“No reeleciones”? Só no dia que o sargento Garcia prender o Zorro…

http://vivi8.free.fr/Zorro/Library/Images/zorro/zt07_129.jpg

Até parece que o sargento Garcia desta vez vai conseguir

Carlos Chagas

Em meio a uma daquelas costumeiras revoluções mexicanas, Lázaro Cárdenas era presidente da República e aprovou uma série de reformas, entre elas a nacionalização do petróleo, na economia. Na política, as mudanças foram mais profundas, apoiadas pelo país inteiro: “No reeleciones” virou palavra de ordem, adotada a pretexto de acabar com a corrupção. Anos depois, infelizmente, os políticos venceram e a prática voltou.  Vigora a reeleição até hoje,  menos para presidente da República.

Entre nós, a independência no petróleo foi sendo comida feito mingau quente, pelas beiradas. Já não existe. A reeleição, que já existia para deputado e senador, também foi sendo implantada em pílulas, para presidente, governador e prefeito.

Não estamos, propriamente, livres da corrupção, muito pelo contrário, até porque nosso presidente não se chama Lázaro Cárdenas.

PROIBIR REELEIÇÕES – Apenas como sugestão, que tal se no meio da tão ansiada mas nunca concretizada reforma política,  entrasse em vigor a proibição das reeleições? Mas de forma completa, ou seja, atingindo todos os cargos eletivos. Nem só para presidente, governador e prefeito, mas também deputado, senador e vereador? Claro que com isso não desapareceria a corrupção, mas diminuiria muito. A renovação obrigatória afastaria os políticos profissionais e, com certeza, muitos ladrões. Basta atentar para o número de detentores de diversos mandatos inscritos na lista dos réus do Lava Jato.

SEM PROFISSÃO – Afinal, ser político não é exercer profissão alguma. Aqui e ali certos políticos se fazem necessários no exercício de funções anteriores, mas se é para aplicar remédios eficazes contra a corrupção, melhor sacrificar boas intenções. Querem saber quando o Brasil adotará esse princípio da proibição de reeleições? Para terminar no México, onde começamos: isso só acontecerá no dia em que o sargento Garcia prender o Zorro…

3 thoughts on ““No reeleciones”? Só no dia que o sargento Garcia prender o Zorro…

  1. Prezado Jornalista Carlos Chagas,
    Estreme de dúvida sua sugestão de extirpar com as REELEIÇÕES para todos os cargos ELETIVOS é FUNDAMENTAL, é PRIMORDIAL e já passou da hora de empreendê-la.
    Assim como já passou da hora de extirpamos o VOTO OBRIGATÓRIO, o voto há de ser FACULTATIVO, penso que melhoraríamos muito a qualidade do voto do eleitor.
    Fomos informados pela mídia impressa, escrita e televisada que o suspenso Deputado Federal Eduardo Cunha custa por mês para o erário público a vultosa quantia de R$ 541.000,00, isso é INACEITÁVEL, é a consagração do ABSURDO.
    Ninguém pode ser remunerado pelo setor público com verbas vultosas, pois esse dinheiro advém dos tributos que recolhemos aos cofres públicos.
    Devemos acabar imediatamente com essa farra do dinheiro público, na verdade com o nosso dinheiro.
    E aqueles que não aceitarem com o término com a farra com o nosso dinheiro, então que vá se remunerar com essas vultosas quantias na iniciativa privada, se é que têm competência para tal.
    Como muito bem observado por seu colega Arnaldo Jabour o Brasil é um país de miseráveis cercados por miseráveis.

    • Caro Belem, assino em baixo, do artigo e teu comentário. VOTO OBRIGATÓRIO É VOTO CORRUPTO DA DEMOCRADURA EM QUE VIVEMOS, SÓCRATES, PREGAVA O VOTO LIVRE, CONSCIENTE, PARA FORMAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA., DE GOVERNO DO POVO PARA O POVO,
      VOTO OBRIGATÓRIO, É VOLTO DE CURRAL, QUE PERMITE, A CORRUPÇÃO DESENFREADA EM QUE VIVEMOS, O CIDADÃO ELEITOR, VOTA COM DIGNIDADE, OU VAI FICAR NA MISÉRIA MORAL E FINANCEIRA. O FORO PRIVILEGIADO AOS LADRÕES DO PODER GOVERNAMENTAL, O RESULTADO É A IMPUNIDADE. A JUSTIÇA, COM SEUS PASSOS DE CÁGADO, MANTÉM O LADRÃO DE CASACA, EM LIBERDADE, A PRESCRIÇÃO DO ROUBO DO COFRE,
      PÚBLICO, TEM QUE SER DE CEM ANOS E DEVOLUÇÃO DO ROUBO AO COFRE; O ROUBO DE BILHÕES, PERMITE BANCAR ADVOGADOS, O LADRÃO DE GALINHA, SEM “GRANA” É PRESO NA 1ª INSTÂNCIA, NÃO PODE RECORRER POR FALTA DE VERBA, É CONDENADO NO MÁXIMO EM 6 MESES, É RECOLHIDO A PENITENCIÁRIA, A TUDO ISTO CHAMAM JUSTIÇA.
      NOS ROUBARAM, CONTINUAM ROUBANDO E AINDA VAMOS PAGAR O ROUBO, COM SOFRIMENTO E AGONIA POR LONGOS ANOS.
      A CABEÇA DA JUSTIÇA SÓ PENSA EM AUMENTAR SALÁRIO E MORDOMIA, LONGAS FÉRIAS, E EXPEDIENTE CURTO, ENQUANTO O POVO, PAGA ESSAS CONTAS, E VIVE COM SALÁRIO MISERÁVEL,SEM SEUS DIREITOS BÁSICOS DA CIDADANIA, QUE ENTRE NÓS É UTOPIA!!
      ACABAR CM AS REELEIÇÕES, DIMINUIR O NUMERO DE CONGRESSISTAS E SEUS SALÁRIOS E MORDOMIAS,
      NÃO REELEGER, VOTO FACULTATIVO, REFORMA DOS LEGISLATIVOS DO EXECUTIVO E DA JUSTIÇA, É O CAMINHO DA REDENÇÃO DO BRASIL.
      QUE DEUS NOS SOCORRA

  2. Culpa de quem? De FHC, tão encapelado de títulos.

    Cinco anos estava mais que bom.

    Se copiamos tudo dos americanos, copiemos tb isto, a impossibilidade de exercer qualquer cargo público após 8 anos de mandato.

    Clinton poderá trabalhar com a mulher no governo, mas jamais ser eleito pra coisa alguma.

    O problema brasileiro é que vai faltar gente para ocupar os espaços. Não que não tenhamos gente competente. Mas nem todo mundo quer saber de política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *