O clima no Palácio do Planalto está sinistro, mas Dilma não tem coragem de demitir o ministro Gilberto Carvalho

“Anotem aí…”

Carlos Newton

Alguns dos principais personagens da disputa que divide o governo e o PT estão no terceiro andar do Palácio do Planalto – a presidente Dilma Rousseff, sua aliada Gleisi Hoffmann, chefe da Casa Civil, e o principal representante de Lula no atual governo, ministro Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência da República.

Hipoteticamente, no organograma do governo, Carvalho deveria ser o ministro mais próximo a Dilma, mas não é nem nunca foi. A nomeação foi imposta em 2010 pelo próprio Lula na formação do atual governo, e a então presidente eleita não teve como recusar. No Planalto, todos sabem que Gilberto Carvalho representa Lula diretamente e sempre prestam o máximo de atenção nas declarações deles, porque sinalizam a posição defendida por Lula.

DAQUI NÃO SAIO…

Se pudesse, Dilma já teria demitido Gilberto Carvalho. O vazamento das informações desmoralizando o ministro no caso Rosemary Noronha, através da última edição da Veja, foi uma tentativa desesperada para forçá-lo a pedir demissão. Mas Carvalho é carne de pescoço, só sai se Lula ordenar.

Agora o clima no governo ficou mesmo constrangedor. Os três vivem se cruzando no terceiro andar e na garage do Planalto. É um tal de “bom dia” e “boa tarde” para lá e para cá, numa frieza constrangedora.

Gilberto Carvalho será uma das principais testemunhas de defesa de Rosemary Noronha. É um personagem hitchcockiano, tipo “o homem que sabia demais”. Vai ser interessante vê-lo depor sobre Rose, porque Lula vai falar através dele.

E DIRCEU, COM QUEM ESTÁ?

A grande dúvida nessa briga entre as facções de Lula e Dilma é saber com que está o ex-ministro José Dirceu, que continua a ser uma figura idolatrada no PT.

Eu já sei com quem ele está, mas não vou contar agora, senão o caso perde a graça. Como dizia o genial cronista social Ibrahim Sued, “depois eu conto”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

5 thoughts on “O clima no Palácio do Planalto está sinistro, mas Dilma não tem coragem de demitir o ministro Gilberto Carvalho

  1. Não preisa nem contar, Carlos Newton. Todos sabem que Dirceu está com ele mesmo e, se “sobrar” um pouquinho dele para terceiros, estará com a presidente.

  2. Todos têm razão, menos o tal José Camilo,
    e, isto, independentemente da qualquer intuito
    que ele tenha!
    Ô Camilo, vai cuidar do seu escritório…
    um abraço para o Maurição, e, o Marcelo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *