No sertão, a luta diária do trabalhador na enxada

Flávia Ventura, Amarildo e João

Os cantores e compositores mineiros João Francisco e Amarildo Silva, do grupo Cambada Mineira,  encontraram, no poeta carioca Chico Pereira o parceiro ideal para a música “Meu Recado”, mensagem que retrata a identidade e a dignidade de um humilde brasileiro, na luta diária com sua enxada, pela sobrevivência no sertão. A música foi gravada por Amarildo Silva no CD Virgem Sertão Roseano, em 2003, produção independente.

MEU RECADO
João Francisco, Amarildo Silva e Chico Pereira

Plantei meu coração nessa terra
Segui o sol, subi a serra
Senti o perfume das flores
E o sabor de todas as frutas
Sou um homem simples
Só vim dar meu recado

Plantei meu coração nesse chão
Minha identidade é o calo que trago na mão
Minha dignidade é o meu sorriso
São a herança que deixo para os meus filhos
Que este sertão já foi estrangeiro
Mas nessa enxada corre o suor de um brasileiro
Já andei nas veredas
Nas entrantes desses rios
E em sonho naveguei
Um razoável sofrer

Já lutei, me queimei em batalhas, desisti
Mas se um dia precisar de morrer, morrerei

Que este sertão já foi estrangeiro
Mas nessa enxada corre o suor de um brasileiro

      (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

One thought on “No sertão, a luta diária do trabalhador na enxada

  1. 1) Letra bela, nos lembra o escritor Guimarães Rosa e seu “Grande Sertão: Veredas” … ou como escrevia meu professor de Heidegger = Ser – tão !

    2) Cantores e compositores, bons !

    3) Licença: em 28 de junho de 1880 a Biblioteca Pública de São Luís fecha as portas por falta de verbas …

    4) Espero que a referida Biblioteca e os novos governos tenham reaberto a mesma …

    5) Fonte: B, Agenda, 1993.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *