O PMDB, o maior partido do Brasil, deveria ser obrigado a ter candidato a presidente. No s ele, como todos os outros, sempre.

Roberto Alcntara
Ao iniciar o ano de 2010, o povo brasileiro precisa ficar alerta, o golpe est sendo preparado. No querem fazer eleio, nem para presidente, governadores ou parlamentares. No conseguiro, mas de qualquer maneira, como o senhor diz sempre, o povo no se interessa em aproveitar o voto, e os partidos, como o PMDB, no tm tambm a menor vontade de estabelecer o voto representativo.

Comentrio de Helio Fernandes
A Histria do Brasil est cheia de golpes, sucessivos, s vezes sem ningum perceber. A Repblica foi um golpe, a Revoluo de 30, novo golpe e a ditadura ostensiva. O Estado Novo de 1937, um terror. A derrubada da ditadura, em 29 de outubro de 1945, farsa completa, TODOS voltavam 33 dias depois, na eleio (eleio? Mais outra mistificao) com o marechal Dutra na Presidncia. Quem era o marechal? O Ministro da Guerra que manteve Vargas ditatorialmente por 8 anos, e que era chamado de Condestvel do Estado Novo.

Ficou 5 anos, preparou a eleio de quem? Do prprio Vargas, derrotado em 1930 por Julio Prestes, candidato do presidente Washington Luiz, derrubado e deportado no final de 1930.

No momento no acredito em golpe, mas tambm no tenho certeza de eleio legtima. Incoerncia, contradio, falta de segurana na anlise? possvel. Mas o que acontecido na Histria brasileira, a no ser o impossvel que se realiza na nossa frente, sem que vejamos coisa alguma?

Um partido sem rosto

Paulino Ferreira Campos
Se o PMDB no definir candidato prprio a presidente, simplesmente mostrar que mesmo um partido sem rosto.

Comentrio de Helio Fernandes
Foi a colocao mais rpida e mais fulminante. Paulino, meus parabns e meus psames. impossvel ser mais didtico e elucidativo. Mas tambm, desculpe, somos todos inteis e desperdiamos tempo, querendo que o PMDB mostre o rosto. Que rosto? No seria melhor pedir para mostrar a cara? S que correramos o risco de comparar com Obama, quando disse que Lula o cara.

Um partido que esqueceu as razes

Joaquim Drummond Alves
O PMDB, sucessor do MDB, em linha reta, lutou contra a ditadura, mas j esqueceu suas razes h muito tempo. Nada como a histria e o tempo para que algumas situaes sejam esclarecidas.

Comentrio de Helio Fernandes
De certa maneira voc tem razo. Mas indo na profundidade, no h raiz alguma. O MDB, que acabou em 1981, antes da primeira eleio direta para governador, era metade autntico e metade corrupto. Chagas Freitas e Miro Teixeira dominaram o MDB da Guanabara (depois novamente Estado do Rio) e continuaram por 12 anos, mandando e desmandando.

Eu era desse MDB antes deles, fui cassado em 1966. Chagas, que roubara o jornal de Ademar de Barros quando este fugiu para o Paraguai (por causa do roubo da urna marajoara) foi o mais subserviente governador que a ditadura elegeu. E reelegeu, com a interrupo de 4 anos. Quer dizer: ficaram de 1970 a 1974, e depois, de 1978 a 1982.

Fiz oposio a eles, diariamente. Durante esses 12 anos, a Tribuna no recebeu um centmetro de publicidade. Tambm, no conseguiram conversar comigo. Chagas morreu, Miro era muito moo, hoje campeo das Liberdades, vida magnfica, no trabalhou um dia que fosse. Deputado desde 1970, no sai disso. Nos intervalos disputava (e perdia) a eleio para prefeito. Concorreu uma vez para governador, ficou sem mandato.

Vai morrer com 150 anos, sempre deputado. Andou por vrios partidos. Quando o MDB ganhou o P e virou PMDB, tambm metade era de resistentes, a outra metade de corruptos. At hoje.

O que fazer, Joaquim?

Melhor do que ter Presidente, dominar

Aurlio Gomes de Abreu
Helio, voc fez o grande favor de alertar o PMDB para o perigo de no lanar candidato prprio a presidente. Sua definio indiscutvel: melhor do que ter o Presidente, dominar a Presidncia e o Presidente, E ningum lhe responde?

Comentrio de Helio Fernandes
Obrigado, Aurlio, foi uma revelao e um alerta mesmo. Agora, tenho alguma esperana que isso acontea. No por nomes, mas pela concretizao das ambies, e o medo de perderem com Dona Dilma. Nessa situao domstica, a cpula do PMDB pode at se aliar aos que querem o candidato prprio. Se perderem, continuar no Poder. Eles sabem que SEM O PMDB NO H GOVERNABILIDADE. A impresso, neste incio de 2010, que o PMDB est apenas frente do supermercado, negociando o melhor preo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.