O marxismo e os limites da religião.

Paulo Solon

Estou me divertindo com os comentários desses religiosos evangélicos que ficaram irados com a atuação do Papa Francisco e com seu estrondoso sucesso.

Como sou ateu e não acredito nessa história de que “Deus é fiel”, ou mesmo “infiel”, sugiro que os que desejam um caminho rápido para a eternidade não se incomodem com o que escreve o ex-frei Leonardo Boff, mas mergulhem de cabeça em um buraco negro. Como se sabe, a física quântica ensina que um buraco negro é o caminho mais rápido para a eternidade. Não se esqueçam de que o estudo do espaço elástico levou os cosmólogos a propor uma teoria da criação que difere muito da versão bíblica.

Hegel declarou que  a abolição da religião como felicidade ilusória do povo é necessária para sua felicidade real. Que a necessidade de abrir mão das ilusões sobre sua condição é a necessidade de abrir mão de uma condição que precisa de ilusões. Que a religião é o ópio do povo.

Esse negócio de aglutinar facções altamente rivais chamando isso de religião é em si próprio altamente imoral. Os homens que criaram as diversas religiões criaram também seus profetas, redentores e gurus.

CULPA, MEDO E SUBMISSÃO

Qualquer religião se vale de culpa, medo e submissão, o que em si é plenamente imoral, como também amoral. Qualquer religião fala em testemunhos e provas forjadas, ambos ofendendo a razão.

Como declarou Sören Kierkegard, toda religião nada mais é que impostura. Segundo qualquer religião (principalmente as três monoteístas), a vida é algo pobre e as pessoas são abjetas e pecadoras à espera de uma vida futura hipotética. Aliás, não pode ser hipotética se quer, pois não conseguiram (nenhuma das três) criar um céu atraente. Portanto, não se pode saber como seria se fosse, mesmo como hipótese. É algo que não é, mas que continua não sendo, mesmo como hipótese.

Os fiéis continuam suplicantes diante de um monarca mal humorado, ciumento, irado, raivoso, que exige ser reverenciado e adorado. No caso, o deus de Abraão. Creio que não há nada mais imoral e também amoral.

Sem Deus, não há religião, sendo Deus uma invenção humana. Mas a invenção está intimamente ligada à ignorância. O mundo já não tem necessidade de Deus para explicar o que já se sabe. Aliás, desde Laplace. Quando Napoleão perguntou ao matemático se ele não considerava Deus em seus escritos, Laplace simplesmente respondeu que não tinha necessidade dessa hipótese.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

25 thoughts on “O marxismo e os limites da religião.

  1. O marxismo e os limites da desrazão (ópio)de pretensos intelectuais: desde há muito a seita daqueles que não conseguem mobilizar as massas. O marxismo tornou-se o grande ressentimento em relação aos sistemas (crenças e atitudes) religiosos. Os marxistas imputam à religião, especificamente cristã, “afirmações” que ela nunca revelou. Sem Hegel, Marx não passa de “copistas” principalmente dos economistas clássicos, mais especificamente David Ricardo. Os vários “ísmos” que se querem marxistas é uma aberração ético filosófica. Os marxistas no poder mataram mais pessoas, mundo à fora, que todos os religiosos intolerantes, ao longo da história. Atualmente o “sistema filosófico” não fica de pé! A “economia (teoria) marxista” não explica (nunca o fez, a despeito das formulações consistentes de Kalecki)) a dinâmica do capitalismo, menos ainda capaz de engendrar um “modo de produção” alternativo à lógica do capital.

  2. Este foi um artigo de prazerosa leitura. O articulista, direto e certeiro, expôs apenas a verdadeira realidade da infinita estupidez do ser humano, crédulo e basbaque. Há muitos anos já dizia o Barnum Bailey (o do circo) que nasce um otário a cada 30 segundos. Vou tratar de salvar este artigo pois se trata de uma joia que merece ser lida e relida diversas vezes. Mais uma vez parabéns ao articulista e a gloriosa TRIBUNA DA IMPRENSA.

  3. Parabéns, Senhor Paulo Solon! Assino embaixo, em cima, dos lados….Nietzsche, o maior filósofo que já viveu nesse mundo horrível, vive!

    “Os marxistas no poder mataram mais pessoas mundo afora….blá,blá,blá…” Affff! Bom pelo menos o verbo está no pretérito…perfeito! É interessante como nenhum ‘iluminado’ fala dos milhões que o idolatrado capitalismo MATA diuturnamente, há séculos, pelo munda afora. Ah! Esqueci. Quando se trata do capitalismo, não é assassinato, genocídio, etc, é a ‘ideologia’ da seleção natural!Ha, Ha, Ha.

    • …”Nietzsche, o maior filósofo que já viveu nesse mundo horrível, vive!” Uai! Existe outro “mundo” sra. Dione? Pelo teu comentário presumo que és leitora assídua de livretos de “auto ajuda”. Discípula das “boutades” do Paulo Coelho, que na juventude era marxista… Ademais, se a sra. conhece a obra do Karl Marx, certamente leu em alguma página a “admiração” que o mesmo manifestou pelo modo de produção “capitalista” e que o comunismo seria o estágio posterior (superior?) daquele “modo de produção”, quando todas as suas contradições fossem superadas… A “crença” no “determinismo histórico” marxista é de origem religiosa – misto das convicções do Luteranismo e Judaísmo alemães, contemporâneos de Marx. A maior dificuldade dos propagandistas do ateísmo militante contemporâneo é que desconhecem as ideias e crenças religiosas, daí externarem “opiniões subjetivistas”. O ceticismo de Pascal ajudaria a “entender” um pouco a dinâmica histórica das crenças humanas. Concordo com tua indignação quando ao capitalismo – é a forma de organização social a ser combatida, principalmente a partir das “pequenas” atitudes quotidianas. A sra. o faz? Ou se entrega ao deleite da “sociedade de consumo”… e dada a angústia da sociedade afluente e conspícua a leva à militar na “esquerda literária” e “escocesa”?

  4. Todo ideal termina em religião.
    A religião é a sistematização através de dogmas e doutrinas, como caminho para atingir o ideal.
    O ideal é a reação humana à realidade presente.
    A mente cria o ideal.
    A mente mente.

  5. Claro Solon, voce nao precisa acreditar em Deus! pena que só ouviu falar do Deus de Abraão. também voce tem razao quando mostra as incoerencias de certos religiosos, isso é patetico. Agora me diga, a criaçao independentemente dos erros humanos nao é uma maravilha? a natureza, as estrelas, o corpo humano? o funcionamento dos orgaos, tecidos, esse teu olho que lê e contempla a luz, tudo isso nao é fascinante? a vida apesar de tudo é um misterio e nao adianta a racionalidade e todo o materialismo historico marxista para dar conta disso; agora pensar que a criaçao seria apenas um pum cosmico, fruto de um mero acidente, é medíocre, pequeno e limitado demais, uma jumentalice a inteligencia nao serve apenas para o conhecimento, mas deveria servir para a sabedoria. A auto suficiencia e arrogancia humanas é que sao estupidaz, o grande Nietzsche aquele que proclamou que Deus estava morto…morreu coitado doido do juizo e Deus continua vivinho da silva. Lembra do Titanic, o glorioso! o orgulho da ciencia e da tecnologia moderna, o ápice do positivismo! pois bem, no dia da estreia, o comandante disse soberbo: este é o melhor, o maior e mais completo navio construido pelo homi! nem Deus afunda! uauuuuu! calma nao acredite que o Deus vingativo sacaneou os coitados que la estavam porque ficou muito deprimido com a afronta destes mortais ingratos.O marxismo tentou acabar com a religiao os revolucionarios Marx, lenin, Stalin pretenderam substituir a Deus na terra e ter o controle das vidas humanas, a conta do comunismo é grande demais, rios de sangue foram derramados calcula-se em torno de 100 milhoes! e pior, se dizem todos humanistas! uauuu, matam o sujeito para salva-lo e oferecem um futuro para o qual sacrificam o presente. O marxismo-comunismo é um projeto religioso: o messias é o proletariado [só que condizido pela vanguarda que é o partido, a nomenclatura]o paraiso é a sociedade futura sem classes. exigem obediencia cega e ainda tem o culto a personalidade, inclusive adoraçao no sepulcro [sao as famosas reliquias de lenin] tiram a liberdade do povo em nome da coletividade e o partido é a Igreja com seus dogmas, leis, ameaças [bota ameaca nisso] vejam o ridiculo de viver na Coreia do Norte, do Norte onde a fome é glorificada e apobreza democraticamente dividadida, mas sejamos justos, os dirigentes que se sacrificam pelo povo merecem viver, digamos com certo conforto, concordo com o comentarista que disse q a cda hora nasce um otário…isto em psiquiatria chama-se esquizofrenia, vai morar na Coreia Solon ou ai em Cuba que fica mais perto, vivem como gado de raçao! e o pior é que ainda tem a capacidade de atacar a religiao em nome de algo melhor? estao de sacanagem, dinosauros, mumias ideologicas, pelo menos a religiao se vive por escolha e vc nao he obrigado a acreditar, conta outra pois na China, Rússia, Viet Nam faz tempo que mudaram de canal!

  6. Por acaso o sr. Sólon é comunista e ateu, mas essa estória de acharem que todo ateu é comunista é uma jequice bem brasileira. Então um cidadão de direita não pode ser ateu? Na Holanda um terço da população se declara ateia, seriam todos comunas? Me desculpem, mas deixem de ser bocais. E também há que se separar as coisas, posso não acreditar em deus e admirar a conduta de uma igreja, já que é uma instituição humana. Quando os trogloditas de 64 dizimaram as esquerdas só sobrou a igreja, e ela deu conta do recado, embora antes tivesse apoiado o golpe. Ateismo militante é dose, mas o primarismo de alguns homens de fé é de lascar.

  7. Depois dessa explicação professoral do Paulo Solon, a humanidade não será mais a mesma. Haverá uma verdadeira revolução em tudo o que diz respeito ao ser humano. Basta seguir os ensinamentos do PS e a felicidade reinará. Não haverá sofrimento. O mundo e nós seremos perfeitos. Amém. Alelua! Viva! Ariba! Sai da Frente! Arranca toco! Corta corrente!

  8. o Sr. PAULO nos parece que fuma uns baseados antes de escrever. KKKKKKKKKKKKKK

    O cara é doido..varrido…escreve uma LOUCURA desta ….e liga seus conceitos..como se
    estes fossem a “pedra de roseta” dos problemas da humanidade …KKKKKKKKKKKKKKKKK

    que figura…doida ….fala e escreve e continua “perdido” com seu “ateismo e comunismo”
    sem saber ..por quais motivos…..vive neste mundo.

    HAJA … uns baseados para “refrescar” seus artigos…HA..HA..HA..HA..HA..HA….

  9. Ps deve ser ateu como o dirceu, o zé. Gosta de marx, vai pra cuba, coreia do norte ou mongolia,carissimo.
    Ou entao uma ‘sessao do descarrego’ com um bispo.
    Sal grosso…
    E depois chama a gente pro churrasco!

  10. Discutir deuses é inconclusivo. Discutir religiões é inconclusivo. Discutir políticas é inconclusivo. Discutir ideologías é inconclusivo. Para piorar há os que juntam todos esses itens no mesmo caldeirão. Aí, vira uma salada do crioulo doido. Para piorar mais ainda, agride-se, ironiza-se e ridiculariza-se as opiniões contrárias.
    Senhores: Lanço aqui um desafio. Que tal, em benefício da inteligência, praticar-mos o RESPEITO as opiniões? Quem sabe assim possamos evoluir como espécie pensante?

    “QUANDO EU ACHAVA QUE SABIA TODAS AS RESPOSTAS, A VIDA MUDOU TODAS AS PERGUNTAS”

  11. O pobre Solon tem cura, meia hora com Freud, e ele ficará em posição fetal, chupando o dedo, chorando e chamando por… papai e… mamãe. Leite quente materno é um excelente tratamento para ateísmo ordinário e de pouca relevância para quem sofreu rejeição parental.
    Napoleão, não descartava Deus em seus planos de guerra, e ao mesmo tempo promovia a ciência com aliados importantes nas especulações certeiras da aplicabilidade da matemáticas no auxilio em desvendar o universo. Crer em Pierre Laplace já é um começo para crer em outras coisas.
    Ainda que religião seja um opio, não se acaba com ela por decreto como nas tentativas de regimes totalitários. A crença, a fé prevalece não como sentimento de culpa ou submissão, mas como consequência inerente a própria existência. Deus pode estar morto ou vivo, é uma questão de escolha pessoal. Existe um caminho, uma verdade e uma porta estreita.
    Agora, quando o zumbi soviético-comunista-corruptor do “podre” Boff e outros decadentes, usam duas canoas para proveito pessoal em nome dos desvalidos, favorece um grupo de bandidos que não respeitam a democracia, propagam promessas mentirosas, constroem paraísos artificiais com o roubo do dinheiro alheio, desviam o erário público, ai temos que acender uma luz amarela e preparar as algemas e as camisas de força. Toda essa gente do Foro de São Paulo é perigosa, mercenária e de imundos desígnios. Temos que ter cuidado com as trevas! Cuidado com as ilusões!

  12. Tem um ignorante aí em cima que desconhece que a Mongolia é capitalista. Devia pesquisar um relatório do Citibank sobre o crescimento da economia lá. Parece que piorou depois que foi introduzida a economia de mercado. Ele é que devia fazer um estágio na economia de mercado lá e tentar ganhar uns tugrikes, já que tem toda a pinta de capitalista sem capital que come como pinto e pensa que borra como pato.

  13. Prezado Solon,
    Ao longo de quase dois anos que frequento a Tribuna, aprendi a entender os teus comentários que, volta e meia, o incansável Newton os transforma em artigo, uma espécie de homenagem certamente à tua inteligência, sagacidade e esperteza.
    Dito isso, a verdade é que este teu texto é meramente provocativo. Não é o Solon a escrever de forma convicta seus reais pensamentos sobre Igreja, religião, fé, e seus significados, tanto simbólicos quanto reais, mas alguém que gosta de ler os debates, os conceitos diferentes, as idéias que se contrapõem, as ofensas que surgem em decorrência da falta de preparo de alguns em discussões polêmicas.
    Entendo que tu gostas mesmo é de ver o circo pegar fogo, e te divertes desta maneira porque há muitos que caem na tua armadilha.
    Então, desta vez vou pular esta provocação, apenas lembrar aos meus colegas acima que tu és um estrategista, foste militar, sabes como usar de táticas para enganar, ludibriar, pois o Solon autêntico, legítimo, não precisaria se fundamentar em cientistas, filósofos, matemáticos e físicos dos tempos de antanho para escrever seus reais sentimentos.
    Mesmo assim, valeu a tentativa, haja vista eu ter lido muito bons comentários a respeito de pessoas que levaram a sério teu registro que, sei, ter sido escrito para animar o pessoal, entretanto, não é o Paulo Solon, razão pela qual sem essência, palavras escritas para acirrar os ânimos tão somente.

  14. Matanças e perseguições no passado e no presente, todos em defesa de seus “deuses”. Talvez, hoje, gregos e romanos, seriam chamados de loucos e seriam vitimas de deboche, se evocassem adoração aos seus antigos “deuses”, descritos na mitologia. Naquela época, eles tinhão razão em suas adorações?

  15. A verdade da economia

    1)Apesar do fantástico nível tecnológico e científico atingidos pela humanidade, mais do que suficiente para retirar da exclusão cerca de 4 bilhões de pessoas, nada de sério e objetivo está sendo realizado nesse sentido;

    2)Dona Tecnologia vem fazendo colossais desarranjos na economia capitalista. Reduzindo salários e fazendo milhares de demitidos em todo o mundo, propiciando grandes vantagens para os donos dos meios da produção e na alegria dos consumidores. Uma grande contradição do capitalismo. Pois que a magnífica Dona Tecnologia, deslumbrante, admirada e querida por todos, vai substituindo todo o tipo de trabalhador, braçal e intelectual. Prossegue aniquilando o gigantesco polo consumidor, vital para a existência do capitalismo. Fragilizando todo o sistema, acirrado crises e conflitos. Enquanto isso, o mundo vai se tornando muito perigoso.

    A verdade da religião da grana

    Continuamos acreditando que a maior mentira de todos os tempos foi: caixão não tem gaveta. Tem sim. Levaremos para o Céu toda a fortuna acumulada, através do roubo, direto e indireto. Lamentavelmente, não existe outra maneira de acumular muitas riquezas. E para entrar no Paraíso, antes de sair daqui, pediremos perdão a Deus por todas as nossas maldades praticadas, inclusive, pela fortuna que estamos levando, retirada do trabalhador – único responsável pela produção de todas as riquezas – mas que graças ao sistema econômico vigente, fica com muito pouco do que produz. Salvo as classes privilegiadas e ou especializadas de trabalhadores.

    A existência

    A vida em toda sua extensão, energética, material, orgânica, sensitiva e cosmológica, fundamenta-se numa belíssima arquitetura científica e matemática, de dimensões e complexidades infinitas. Pelo muito pouco do que conhecemos dessa monumental arquitetura, pelo muito que conhecemos de nossa crueldade, praticadas direta e indiretamente, nos permite concluir a miséria de nossos conhecimentos, e de nossas almas. Que Deus nos ilumine e tenha infinita piedade de nossas almas.

  16. Já discordei do Rodrigo em outras oportunidades, mas desta vez , no comentário acima, tenho que elogiá-lo pelo raciocínio lúcido e coerente.Parabéns!, e permita colocar minha rubrica abaixo.
    Um grande abraço!

  17. Enfim, pós mente ou despertar da consciência o Homem se iludiu com isto. Achou que era sóidealizar e praticar. Criou sistemas de comportamento conhecidos como religião ou ideologiapara isso e se tornou prisioneiro delas.
    Somente os céticos sabem disso. Os livres.
    Amém

  18. Como não acredito em geração espontânea, mula sem cabeça, papai Noel, nem mesmo no Big Bang, “que explodiu, dando origem a tudo o que conhecemos” , eu acho que os comentaristas Alex, Darcy, Marcos Jorge, Chicão da Serra, Carlos de Jesus(pseudônimo muito sugestivo), Drounde, Rodrigo, Juares, talvez, com medo do juízo final, defendem a religião muito provavelmente porque têm rabo preso, culpa, medo e submissão da justiça divina.

  19. Prezado Amigo comentarista ..” Geraldão”…..meu nome é CARLOS DE JESUS ..não uso “mote”
    ou pseudo, para me esconder..meu nobre .

    Meu nobre : TODOS NÓS DE UMA FORMA OU OUTRA TEMOS “RABO” PRESO, CREIO QUE ATÉ VC ..TEM SEU
    “RABO PRESO TB…” kKKKKKKKK

    Eu prefiro crer na CRIAÇÃO …NO ALTISSIMO ..NO PODEROSO YAWHE..CRIADOR SUSTENTADOR….

    O “RESTO” ….É “RESTO”.

    YAWHE SEJA LOUVADO…..EM YESHUA..NOSSO SALVADOR …

    Carlos de Jesus -Salvador -Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *