de épocas passadas com o presente, de onde podemos concluir sem maiores erros que períodos foram melhores e piores para o país e povo.

      Dito isso, meu caro amigo, indiscutivelmente vivemos a pior fase desta República em todos os tempos!

      Corrupção, desonestidade, roubos, impunidades, falência ética e moral do Estado, um STF que se notabiliza por decisões políticas e não com base na Carta Magna, recessão econômica com mais de CATORZE MILHÕES DE DESEMPREGADOS, juros extorsivos, a elite bancária cada vez mais poderosa na razão inversa da pobreza do brasileiro, inadimplência – jamais tivemos este festival de ilicitudes, irregularidades, descrença, desconfiança, decepção, frustração com os poderes como nesses últimos trinta anos!

      E, Théo, como temos levado paulada!

      Sarney, Collor, FHC, Lula, Dilma, Temer.

      Quantos planos econômicos nos lesaram e prejudicaram!

      Quanto sofrimento ocasionado pela violência, falta de atendimento médico, hospital, vacina …. salários de aposentados atrasados, salários do pessoal ativo pagos em parcelas, enquanto que juízes e parlamentares se refestelam com seus milhões de reais a cada ano!!!

      As injustiças são tão clamorosas que a vontade é chutar o balde com raiva, com vontade, com determinação!

      Obrigado pela tua participação, meu amigo.

      Um forte e fraterno abraço.
      Muita saúde e paz!

  12. Prezado Ricardo Lima,

    Comentários como este, que registras, obriga teus colegas- no caso, eu me vejo obrigado – a ser verdadeiro, coerente, sincero.

    Os elogios ou estímulos que recebemos nos impulsionam a seguir em frente, a nos expormos com nossas ideias, pensamentos, opiniões e convicções.

    Tenho sido obediente à forma como entendo esta política nacional desde que vim parar neste blog há mais de quatro anos.

    Não sou de causar surpresa com meus textos, mas de ser contundente, incisivo, e sem dourar a pílula.

    Assim, tem colegas que aceitam esta maneira como me comunico, outros detestam.

    Na razão direta que jamais contentarei a todos, e tampouco esta é a minha intenção mesmo porque seria um devaneio, o Chico Bendl escreve o que sente, tanto em respeito ao Mediador, que se não fosse ele e este espaço democrático não nos conheceríamos, como em atenção aos demais comentaristas, inteligentes, conhecedores dos assuntos postados, educados e respeitosos, onde tu é um dos exemplos.

    Muito obrigado pelo apoio.

    Um forte abraço.
    Saúde e paz.

  13. Concordo plenamente , inclusive já argumentei sobre isso , são pagos com erário publico para usurparem a sociedade . Poderes corrompidos um sobre tutela do outro .

  14. Prezado Vicente Quinane,

    Obrigado pelo comentário.

    Na razão direta que o povo é quem paga os servidores dos Três Poderes, tanto os mais simples e contemplando presidente da República, Congresso, Senado e STF, inadmissível a forma como nos dão recibo de nossos prontos pagamentos!

    Afinal das contas somos os PATRÕES, os chefes, quem efetivamente manda!

    No entanto, não sei explicar o momento exatamente, renunciamos à condição de mandante para adotarmos o modo de comandados, e jamais reivindicamos o retorno à categoria anterior.

    Foi uma festa!

    O povo omisso, alienado, irresponsavelmente eu diria, permitiu que fosse subserviente, que ficasse à mercê da vontade alheia, dos caprichos de poderes carcomidos pela falta de ética e moral!

    Resultado:
    Agradeço a tua participação e comentário, haja vista termos de nos adaptar, por bem ou por mal, às ordens emanadas de ladrões e assassinos!

    Um abraço, Vicente.
    Saúde e paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *