No Congresso, já há dúvidas se Temer consegue cumprir o mandato até o fim

Temer é como a viúva Porcina, que foi sem ter sido

Ranier Bragon, Letícia Casado e Daniel Carvalho
Folha

​Aliados de Michel Temer no Congresso Nacional e ministros do Supremo Tribunal Federal afirmam que o governo atingiu um nível extremo de enfraquecimento político, não descartando, em caso de piora na situação, o risco de a gestão não conseguir se sustentar nos sete meses que lhe restam. A avaliação ouvida pela Folha é a de que a crise com os caminhoneiros atingiu um dos últimos resquícios de credibilidade da administração, a área econômica.

Temer completou no último dia 12 dois anos de governo como o presidente, na média, mais impopular desde pelo menos a gestão de José Sarney (1985-1990). Mas vinha batendo na tecla de que em sua administração a inflação foi reduzida e o país saiu da recessão, embora em ritmo mais lento do que o esperado.

DESABASTECIMENTO – Com a crise da greve dos caminhoneiros, o país passa por uma grave situação de desabastecimento, cenário não detectado pelo governo apesar de alertas nessa direção.

Emparedado, o Palácio do Planalto foi obrigado a ceder em vários pontos, em uma demonstração do enfraquecimento político que vive, mas mesmo assim não conseguiu até esta segunda-feira (28), oitavo dia da crise, encerrar a paralisação.

“Não é o caminhoneiro, é o brasileiro que não admite a Presidência do Temer. O PT insistiu na Dilma. Deu no deu”, afirmou em nota o líder da bancada do aliado DEM, o senador Ronaldo Caiado (GO).

SEM CREDIBILIDADE – “A greve dos caminhoneiros detonou a popularidade do Temer e do governo, a população está revoltada. O governo tinha ainda certa credibilidade na equipe econômica. Era um alicerce importante”, afirma o deputado Rogério Rosso (DF), do também aliado PSD.

Um dos principais correligionários de Temer na Câmara, o deputado Beto Mansur (MDB-SP) afirma que todo o espectro político perde, não só Temer. “Tivemos um problema na questão da inteligência do governo, de não saber o tamanho da ‘trolha’, essa é minha opinião, mas tem que procurar resolver. Esse é um processo perde-perde, ninguém ganha.”

Nos bastidores do STF, a avaliação de ministros é a de que o governo subestimou os caminhoneiros. No caso de o desabastecimento se agravar, há, na visão desses magistrados, o risco de uma revolta de maior proporção, com ameaça ao já cambaleante mandato de Temer.

SEM FORÇA – Ainda de acordo com integrantes da corte, o emedebista e o seu entorno estão longe de representar uma voz com força para dialogar com diferentes grupos sociais.

Eles afirmam que em um momento como esse era preciso que Temer procurasse institucionalmente os governadores e chefes de outros poderes. Mas a interlocução do Palácio do Planalto com o STF tem sido feita pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que já conversou com quase todos os 11 magistrados, pessoalmente e por telefone.

Na quinta-feira (24), ele se reuniu por cerca de uma hora com Gilmar Mendes, em Brasília. Nesta segunda (28), o encontro foi com Alexandre de Moraes.

ATRÁS DE MAIA – No Congresso, Temer busca se reaproximar do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é pré-candidato à sua sucessão.

Durante o fim de semana, quando tentava se desvencilhar da crise, Temer chamou apenas o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), para conversar. Não procurou Maia.

Nesta segunda-feira (28), os deputados Baleia Rossi (MDB-SP) e Pauderney Avelino (DEM-AM) costuraram uma conversa entre Temer e Maia, que foi ao Palácio do Planalto no início da tarde.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O mais incrível foi Temer pensar que havia possibilidade de se reeleger… Certamente não será derrubado, porque já está perto do fim, mas seu futuro é sinistro, com a Polícia Federal colecionando provas para prendê-lo. (C.N.)

29 thoughts on “No Congresso, já há dúvidas se Temer consegue cumprir o mandato até o fim

  1. O sujeito Vampiro prefere ferrar milhões de brasileiros, ao invés de ficar seus últimos dias curtindo a Marcelinha sedenta e maravilhosa.

    No fim empacota, e deixa a gata rica na garras de um Ricardão.

    Renuncia velho panaca e nos deixe em paz!

  2. *Gen Pimentel – Presidente do Clube Militar:

    Análise perfeita da Desembargadora Marilia Castro Neves.

    E por favor, não continuem a empurrar os militares para o Poder, como fizeram em 64.

    Sabemos ser o desejo de bem intencionados, mas sobretudo dos arautos e pregadores do caos, dentre os quais (esses últimos) não estamos nós, militares.

    Quem viveu já viu!

    Parabéns à nobre desembargadora!

    Da autoria de Marilia Castro Neves

    *SOBRE A GREVE DOS CAMINHONEIROS*

    Amigos,

    A coisa é tão simples que me custa acreditar que vcs não estejam entendendo!!!

    A esquerda perdeu.

    Lula está preso e não houve qualquer comoção social.

    Os senadores petistas espernearam, vociferaram, ameaçaram mas NINGUÉM DEU OUVIDOS.

    O Temer está muito longe de ser o que desejávamos na presidência da República mas é muito melhor que a Dilma!!!

    E é melhor que a outra opção (Rodrigo Maia?).

    Impeachá-lo também, por mais justo que seja, jogaria o país no caos absoluto!

    Estamos tão perto das eleições!!!!

    Tudo correndo razoavelmente bem e, do nada, surge uma greve de caminhoneiros que desabastece e para o país.

    Não há sindicatos envolvidos, não há bandeiras vermelhas, a causa aparentemente é justa, mas a solução pleiteada é impossível!!!

    Quem se beneficia com essa greve que alguns da direita menos esclarecida estão apoiando junto com a esquerda esclarecida????

    A ESQUERDA!!!

    Gente!!!

    A esquerda sabe, muito bem, que nem com toda a desunião da direita e com toda a união da esquerda ela consegue vencer as próximas eleições!!!

    Sabendo disso, o que é melhor para a esquerda ?

    1) perder as eleições;

    ou 2) uma intervenção militar, que eles vão gritar que é“golpe” para deslegitimar as eleições????

    Deu pra entender o raciocínio????

    É contra esse tipo de gente maquiavélica, sem princípios, sem ética, sem moral, que os militares estão lutando sozinhos agora!!!!

    Se os militares assumirem o poder, depondo o Temer e fechando o Congresso, estarão fazendo a festa da esquerda!!!!

    É tão óbvio isso!!!

    POR FAVOR, PELO AMOR DE DEUS, NÃO PODEMOS APOIAR ESSA GREVE E NÃO PODEMOS FORÇAR OS MILITARES A TOMAR O PODER.

    OS MILITARES SABEM O QUE ESTÃO FAZENDO, ELES MERECEM NOSSO VOTO DE CONFIANÇA!!!

    Vamos divulgar!

  3. No tempo das ditaduras militares do cone sul, o Uruguai inovou, pois tinha um Presidente civil (Bordaberry, acho), mas quem governava mesmo eram os milicos. Acho que é mais ou menos o que vai acontecer com o Temer até o fim do mandato…

Deixe uma resposta para Eduardo RJ Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *