O craque não parece, é

Tostão

A mais difícil definição no futebol é a de craque. Banalizaram o conceito. Qualquer bom jogador, habilidoso, ganha esse rótulo. São os mesmos que acham qualquer pelada uma maravilha, que não consideram ser antiético o procurador geral do STJD, Paulo Schmitt, viajar como convidado da CBF e que contestam o craque Alex, por criticar o calendário do futebol brasileiro. São os acríticos, como disse Juca Kfouri.

Ainda bem que existem os mais exigentes, chamados de ranzinzas, que esperam o tempo para separar os brilharecos dos verdadeiros craques.

Os craques, como regra, atuam em grandes times, pelas seleções de seus países, ganham os maiores títulos e jogam ao lado de bons coadjuvantes.

Há exceções. Alguém vai dizer que Neymar ainda não pode ser chamado de craque, porque não ganhou um título mundial, nem brilhou no melhor campeonato de times do mundo, a Liga dos Campeões da Europa. Seu extraordinário talento está acima de qualquer critério.

Os craques mostram que são especiais nas categorias de base ou no início das carreiras nos times profissionais. Há também exceções. Rivaldo demorou um longo tempo para ser reconhecido como craque. Foi eleito o melhor do mundo. Já Robinho, chamado um milhão de vezes de craque, se tornou apenas um bom ou ótimo jogador. Robinho parecia craque, Rivaldo era craque.

Uma clássica definição de craque é a de que ele antevê o lance. Sabe antes dos outros. Como sabe? Sabendo. Existe um saber que antecede o pensamento lógico. A ciência diz que é uma inteligência cinestésica. Mas não adianta antever o lance se o jogador não tem grande técnica para executá-lo. O craque sabe e faz.

Nenhum talento resiste ao tempo. Os grandes craques possuem um período de esplendor técnico, além de outro período, às vezes mais longo, de manutenção, de administração da fama, até que o brilho se apague. Quando o craque não percebe, alguém tem de apagar a luz.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

2 thoughts on “O craque não parece, é

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *