No Qatar, Nadal não ganhou, mas aumentou a conta bancária

Estranho, esquisito, estapafúrdio, mas de certa maneira, estupendo. Nadal venceu o primeiro set em 19 minutos, 6/0, o público ainda chegando. No segundo, reação total de Davidenko, Nadal manteve o ritmo, foram para um teibreak, com todos os sinais de merecer os aplausos para os dois tenistas.

Davidenko fez 4/1 com duas quebras a favor, e sacando duas vezes. Perdeu os dois, lógico, 4/4. Foram alternando erros, vantagens para Nadal e Davidenko, finalmente o russo fez 10/8, empatou em sets. A torcida, satisfeitíssima, que final de tarde.

O terceiro foi esdrúxulo, que palavra, muito alternado. Nadal quebrou logo o serviço de Davidenko, ia quebrando o segundo, Davidenko se salvou. E aí ganhou o jogo, sem chance para Nadal. Foram 2 horas e 46 minutos, 46 games, 3 sets. Davidenko, que no final de 2009 derrotou Federer, no início de 2010 liquidou Nadal. “Apenas”, o número 1 e o número 2.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *