No desespero, defesa de Lula “inventa” uma carta dele pedindo anulação de processos

Imagem relacionada

Zanin pensa que alguém acredita que Lula escreve essas cartas…

Bela Megale
O Globo

Em uma carta enviada ao ex-ministro Celso Amorim nesta segunda (24), o ex-presidente Lula questionou o discurso de que a anulação de seus processos colocaria a operação Lava-Jato em risco.

“Alguns dizem que ao anular meu processo estarão anulando todas as decisões da Lava-Jato, o que é uma grande mentira, pois na Justiça cada caso é um caso. Também tentam confundir, dizendo que meu caso só poderia ser julgado depois de uma investigação sobre as mensagens entre Moro e os procuradores que estão sendo reveladas nos últimos dias”, escreveu o ex-presidente.

UM PEDIDO – Na manhã de hoje, o ex-presidente também orientou seus advogados a combater essa narrativa que, segundo aliados do ex-presidente, ganhou força após a divulgação de mensagens do ministro e ex-juiz, Sergio Moro, e do procurador da força-tarefa Deltan Dallagnol pelo site “The Intercept” mostrando atuação combinada na Lava-Jato.

 Na reunião com o advogado Cristiano Zanin, Lula pediu que ele mostre que anular seus processos é diferente de anular a Lava-Jato inteira.

Também pediu que sua defesa destaque que pede apenas a anulação de ações em que está comprovada a intervenção direta de Moro quando era juiz da operação.

GENTE PODEROSA – Na carta enviada a Amorim, Lula diz ainda que “muita gente poderosa” quer impedir ou adiar a decisão do julgamento de seu pedido de liberdade que também requer suspeição de Moro.

“Muita gente poderosa, no Brasil e até de outros países, quer impedir essa decisão, ou continuar adiando, o que dá no mesmo para quem está preso injustamente”, escreveu.

A carta foi enviada antes do Supremo Tribunal de Justiça (STF) retirar da pauta de terça-feira (25) o julgamento pedido de habeas corpus do líder petista sem informar o motivo.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Além de abusar do Judiciário com excesso de recursos e repetições de argumentos, a defesa de Lula ainda tem a desfaçatez de “inventar” cartas de Lula que na verdade são escritas pelos próprios advogados. É irritante. Esses advogados se comportam como se todos os brasileiros fossem idiotas.
(C.N.)

4 thoughts on “No desespero, defesa de Lula “inventa” uma carta dele pedindo anulação de processos

  1. !….Acontece que nós entramos com a ação em novembro do ano passado, muito antes dos jornalistas do Intercept divulgarem essas notícias….” Trecho da carta do Lula ao Celso Amoral. A meu ver, transparece que em novembro de 2018, quando entraram com a ação. a defesa já tinha conhecimento dos diálogos, pois já estavam monitorando o Moro e os procuradores. Só divulgaram agora para enganarem os trouxas. Esta é a razão pela qual o Intercept não pode divulgar a fonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *