O Brasil deve, mas ainda está longe de estar quebrado

Mauro Santayana
Jornal do Brasil

O governo tem seus defeitos – entre eles uma tremenda incompetência na divulgação da situação real do país – mas também tem suas virtudes.

A maior parte da imprensa está trombeteando, aos quatro ventos, o fato de que a dívida pública subiu 3,68% em agosto, para 2.68 trilhões. Por que não dar a informação completa, e dizer que o Brasil deve essa quantia, mas tem quase um trilhão e meio de reais, 1.48 trilhões, a câmbio de hoje, em reservas internacionais em caixa?

Reservas internacionais de 370 bilhões de dólares, cujo valor, em moeda nacional aumenta – já que o negócio é divulgar grandes números – em contraposição ao que se deve em reais, a cada vez que o dólar sobe?

DÍVIDA LÍQUIDA

Em um país normal seria também interessante lembrar – em benefício do leitor e da verdade – que a dívida líquida pública – que é o que o país verdadeiramente deve, descontando-se o que tem guardado – caiu em quase 50% nos últimos 13 anos, depois do fim do governo FHC, de mais de 60%, em dezembro de 2002, para aproximadamente 34% do PIB agora.

Para efeito comparativo, nos países desenvolvidos, essa dívida é quase três vezes maior, de mais de 80% em média.

Quase da mesma forma que a dívida pública bruta, a única a que se dá destaque, que em países como o Japão, a Itália, os Estados Unidos, a França ou Inglaterra, duplica, ou é de quase o dobro da nossa.

AGÊNCIAS DE RISCO

Essa é a realidade dos fatos que, hipócrita e descaradamente, não são levados em consideração, por sabotagem e outros interesses de ordem econômica e geopolítica, por agências envolvidas com escândalos e multadas, em bilhões de dólares, por irregularidades, que, sem críticas ou questionamento,  são endeusadas e incensadas, interesseiramente,  pela mídia conservadora nacional,  como a Standard&Poors, por exemplo..

18 thoughts on “O Brasil deve, mas ainda está longe de estar quebrado

  1. Não sei como este cara consegue ver alguma virtude neste governo. Este cara esta míope, com problema de audição ou outra deficiência qualquer para chegar a esta conclusão. O que este cara tem a nos dizer com mais esta decisão destes petralhas tentar desqualificar o ministro Augusto Nardes.

  2. Rapaz, o Brasil é outro mundo. Que negócio é este de comparar o Brasil com um país “furreca” como o Japão… Pelo amor de Deus!

    Agora, faça-me o favor, compare a dívida pública bruta, não a líquida que esconde a realidade do endividamento brasileiro e da deterioração fiscal do país, a dívida bruta do período de FHC e compare a a dívida bruta atual.

    Faça isso e me diga o que achou.

    • Outra coisa, o déficit nominal ou necessidade de financiamento do setor público subiu de 4,36% do PIB em 2002 para atuais 8,5% (!) do PIB.

      É o maior déficit nominal do mundo! Estamos piores do que a Grécia cujo déficit nominal se encontra na casa dos 6% do PIB, estamos a passos largos para a quebradeira geral mesmo!

      Se não corrigir agora o que este governo petista imbecil fez com as finanças públicas e promover um ajuste fiscal condizente com a situação a moratória será irreversível até o final do mandato desta mulher.

      Ou faça o seguinte, meu senhor, pegue as reservas cambiais e amortize a dívida pública. Como ficaremos sem reservas, recorra o senhor mesmo ao FMI para nos emprestar novamente alguns dólares pagando juros. O senhor é bastante esperto com esta estória de reservas e dívida líquida!
      É ou não é quebradeira?

  3. Não sei como este cara consegue ver alguma virtude neste governo. Este cara esta míope, com problema de audição ou outra deficiência qualquer para chegar a esta conclusão. O que este cara tem a nos dizer com mais esta decisão destes petralhas tentarem desqualificar o ministro Augusto Nardes.

  4. Santayana, que pelo visto entende tão pouco de economia quanto a presidente da república, deixou de falar no mais importante da dívida – o volume de juros que temos que pagar a cada ano e que vai se acumulando a cada ano que não conseguimos pagar inteiro, Se ele comparar a taxa de juros que nós pagamos com a que é paga pelos outros países que citou, a coisa muda, e muito, de figura.

  5. Meu Deus, este sujeito está com um probleminha! Ele se esqueceu de citar a DÍVIDA EXTERNA que o Banco Central, em seu site, explica…”A posição da dívida externa bruta estimada para agosto totalizou US$346 bilhões…” Esta dívida também está em dólares e sobe junto com as reservas. Como as reservas são de US$ 370 bilhões… parece que a tese dele não se sustenta matematicamente, pois uma parte da dívida pública (a externa) já anula a alta do dólar. E como a dívida interna cresce a juros assustadores o PTitanic está sim afundando.

  6. Tudo que esses idiotas, desse jornaleco de quinta categoria, puxa-saco do PT, deve ser lido e depois vomitado na privada. Jornalzinho do Brasil de merda! Comprado pela esquerda.

  7. Os idiotas que dizem que a crise no Brasil esta quebrando o pais, entendem tanto de econ omia como Fernando Henrique.
    Nos anos de Fernando Henrique que segundo a midia era bom, o desemprego bartia 23%, as reservas em dolares eram de 32 bilhoes graças a emprestimos feitos ao FMI, diferente do Brasil de hoje que tem só HUM TRILHÃO E QUINHENTOS BILHOES DE REAIS EM ESTOQUE NO BANCO CENTRAL Na epoca de FHC se devia 60% do Pib.hoje o Brasil tem divida liquida de 60% do seu PIB.
    A crise que quebra o Brasil de hoje o mantem em 7º lugar da ecnmia mundial, bem diferente de quando Fernando Henrique quebrava o pais de verdade, e jogava na sargeta do 16º lugar da economia mundial.
    O sucesso de FHC foi ter liberado dinheiro para equacionar as dividas ds Globo e da Abril, como liberava os milhoes para o Juiz Nicolau fingir que gastava no TRT paulista.

    • Os petistas só sabem falar dos números do Fernando Henrique, mas convenientemente nunca falam dos números de ANTES do Fernando Henrique. Já se esqueceram, ou querem nos fazer esquecer, da situação terrível em que o Brasil se encontrava antes do governo do Itamar Franco e do Plano Real. Parece que não viveram o tempo em que as pessoas recebiam seus salários e corriam para os supermercados, porque se esperassem até o dia seguinte para fazer suas compras os preços teriam subido. E faziam suas compras ouvindo o matraquear das maquininhas mudando as etiquetas de preços. Receberam o Brasil recuperado, de bandeja, e agora estão nos levando de novo para o buraco.

    • Olha, o comedor de sanduíche de mortadela, voltou! Santinho do pau oco, que vive do dinheiro público, sem trabalhar. E, ainda pensa, que alguém acredita nas mentiras que ele escreve. Desonestidade, bandidagem e os MAVs andam sempre juntos.

  8. Reservas internacionais de 370 bilhões de dólares, cujo valor, em moeda nacional aumenta – já que o negócio é divulgar grandes números – em contraposição ao que se deve em reais, a cada vez que o dólar sobe?

    ESSE É UM NUMERO ESTÁTICO E DE CERTA MANEIRA “BURRO”. HÁ QUE SE LEMBRAR QUE GEORGE SOROS VENCEU UMA QUEDA DE BRAÇO CONTRA O BANCO CENTRAL DA INGLATERRA QUE TENTAVA PROTEGER A LIBRA DE ATAQUES ESPECULATIVOS.
    ASSIM SE A SITUAÇÃO ECONOMICA/FINANCEIRA NÃO TIVER UMA MELHORA SIGNIFICATIVA COM CERTEZA NOSSO GOVERNO PERDERÁ TAMBÉM ESSA QUEDA DE BRAÇO.
    ALIÁS LEVANDO-SE EM CONTA QUE O DÓLAR JÁ CHEGOU A PASSAR DE R$ 4,00, JÁ VEM PERDENDO A QUEDA DE BRAÇO, ALIÁS É TOLICE QUERER FICAR SEGURANDO O REAL NESSE MOMENTO, NESSE PONTO TEMOS UMA CERTA VANTAGEM EM RELAÇÃO AO GOVERNO GREGO QUE NÃO TEM COMO DEIXAR COM QUE O CAMBIO AJUDE A CONSERTAR OS DESAJUSTES ECONOMICOS/FINANCEIROS!

  9. Se o Japão tem uma dívida de 257% do PIB por que ele paga um rendimento sobre os títulos público com vencimento em 10 anos (dívida pública) de 0,59% ao ano enquanto nós brasileiros que temos um endividamento de 55% do PIB pagamos 14% ?
    O Brasil paga 23 vezes mais que o Japão no mesmo volume de dívida!

    Esqueceu de comentar o custo para manter a Dívida, como o país não tem poupança interna esse 370 Bilhões de dólares é captado com capital estrangeiro com rendimento 14,25% ao ano em média e compra dívida pública americana com esse dinheiro que nos rende 2% ao ano um spread de 12,25% só para manter suas reservas internacionais paga 45,3 Bilhões de dólares ao ano.

    Se for medir o grau de endividamento só relacionando o PIB vs Dívida a Venezuela não era para faltar papel higiênico pois tem o mesmo percentual de dívida que o Brasil e a Argentina estaria economicamente melhor pois é menos endividada que o nosso país.

    http://www.economist.com/content/global_debt_clock

  10. Até eu, que não entendo xongas de economia, me permito dar gargalhadas com essas contas do Santayana. Esse sujeito já devia estar internado faz tempo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *