O mundo sempre teve BIPOLARIDADE. Espanha-Portugal, Frana-Alemanha, Espanha-Inglaterra etc. Os EUA s existiram com a Guerra-Fria. Agora, a BIPOLARIDADE do TERRORISMO.

Helio Fernandes

O 11/9 inesquecvel. No apenas para os EUA, mas para o mundo inteiro. Alm dos mortos, da tragdia que surpreendeu a todos, consolidou o governo Bush, que havia chegado Casa Branca em 20 de janeiro desse mesmo 2001. Surpresa sua eleio, desastre impossvel de assimilar, sua permanncia por 8 anos no Poder.

Alm desses fatos que qualquer um conhece, nesse 11/9 (teve tal repercusso que citado apenas assim), o fato mais importante de todos: a entrada em cena do terrorismo, que veio para ficar. No apenas como ameaa, mas com a fora da realidade, at mesmo como intimidao e mistificao.

A tragdia propriamente dita foi superada com o alcance do desprezo pela prpria vida, demonstrado pelos terroristas. O sofrimento das famlias atingidas, da populao como um todo do mundo inteiro, assombrada com a disposio desses terroristas.

No passado relembrado agora, impossvel usar a palavra revivido, nada ser restabelecido. Como disse ali em cima, o terrorismo veio para ficar. E a prpria morte de Bin Laden, prova isso.

Revivido, a sim, a palavra cabe perfeitamente, o ex-presidente Bush filho, que reapareceu na televiso (sbrio) dizendo uma poro de bobagens. Incluindo a maior de todas, FOI FEITA JUSTIA. Nada a ver, a questo muito mais profunda, seria absurdo acreditar que um medocre como o ex-presidente, pudesse entender alguma coisa.

A questo no saber se foi FEITA JUSTIA, ou qual a verdadeira proporo da morte de Bin Laden. Ele era um nome, o lder desse movimento, que naturalmente ir continuar, impossvel saber com que violncia ou com que premncia de tempo.

No ttulo falei em BIPOLARIDADE, de mais de 200 anos, gosto muito do assunto. Qualquer dia desenvolverei. Mostrando a subverso do mundo TODO, mas principalmente da Europa, que dominava o resto dos continentes.

Agora, a BIPOLARIDADE que dominar o mundo (qualquer que seja ele), ser TERRORISMO versus ANTITERRORISMO. Essa, uma luta invisvel mas totalmente realista, que englobar e ao mesmo tempo dividir. Todos os pases estaro envolvidos, e o pior de tudo, que no sabero de onde vem ou vir o ataque. Destruidor, avassalador.

O fato de Bin Laden, o homem mais procurado do mundo e da Histria, ter ficado escondido e atuando durante dez anos, mostra a fora da al-Qaeda. E a morte, no faz justia (como disse o tolo do Bush filho), pelo contrrio, d a essa poderosa al-Qaeda a obrigao de fazer justia.

A, sim, ser o tormento do mundo. No s pela violncia do terrorismo, a certeza de que o ataque vir, mas a incerteza de onde e quando vir. Isso o mais grave de tudo. No haver mais tranquilidade para ningum ou qualquer pas: ningum sabe quem participa desse TERRORISMO. No est circunscrito ao Afeganisto ou ao Paquisto. No primeiro, onde aparentemente Bin Laden morava. Ou no Paquisto, onde, tambm aparentemente, foi morto.

E essa luta, alm dos massacres mais do que concretizados, servir para muitas barbaridades, exageros, como o que foi feito com os prisioneiros de Guantnamo. Com a justificativa de que esto protegendo a humanidade, faro o que quiserem, dos dois lados.

O medo ser o fator dominante, nada mais compreensvel. Depois da fantasia do casamento real, os rgos de comunicao ganharam um novo assunto, para impingir, que palavra, s multides que frequentam esses rgos, principalmente a televiso e a internet.

Muita agitao e pouca informao. Na verdade, no houve uma s interpretao razovel, que pelo menos pudesse tranquilizar essas multides. A, nenhuma restrio, a morte de Bin Laden foi impacto mesmo.

Mas no precisavam ficar insistindo horas e horas, nos mais variados programas e televises. A partir de agora, ningum, seja onde for, estar tranquilo ou tranquilizado. Qualquer fato fora do comum ser entendido como TERRORISMO, mesmo nos mais distantes pases.

Medidas de segurana contra a represso, viro imediatamente, sem dvida alguma. E com essas decises ou precaues, o direito do cidado desaparecer. Depois do 11/9, os EUA criaram a legislao contra o TERRORISMO, que tinha (e agora ter mais ainda) prioridade sobre qualquer ato ou fato, mesmo no confirmado.

***

PS No momento, a morte de Bin Laden ter a durao compreensvel pelo desaparecimento de um personagem da sua repercusso. E o exagero dos rgos de comunicao, que j esto reforando os patrocinadores publicitrios para esses programas.

PS2 Esse TERRORISTA morto, pavor do mundo ocidental, capaz de vender ou estimular a venda dos mais diversos produtos. (Principalmente na Avenida Madison, Manhattan, onde ficam as maiores agncias de publicidade do mundo).

PS3 J disse e no precisava muita acuidade ou Poder de anlise para isso: o mundo mergulhou numa guerra invisvel, a guerra do TERRORISMO. No precisa de declarao notificando o adversrio, mesmo porque, todos so presumveis adversrios.

PS4 Para reforar o Poder de destruio dessa guerra, o melhor mesmo citar Einstein. Disseram a ele, a Terceira Guerra Mundial ser nuclear.

PS5 Resposta: Se isso acontecer, a QUARTA GUERRA MUNDIAL ser travada com paus e pedras, o que sobrar. Em 1962, houve medo e ameaa disso, na chamada disputa dos msseis em Cuba, travada por EUA e Unio Sovitica.

PS6 Essa guerra do TERRORISMO no ter fim. Ou ter o fim previsto por Einstein? Afinal, ele criou a TEORIA DA RELATIVIDADE, na qual Oppenheimer se baseou para fabricar a BOMBA ATMICA. (Era chamada assim).

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.