Nunca antes na História deste país se pagou tanto imposto.

Carlos Newton

Por volta das 11 horas de terça-feira,  a soma de todos os impostos pagos pelos brasileiros no ano ultrapassou a marca de R$ 1 trilhão, segundo a contagem do “impostômetro”, um painel que fica no prédio da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Em 2010, a cifra foi alcançada 35 dias mais tarde, em 18 de outubro.

Para registrar a marca, a Associação Comercial promoveu um “feirão do imposto” em frente ao painel, que fica no centro da capital paulista, para mostrar às pessoas o valor dos impostos embutidos em produtos do dia a dia, como sabonete, feijão e açúcar.

A Associação aproveitou também para enviar um documento oficial, em nome dos empreendedores paulistas, pedindo  que os deputados federais votem a favor do Projeto de Lei 1472/2007, já aprovado pelo Senado, cujo texto determina que o valor dos impostos seja discriminado nas notas fiscais.

Além disso, a Associação Comercial lançou um site no qual a população poderá opinar sobre a carga tributária do País, inclusive através da postagem de vídeos. A página foi batizada de “Hora de Agir”.

O “impostômetro” foi inaugurado em abril de 2005, mas só em 2008 a marca de R$ 1 trilhão foi registrada pela primeira vez – no dia 15 de dezembro daquele ano. Desde então, o fato aconteceu cada vez mais cedo. A marca alcançada hoje significa que os brasileiros pagaram R$ 50 mil em impostos por segundo neste ano, inclusive quando estavam dormindo.

A projeção do Impostômetro é que o brasileiro pagará R$ 1,5 trilhão em tributos no ano. É uma bela arrecadação, nunca vista na História deste país. Pena que a contrapartida, em termos de educação, saúde, segurança e logística, deixe tanto a desejar.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *