Novos funcionários do Ministério do Turismo fazem curso para aprender a não roubar.

Carlos Newton

Após o escândalo da corrupção no Ministério do Turismo, cerca de 100 funcionários da pasta passaram a receber um curso da Controladoria-Geral da União (CGU), com orientações relativas à prestação de contas, auditoria, controle interno e prevenção à corrupção.

Segundo a assessoria da pasta, a articulação para o curso foi feita pelo então ministro Pedro Novais, que logo em seguida teve de deixar o cargo em função das múltiplas irregularidades no Ministério. Mas o início do curso foi confirmado apenas com a posse do novo ministro, Gastão Vieira.

Como se vê, Pedro Novais era uma espécie de Sergio Cabral, o governador que não sabia o que era certo ou errado no procedimento de um administrador público e teve de providenciar a redação de um Código de Conduta Ética, para aprender como se comportar.

Como se sabe, Pedro Novais foi obrigado a se demitir em função de denúncias de que teria usado dinheiro da Câmara para pagar uma governanta, que trabalharia em seu apartamento. Acusações apontam também que Adão dos Santos Pereira, contratado como secretário parlamentar no gabinete do deputado Francisco Escórcio, era chofer particular da mulher do ex-ministro.

Após a Operação Voucher da Polícia Federal, 21 pessoas foram acusadas pelo Ministério Público Federal do Amapá de improbidade administrativa e desvio de recursos públicos. Entre eles destacam-se os nomes do o ex-secretário executivo da pasta, Frederico Silva da Costa, do secretário nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Colbert Martins, e do ex-presidente da Embratur Mário Augusto Lopes Moysés.

As palestras para ensinar os funcionários a não desviar dinheiro público são realizadas por diretores, coordenadores, assessores e corregedores da CGU. Entre participantes do curso estão 50 novos funcionários empossados nesta semana na gestão do novo ministro.

Cá entre nós, parece meio ingênuo acreditar que a corrupção vai acabar, só porque os funcionários fizeram um curso. Vamos aguardar. 

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *