No DEM, Arruda conquista espaço

Infelizmente é isso. A situação começa a favorecer o governador corrupto. Pelo menos a tendência “é dar mais tempo para que possa se defender”. O que muitos garantem: “A palavra RADICALIZAR é muito forte, e seu primeiro sintoma é a perda de sono”. E pela quantidade cada vez maior de venda de “soníferos”, todos gostam de dormir bem. (Ou DEM).

A Assembléia não
votará o impeachment

Não tem condições, vontade, segurança ou até número. Não importa ou interessa quantos pedidos de impeachment existam. São 24 deputados, 9 envolvidos, como conseguir devolver Arruda à planície, tirando-o do planalto estadual?

Ampliando a “radicalização”

Agora surgiram revelações sobre o PMDB. É lógico que no partido maior da base, existem muitos “arrudas”. Henrique Alves e Eduardo Cunha nem precisam de investigação. O primeiro trucidado pelo depoimento da ex-mulher, invencível e irrefutável.

O segundo, chamado de ladrão pela televisão. E quando se votava a CPMF, havia uma emenda. Era de Eduardo Cunha. O líder do PSDB, Artur Virgílio e o do DEM, Agripino Maia, disseram: “Emenda de Eduardo Cunha é para negociata”.

Acusações contra Michel Temer

Não gosto do “estilo carreirista” do presidente da Câmara e do PMDB, acumulação vergonhosa. Mas nunca soube ou recebi qualquer denúncia de que Temer se apropriou de dinheiros públicos. Mas também jamais protestou contra qualquer irregularidade no seu partido ou em outros.

É publico e notório que o PMDB está cheio de “disque Quércia para a corrupção”. Temer não toma conhecimento, “deixa que a corrupção prospere”. Deve ser por isso, que sem votos para coisa alguma, “esteja sempre por cima”.

“Descobertas” contra Tuma,
por ocultação de cadáveres

Também nunca soube nada sobre isso em relação a ele. Mas sempre desconfiei, (sem conseguir provar) que sua situação na ditadura era muito estranha.  O segundo homem de Sérgio Fleury, (o maior torturador e o maior assassino oficial de São Paulo) diretor do Dops doEestado, nunca tivesse sido sequer investigado.

Fleury era vítima de “queima de arquivo”, (morreu “acidentalmente” batendo com a cabeça na quina de um barco), Tuma se elegia senador e corregedor, os filhos deputados.

Por que agora, acusado de “ocultação de cadáveres”? E com Paulo Maluf, de quem se pode dizer tudo, menos que seja assassino. Corruptos, geralmente não usam da violência. Maluf NÃO TEM 300 milhões de dólares nos EUA à toa. E a “descoberta” sobre Tuma, “coincidência”?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *