O futebol brasileiro com organização seria quase imbatível.

Joaquim Barreto

Mas por que o Havelange está bravo? Não foi exatamente o que o Ricardo Teixeira disse que iria fazer com todo mundo na Copa, prejudicar quem o prejudicasse? Se a Globo se vingou, agiu à lá Teixeira.

Ricardo Teixeira é fera em negociata, mas de futebol não entende nada. A CBF comanda um campeonato eternamente bagunçado. Alguém sabe a classificação real do Brasileirão? Como, se ainda há diversas partidas de rodadas anteriores para serem jogadas? Tudo porque os incompetentes da CBF não conseguem fazer uma tabela que respeite clubes e seleção. Daí para liberar Neymar, Ganso, Ronaldinho Gaúcho etc., precisam adiar os jogos.

No mesmo dia em que a seleção enfrentava Gana, o Brasileirão tinha rodada. Já os campeonatos europeus param quando suas seleções entram em campo. Nunca ouvi um técnico ou jogador de futebol apoiando o calendário nacional, ao contrário.

Para não falar no péssimo nível de arbitragem do campeonato, que a CBF não consegue (ou não quer) resolver. E o Ricardão comandando esta zorra desde 89.

Para ver o estrago que este cidadão causa ao futebol, basta olhar para Bernardinho e José Roberto Guimarães ali do lado, no vôlei. O futebol brasileiro com organização seria tão campeão e quase imbatível.

Ah, Globo e Teixeira se merecem. E se o dono da CBF brigar com a Globo é só ir para os braços do Edir Macedo, que é ainda pior. Vai se sentir em casa

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *