O boné de Joaquim Levy

Carlos Chagas

Cresce entre os ministros palacianos, núcleo duro do governo, a impressão de não demorar muito para o ministro Joaquim Levy pedir o boné. Ou recebê-lo no final de mais uma reunião a que não comparecer. A presidente Dilma não engoliu a ausência dele quando do anúncio dos cortes ao orçamento. Seu lugar na mesa ficou vazio e não foi por acaso que permaneceu a placa com o nome dele, diante de uma cadeira vazia. Muito menos Dilma aceitou que na mesma hora Levy tivesse viajado para o Rio, deixando como desculpa um resfriado.

Na verdade, sua proposta era para cortar de 70 a 80 bilhões, curvando-se aos 69,9 bilhões mas ficando agastado com todo mundo. No reverso da medalha, pegou mal junto aos principais assessores da presidente terem sido as mais sacrificadas as verbas para Educação, Saúde e o programa “Minha Casa, minha Vida”.

A conclusão é uma evidente má vontade nas duas margens do rio da amargura econômica: tanto o ministro quanto a presidente parecem mal satisfeitos. Para complicar ainda mais a situação, vem o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, afirmar que o empresariado não aceita pagar um centavo a mais de impostos, logo depois de nova ameaça clara do dr. Levy: se o Congresso não aprovar as medidas provisórias do ajuste fiscal, o aumento será inevitável.

SEMANA CONTURBADA

Assim começa a semana, conturbada também pela previsão de que a Câmara rejeitará todas as propostas de vulto da reforma política, limitando-se a apoiar perfumarias. Dilma mandou anunciar que estará em Salvador entre os dias 11 e 13 do próximo mês, para o congresso nacional do PT. Estaria cogitando de, ao lado do Lula, fazer uma espécie de exposição a respeito das dificuldades atuais do governo e do país. Seria bom fiscalizar a bagagem do alto comando dos companheiros para saber se não estão levando algumas panelas. Aliás, foi um fracasso a reunião da sessão paulista do partido, no fim de semana que passou. Sobraram lugares no auditório.

Para cada lado que Dilma se volte, encontra problemas. Não terá gostado da performance do senador Lindbergh Farias, cujos petardos atingiram o governo, tanto quanto as medidas provisórias do ajuste fiscal, especialmente pela versão de que o ex-presidente da UNE teria sido estimulado pelo Lula. Os amantes da astrologia sustentam que no período de um mês anterior ao aniversário de cada pessoa transcorre o seu inferno zodiacal, onde tudo de ruim pode acontecer. O aniversário de Madame é em dezembro, mas, pelo jeito…

10 thoughts on “O boné de Joaquim Levy

  1. Sugestão: a ave brasileira Araçari-Banana (família dos tucanos) bem pode simbolizar o eleitor nacional. Ela se alimenta dos frutos da Palmeira-Juçara que produz o nosso conhecido alimento palmito, que está nas mesas dos que apreciam a iguaria.

    Minha Terra tem Palmeiras onde canta o sabiá
    Eleitor, não deixe o político te enganar.

  2. O Moro sabe que o Moura sabe….
    “LOBISTA-CHEFE DE PASCOWITCH JÁ NÃO VIVE NO BRASIL
    O meticuloso trabalho da força-tarefa levou a Lava Jato a pôr as mãos nas figuras mais importantes do submundo da corrupção na Petrobras. Mas no eixo Brasília-São Paulo causa espanto que ainda não tenha surgido nome de Fernando Moura. Ligado a José Dirceu, foi o lobista – que hoje vive em Miami – quem sugeriu Renato Duque ao então ministro da Casa Civil de Lula para a Diretoria de Serviços da estatal.

  3. VAMOS LÁ GERENTONA! Dª ANTA PRESIDANTA! DEMITA O LEVY E CHAME DE VOLTA O MANTEGA, ATÉ MESMO COMO UM ATO DE DESAGRAVO CONTRA ESSA “ELITE BRANCA” QUE NÃO O DEIXA NEM JANTAR SOSSEGADO NUM RESTAURANTE BURGUÊS, QUE DEVERIA SER RESERVADO SOMENTE PARA MEMBROS DA NOMENKLATURA!
    PRA QUEM NÃO FOR DA NOMENKLATURA SÓ RESTA MESMO COMER EM CASA OU NOS RESTAURANTES POPULARES TIPO BANDEJÃO OU BOM PRATO!
    E EXPULSE LOGO ESSE MINISTRO BURGUÊS DO GOVERNO!
    AH! MAS COMO! QUEM É QUE VAI CONSEGUIR LIMPAR AS MERD… PETRALHAS? ORA SÓ, É TUDO MUITO COERENTE! LIMPAR MERD.. É COISA DE TRABALHADOR NÃO DE GENTE DA NOMENKLATURA PETRALHA! ESSES GANHARAM O DIREITO DIVINO, MELHOR DIZENDO DO DEUS MARX, DE SOMENTE GOZAREM AS BENESSES DO PODER.
    TRABALHAR E CONSERTAR COISAS É COISA DE BURGUÊS E PROLETÁRIO!

  4. O gordão da UTC vai passar uma semana cantando em Brasília…
    “Ricardo Pessoa passará esta semana em Brasília prestando depoimento ao MPF.
    Se os procuradores avaliarem que ele disse tudo o que prometeu na negociação do acordo de delação premiada, o passo seguinte será a homologação pelo ministro Teori Zavascki.

    Se não falar o que o MPF espera, mais uma série de depoimentos será marcada.
    Por Lauro Jardim

  5. Para Levy a estimação das receitas orçamentárias está fora da realidade.

    Na verdade o governo superestima a receita para poder expandir inconsistentemente as despesas.

    Este governo pedala de qualquer jeito, e Joaquim levy é só um boneco a serviço do setor financeiro sendo manipulado pelo governo para fazer o jogo do “me engana que eu gosto”.

    O governo admite um preposto dos bancos e finge faze ajuste e cortar gastos.

    O repasse de R$30,0 bilhões pela MP 661/2014 sinaliza claramente que este governo vai levar até o fim a política de gastar o que não tem elevando a dívida pública até o patamar do calote, a fim de fabricar índices econômicos positivos artificiais e insustentáveis.

    O que sobrar depois disso – o buraco incorrigível – que fique para quem vier depois. Se vier.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *