O ministro da Saúde simplesmente nega o óbvio

Charles Carwal

Ao anunciar a possibilidade de evitar o chamado cheque caução para atendimento hospitalar, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, simplesmente nega o óbvio.

É claro que o governo está querendo endurecer as regras para os planos de saúde e hospitais, porque um de seus membros morreu por falta de atendimento. É apenas um jogo de cena.

Primeiro, para dar a ideia de que este governo é austero e está sensível aos problemas da saúde do brasileiro. Depois, porque a “burguesia” – como dizem os esquerdistas – é atendida nos melhores e mais caros hospitais do país, inclusive os nossos governantes, este últimos com as despesas pagas com o dinheiro suado do trabalhador assalariado.

Não passa de um engodo. A prova incontestável de que este governo do PT não está preocupado com a saúde dos mais carentes, é o caos que vemos no SUS-Sistema Único do Sofrimento. Frequentemente presenciamos as filas intermináveis, falta de médicos e equipamentos, a dificuldade para marcação de consultas, pessoas morrendo por falta de atendimento até mesmo em UTIs.

Por que o governo não é tão enérgico para resolver um problema da sua própria (in)competência? Se o governo alardeia aos quatros cantos de que o Brasil “cresceu” e está muito bem, somos a 6ª economia mundial, que está sobrando dinheiro ao ponto de fazer vultosas doações a ditadores, por que, então, não resolve um problema crucial que é a saúde do brasileiro?

É falta de vontade política ou perversidade?

###
SOBRARIA DINHEIRO

Antonio Moreira

O governo não faz a parte dele e agora quer aplicar um estelionato prá cima dos hospitais particulares. Atitude, como sempre danosa, típica dos governos petistas: adoram fazer favor com o chapéu alheio!

Se ao invés de doar dinheiro para os ratos cubanos; manter embaixada em Tuvalu com o embaixador morando em Sidney/Austrália a 3 mil km de Tuvalu, como noticiaram; diminuísse de 25 mil para 5 mil os cargos para os “cumpanheros”; diminuisse esse festival de ministérios e secretarias com status de ministérios etc, etc, etc… SOBRARIA dinheiro para o governo aplicar em Saúde, Educação, Segurança Pública, Estradas, Portos, Aeroportos e tudo o mais de que o Brasil, que está com um pé na cova e o outro numa barra de sabão em matéria de infraestrutura, precisa.

Os impostos de nós extorquidos devem ser aplicados a NOSSO favor!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *