O Brasil está na inconstitucionalidade

Francisco Berta Canibal

O Rio Grande do Sul, em referência em um destes artigos publicados neste Blog, foi acusado em todas as suas instâncias de ser um estado de caudilhos e de ditadores. Desde o Império até ao comunista Tarso Genro.

A então governadora Yeda Crusius por várias vezes declarou que o Estado tem como princípio o Parlamentarismo. A Constituição estadual de 1947 é parlamentarista, e com recursos ao Supremo Tribunal Federal, foi considerada inconstitucional.

Como poderia eu querer julgar e dar palpites sobre a soberania de um Estado, o qual há mais de cem anos é perseguido explorado e esbulhado, como o Paraguai. O Presidencialismo paraguaio, se é como o brasileiro, não deve ser digno de respeito. Este governicho que está instalado no Planalto é o tipo do governo de um país que somente imbecis vão as urnas.

Um país de respeito não pode ser esbulhado e esculhambado pelo presidente da Republica, que é o nosso caso. O Brasil está na inconstitucionalidade, e caberia a suas instituições tomarem as devidas providências, ainda que tarde.

Ao menos um Parlamento da América do Sul não é constituído por corruptos, safados e covardes, que é atualmente o do Paraguai. O do Brasil não dá nem para se adjetivar; é um caso de “cachoeira”, isto diz tudo. No Brasil, ainda se mantêm os vice-reis do Nordeste. Assim, quem é capaz de julgar o Paraguai num país onde uma pátria como a brasileira é de todos, menos do seu Povo?

###

PS1 – Este artigo a que me referi deve ser no mínimo mais uma brincadeira neste espaço.

PS2 – Volta, mestre Helio Fernandes, pelo amor da Pátria Brasileira!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *