O dia seguinte pior do que a vspera

Carlos Chagas

Razo mesmo tem mestre Hlio Fernandes, alis, h muitas dcadas, quando diz que no Brasil o dia seguinte sempre consegue ficar um pouquinho pior do que a vspera. No meio dessa lambana explcita dos partidos da base do governo para embaralhar as cartas das eleies de outubro, quem se destacou esta semana foi o PR Partido da Repblica. Primeiro porque suas decises provm das celas da Papuda, de onde o ex-deputado Valdemar Costa Neto continua dirigindo o partido. Depois porque diante de bvia queda nos ndices de preferncia da presidente Dilma, nas pesquisas eleitorais, esses republicanos de duvidosas intenes acabaram dando o ultimato: ou ela demitia o ministro dos Transportes, Csar Borges, ou eles passariam a apoiar Acio Neves.

Esquecem-se de que nos primeiros meses de governo, Dilma precisou afastar Alfredo Nascimento, que ocupava o ministrio, acusado de flagrantes irregularidades. Assumiu Paulo Srgio Passos, tcnico e no poltico, mas logo o PR exigiu sua defenestrao: ele no estava disposto a encobrir negcios especiais no ministrio. Para compor a situao, j tendo abandonado o nimo de moralizar seu governo, a presidente aceitou a indicao de Csar Borges, alis, um excelente senador e ex-governador da Bahia. O problema que o novo ministro tambm no se disps a chefiar um balco de negcios e comeou a ser hostilizado pelos dirigentes do prprio partido, que dormiram na pontaria.

Agora, com a reeleio de Dilma sendo posta em xeque, abriu-se a temporada de nova chantagem: ou a presidente demite Csar Borges ou o PR manda-se para os tucanos. Aceitam at a volta de Paulo Srgio Passos, a quem devem ter pressionado para tornar-se um ministro diferente do que foi na primeira vez.

Mais desonesta fica a equao quando se ouve que Dilma aceitou a presso para demitir o ainda ministro. Nada a ver com seus planos de recuperao dos Transportes, muito menos diante de sua performance elogivel at agora. Sequer cogita-se da evidncia de que o ministrio tem sobrevida at 31 de dezembro, reelegendo-se ou no a presidente.

Ceder chantagem costuma ser to vil quanto promov-la, mas o que acontece. A ameaa de debandada dos partidos da base oficial corporifica-se a cada dia. O PTB j abandonou o governo, o PMDB apresenta-se rachado em muitos estados. O PP hesita e o PSD finge-se de morto. Convenhamos, o dia seguinte no parece pior do que a vspera?

4 thoughts on “O dia seguinte pior do que a vspera

  1. Como bem lembrou o excelente e experiente comentarista Sebastio Nery, em 1989 o candidato Ulisses Guimares tinha o dobro de tempo na propaganda de TV que concorrentes como Collor, Lula, Brizola, Covas, Maluf, Eneias e outros e mesmo assim teve que amargar um 6 ou 7 lugar.
    Diga-se de passagem que em termos de curriculo e experiencia politica Ulisses batia de uns 15×1 na PRESIDANTA.
    Assim, a candidata est realmente pagando um preo absurdo pelo tempo de TV que esses partidos esto lhe vendendo.Alis rigorosamente esto vendendo mesmo apenas isso, porque se empenhar e vestir a camisa petista esses caras no vo fazer nem que a vaca tussa.Logo, a candidata est mesmo comprando gato por lebre, eu diria, nem gato , ela est mesmo comprando ratos por lebres.
    Finalmente temos que lembrar que no 2 turno os tempos de TV so rigorosamente iguais para os 2, logo o preo pago pelos minutos a mais no 1 turno no tem validade alguma no 2.

  2. Boa tarde leitores(as),se a presidente DILMA tiver um minimo de bom senso e inteligencia,ela podera usar estas debandadas de seus pseudos (falsos) aliados,como oportunidade unica para descarta-los de uma vez por todas,basta ela parar de mentir para o povo Brasileiro e residentes e assumir os reais problemas do pais e dizer como fara para equaciona-los caso seja reeleita, em suas andancas no pais afora e nas campanhas eleitorais,e com uma vantagem sem precisar usar “MARQUETEIROS” para mascarar o que todo povo ja sabe,basta ver os movimentos populares.

  3. Perfeita em todos os sentidos a anlise do jornalista Carlos Chagas, sempre ligado aos detalhes que so componentes do quadro politico mas que eventualmente caem no esquecimento do cidado.
    Os alertas realmente so necessrios e os lembretes idem, dado a avassaladora rapidez dos acontecimentos e o repique com que o governo, atravs da macia propaganda, tenta encobrir ou desqualificar os fatos para o mesmo cidado.
    O presente artigo, como sempre, muito bom, perfeito, repetimos.
    O dramtico percebermos que o ttulo pertinente aos fatos, lembrando, tambm o caso do humorista Tiririca, que foi eleito exatamente por causa do bordo, pior do que est no fica…
    Resumo da pera, sem maiores delongas ou o Brasil acaba com o PT ou o PT acaba com o Brasil…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.