Nova AGU vai pegar os arquivos dos corruptos, mas não fala em processá-los…

Resultado de imagem para grace maria fernandes mendonça

Subserviente, a ministra vai prestar bons serviços a Temer

Marina Dias e Mariana Haubert
Folha

Após tomar posse como advogada-geral da União, Grace Mendonça rebateu nesta quarta-feira (14) seu antecessor, Fábio Osório, e disse que “não há qualquer tipo de ruptura ou obstrução” do governo de Michel Temer em relação à operação Lava Jato. “Não há qualquer irregularidade na condução dos trabalhos da AGU em qualquer processo. Não há ruptura, obstáculo ou entrave”, afirmou.

Um dia após sua demissão, na semana passada, Osório afirmou que o governo Temer queria “abafar a Lava Jato” mas Grace afirmou que “não há fundamento” nessas declarações.

DAR CONTINUIDADE – Apesar disso, a nova ministra garantiu que vai dar continuidade ao processo iniciado pelo seu antecessor, que desagradou ao Planalto ao pedir ao STF (Supremo Tribunal Federal) acesso a doze inquéritos da Lava Jato. Os documentos podem embasar futuras ações de ressarcimento e improbidade administrativa contra políticos acusados de corrupção.

Auxiliares de Temer se preocupam com o fato de que integrantes da base do governo estão envolvidos no esquema.

ATUAÇÃO ORDINÁRIA – “Essa atuação é ordinária da AGU. Aí, na verdade, nós teremos o acesso às informações. O expediente dando ciência à nossa Casa somente chegou ontem [terça-feira], então as providências serão adotadas. Elas são regulares”, explicou. “Por isso que reafirmo a vocês. Não há nenhum tipo de questão ou entrave a este processo”, completou a nova ministra.

Questionada se não há nenhum problema em ter acesso aos inquéritos da Lava Jato, a advogada respondeu apenas: “de forma alguma”.

CRÍTICAS DE PETISTA – Ex-advogado-geral da União do governo Dilma Rousseff, Luís Inácio Adams criticou as declarações feitas por Osório após sua demissão. Para Adams, a informação dada pelo ex-AGU de Temer “não deveria” ter sido feita daquela forma. Ele disse ainda que, durante a sua gestão, nunca viu nada que pudesse corroborar o entendimento de Osório.

“Acredito que a saída do Osório foi traumática do ponto de vista de razões políticas e isso potencializou essas declarações, que não deveriam ter sido feitas”, disse Adams.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Ao que parece, agora a advogada Grace vai arranjar um HD para copiar os arquivos… Mas notem bem: ela disse que vai pegar os arquivos sobre os políticos corruptos (entre eles, Renan Calheiros). Porém, em nenhum momento disse que vai processá-los. Ou seja, a nova AGU vai obedecer docilmente a Michel Temer/Eliseu Padilha, e sentar em cima dos arquivos. Quanto às críticas de Adams, soam como um elogio a Medina Osório. Quem é que julgaria que Adams algum dia fosse processar algum corrupto? Só se fosse Piada do Ano. (C.N.)

4 thoughts on “Nova AGU vai pegar os arquivos dos corruptos, mas não fala em processá-los…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *